SEO: Planejamento é a palavra de ordem

Antes de começarmos a lançar informações de como fazer alguns procedimentos de SEO precisamos definir o que é e como essa técnica tem seu valor.

O SEO (Search Engine Optimization) é a técnica de fazer com que seja aumentada a relevância do conteúdo de um determinado Site para os sistemas de busca (Ex. Google, Bing…). Isso é possível porque os Sistemas de buscas utilizam Robots, que por sua vez fazem uma extensa análise por toda a rede procurando os conteúdos mais relevantes, assim fazem a indexação e organização desses resultados para apresentar quando um usuário faz a pesquisa sobre algum tema, sabendo disso podemos determinar algumas regras pelas quais esse procedimento acontece e maximizar a performance do Site para que o trabalho para esses Robots fique mais fácil. Para definir de um forma simples – É ajudando os Robots a levar a informação com qualidade que recebemos a recompensa de estar na primeira página da busca.

Agora que temos uma base de o que é e como é essa técnica podemos enfim explorar algumas possibilidades.

Creio que todo projeto deve ser planejado e detalhado antes mesmo de ir para produção, principalmente Sites que necessitam de um público específico (E-commerce focado em nicho de mercado) ou muita visibilidade para retorno com propagandas (Blogs e Sites de conteúdos de interesse de um grande público).
Vou citar aqui algumas dicas de forma organizada pelo procedimento que cabe em qualquer planejamento.

1 – Escolha da URL

Muitos falham nessa questão por falta de conhecimento, mas a URL do seu Site (WWW.suamarca.com.**) é de extrema importância, pois nela encontra-se a possibilidade de definir seu ramo de atuação – Digamos que você trabalhe com vendas de Artigos Esportivos, poderíamos focar em um nome onde faça referência a isso. Por exemplo, ‘’www.joaozinhoesportes.com.br ‘’, entenda os Robots como um leitor organizado, onde este analisa o nome e após isso as competências ou conteúdo, ele precisa associar nome x assunto, ou seja, quem é você e o que você faz para determinar se você é uma boa opção para que lhe encontrem e leiam ou vejam o seu material na WEB.

2 – Desenvolvimento nos padrões WEB

Ao desenvolvermos um novo Site todo cuidado é pouco para mantermos esse mesmo dentro dos padrões WEB (W3C), esses padrões são utilizados como referência pelos Robots, e por isso Sites padronizados dessa forma tendem a conseguir sucesso nas buscas, pois esse planejamento antecipado do código HTML dentro desses padrões faz com que o trabalho dos Robots seja facilitado e assim tendo a recompensa com um bom resultado nas buscas. Na verdade, estar dentro dos padrões WEB é um ponto de partida muito básico, com o intuito de que se entende que por esse Site ter sido planejamento e possuir um processo de desenvolvimento procurando respeitar regras e padrões WEB são considerados que o conteúdo seja bem produzido também. Tudo que trata de SEO é abordado de uma forma psicológica associativa, posso dizer que é algo simples e lógico mas que necessita de uma total compreensão dos fatos.

3 – Planejamento das URL’s de referência:

Planeje estrategicamente como serão seus links de acesso para artigos/produtos, pois da mesma forma que a URL principal do seu Site faz com que sejam entendidas certas consideração sobre a sua marca, as URL’s que ‘linkam’ para o conteúdo também tem um peso considerável para te colocar entre os primeiros resultados nos sistemas de busca.

Considerando que, www.joaozinhoesportes.com.br pode ser a primeira leitura que os Robots terão do seu Site entendemos que a segunda leitura seria o que vem após o “.com(.br)”, então www. joaozinhoesportes.com.br/tenis-adidas.html podemos entender que Sua Marca trabalha com Tênis Adidas. Considere isso em suas práticas de SEO.

4 – Meta Tags

Meta Tags – Definição em grosso modo é uma Etiqueta Virtual para seu Site. Esse é um assunto que devemos usar algumas linhas de códigos para poder explicar melhor, é extremamente importante já que podemos definir o grau de qualidade de um Site, sua capacidade de desenvolvimento e algumas outras referências através das Meta Tags.

Uma das utilidades das Meta Tags é a consideração das palavras mais relevantes sobre os assuntos/produtos do seu Site. Um exemplo:

<HTML>
<HEAD>
<TITLE> Joãozinho Esportes </TITLE>
<META NAME="keywords" CONTENT="Artigos esportivos, Tênis, Adidas, Nike">
</HEAD>
<BODY>....</BODY>
</HTML>

Também podemos usar outras Meta Tags para referenciar outros assuntos, quanto mais Meta Tags com relevância você colocar, melhor será a Indexação.

