Uma conclusão sobre Windows vs Linux nos PC’s

Muitas pessoas que conheço, se não a maioria, quando compram um computador (já montado) na loja, preferem aquele que tem a configuração a seu gosto e com o sistema operacional Linux – para fugir do preço da licença do Windows e reduzir o do PC – mas a primeira coisa que fazem quando chegam em casa com a sua mais bela aquisição, é pedir para alguém formatar o HD e colocar o Windows como sistema.

Há de convirmos que o Linux presente nas máquinas vendidas nessas grandes lojas de varejo são limitadíssimos e, para uma pessoa que não seja habituada com a informática a fundo, pouco importa as vantagens do Linux (as distribuições convencionais e “completas”) em relação ao Windows senão a facilidade e adaptabilidade do sistema da Microsoft.

As pessoas que gostam e que usam o Linux são, geralmente, aquelas que já tem uma experiência muito grande em informática e possuem uma curiosidade de aprender sobre o sistema. Essas pessoas são cientes de que podem mudar, adaptar ou personalizar aplicativos ou até o próprio sistema a gosto de cada uma, basta ter um conhecimento mais a fundo sobre o negócio. Mas também existem pessoas que só querem saber de usar o sistema mais fácil e o que estão mais ambientados, onde elas não querem personalizar e nem mudar nada, elas só querem usar e pronto.

Pode-se concluir que em computadores domésticos a distribuição é feita por grande número de máquinas Windows (mesmo tendo muitas vulnerabilidades e que só podem ser corrigidas pelos seus desenvolvedores), devido a sua facilidade de manuseio para pessoas iniciantes; e uma minoria máquinas Linux é justamente para quem já tem um nível de entendimento computacional avançado.

Fonte: http://rafaeliguatemy.blogspot.com/2009/06/windows-vs-linux-nos-pcs.html

8 Comentários

Jackson Caset
2

@Adler

Só gostaria de lembrar que o PTI é feito tanto para os mais experientes (que parece ser o seu caso) quanto para os que estão iniciando na área. Eu considerei que o conteúdo é nível 0, ou seja, pra quem realmente está iniciando e que por acaso desconhece o assunto.

Concordo com vc que o conteúdo deixou um pouco a desejar, talvez pudesse ser mais elaborado. Tenho certeza que o Rafael vai averiguar e com certeza os próximos serão muito bacanas.

Se nem Deus agrada a todos, não será o PTI o primeiro a fazer isso.

Obrigado pela colaboração e desculpe se não foi o que esperava.

Abraço

Rafael Iguatemy
3

Obrigado pelos comentarios e tambem os recebo como uma critica construtiva, justamente porque nao sou sempre o dono da verdade e aprendo muito com todos os colaboradores daqui. Agora sobre o post, eu procurei escrever nao so para os socios de carterinha do PTI como tambem para os que so visitam, e que nao sei o nivel de informacao mas busquei escrever algo basico mesmo. De qualquer forma obrigado a todos.

Klaus Peter Laube
4

É… essa conclusão todo mundo já tinha. Mas é válido ressaltar sobre a qualidade discutível das distros Linux que acompanham esses “micros de lojas”.
Acho o Ubuntu (Karmic Koala) muito mais simples de mexer que o Windows Vista ou 7, por exemplo. E tenho cases de pessoas que aos poucos estão deixando a ilegalidade e aderindo à sistemas estáveis e open source.
No meu caso, aderi ao Linux justamente por ele ser mais simples de gerenciar que o Windows. Não estou dizendo a nível de “arrastar e clicar”, mas a nível conceitual (e até mesmo prático).

Jackson Caset
5

@Rafael

Exatamente o que eu quis dizer do comentário que fiz. Eu julguei o post como sendo algo para os iniciantes, que tbm visitam o PTI.

Volto a dizer: nem Deus agrada a todos :-)

Abraço

Eduardo
6

Bem pobre este artigo. as pessoas instalam o windows nas maquinas compradas em lojas por desconhecerem as funcionalidades do Linux.
O linux pode, e é, na maioria dos aspectos mais fácil de usar que o o windows.

Já foram melhores os artigos do PTI.

Herbert Xavier Menezes
7

Rafael, parabéns pela iniciativa de compartilhar conhecimento com os leitores e também mantém um blog. Pelo que vi, começou a pouco tempo no PTI, seja bem vindo.
Sobre o assunto do artigo, até mesmo os profissionais em TI se recusam a mudar de SO, como no meu caso. :) Eu tenho a desculpa dos games ainda… Isso atrapalha um pouco ainda a idéia de migrar pro linux. Mas o linux vem sempre melhorando, está com menos problemas de plug-and-play.
Para quem usa somente para internet e documentos, o linux é uma ótima opção. Para isso o linux não tem muita diferença pro windows, acho que somente o software para usar o MSN, mas o amsn acho suficiente. :)
Ah, e vale ressaltar outro concorrente, o MAC OS, parece engraçado, mas conheço mais gente que está migrando pro MAC do que pra LINUX. :)
Abraço.

Klaus Peter Laube
8

@Herbert
Realmente levantar questões como “games” e “msn” não é lá muito profissional =D
Mas o Linux está muito bem, obrigado. Até mesmo drivers proprietários (como das Nvidia) funcionam muito bem. Muitas vezes os problemas que aparecem nem são muito da “constante Linux”, e sim de customizações feitas pelas distros.
Eu não acho estranho o pessoal começar a valorizar mais o MAC OS… é um senhor S.O., baseado em BSD (se não me engano) e que segue a linha unix-like. Só que tem preço! Tem equipe de marketing, tem caixinha e tem ponto de venda. Simples assim… ;)

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


8 − três =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>