5 – Otimização de Conteúdo:

Agora vem a parte mais gostosa da brincadeira – Otimização de Conteúdo. Nessa etapa da elaboração do projeto exige mais tempo e preocupação com detalhes que farão o teu conteúdo torna-se qualificado para estar na primeira página das pesquisas.

Torna-se difícil exemplificar com um texto completo para um blog, portanto vou citar um e-commerce tendo como ponto de partida o exemplo usado de uma loja de materiais esportivos:

Como exemplo a loja www.ShopMasp.com.br que me cedeu à possibilidade de uso da imagem de sua vitrine.

Nesta primeira imagem podemos observar o uso de palavras de referência das quais poderão ser digitadas nos buscadores, alguém interessado em:

  • Tênis, vai digitar – Tênis, ‘tenis’;
  • Se for uma busca mais específica, vai digitar – Tênis Mizuno (como no exemplo);
  • Se a procura for pelo modelo apresentado no exemplo será digitado – Creation, Mizuno Creation, Creation 11;

Para todos os efeitos temos nessa loja uma estratégia bem elaborada onde somente nesta primeira imagem são feitas duas referências para facilitar o trabalho dos robots de entenderem que é uma página de alta relevância sobre o produto (Creation 11).

Essa abordagem dupla ao título do produto permite uma maior confiabilidade para os robots. Isso feito de uma forma discreta, de nada adianta ter duas frases ou títulos iguais pois não serão considerados, para isso foi utilizado como título do produto e como referência de link para informar o cliente que ele está na página do produto – ‘Tênis Mizuno Wave Creation 11 FEM’ (sublinhados em vermelho).

Exemplo de Vitrine - SEO

Ao fazermos a análise da próxima figura podemos perceber o cuidado na descrição do produto (outro fator que impulsiona vendas), em uma breve leitura verifica-se que no conteúdo descritivo do produto temos as palavras ‘chaves’:

  • Creation 11 – (Referindo-se ao produto);
  • Desempenho – (Cobrindo uma possibilidade de alguém procurar por tênis de desempenho para corridas);
  • Praticar Esportes – (Na observação da possibilidade de busca sobre práticas esportivas);
  • Tênis Mizuno – (Referência ao produto e sua marca);

Abaixo temos as tecnologias que poderão ser usadas em uma busca e todas elas como subtítulos facilitando a busca e a referência sobre o produto.

Exemplo de descrição - SEO

Essa prática é comum dentro de um E-commerce, podendo também utilizá-la para Blogs, Sites pessoais, Institucionais e outros, pois ao criar um texto que em seu conteúdo possua palavras chaves (não repetições) e que torne-se relevante podemos entender que sua posição nos resultados de busca será melhor do que aquele que não possuí práticas de SEO. Considere essa possibilidade em seu projeto, certamente fará diferença, trará resultados positivos, sejam eles vendas ou visitas para expor publicidade.

Conclusão

Para que todo esse trabalho seja feito de forma que gere resultados têm-se a necessidade de planejamento antecipado e uma boa forma de fazê-lo é:

  • Convoque uma reunião ou vídeo conferência (consultores de outras regiões) com seu desenvolvedor, equipe de Marketing e Campanhas.
  • Em reunião exponha suas metas, foco e visão do que será o ideal sucesso do projeto.
  • Faça com que essa primeira reunião seja o suficiente para que saiam dela entendendo um todo do projeto e seu objetivo.
  • Permita-se receber dicas dos profissionais, nunca despreze uma idéia mesmo que não pareça boa, toda idéia é válida e deve ser amadurecida.
  • Não deixe nada passar despercebido, crie um script para a reunião, onde contenha os tópicos principais e seus sub-tópicos e se possível anotações de dúvidas que possam existir antes e durante o projeto. Para isso tente imaginar o seu projeto sendo desenvolvido e colocado no Ar, algumas vezes essa prática pode lhe mostrar alguma dúvida que você deixou passar despercebido ao elaborar o projeto.
  • Essa é a fase de se apegar aos pequenos detalhes, esses farão diferença no resultado final.
  • Sempre é interessante pedir um prazo para a conclusão e apresentação do projeto.
  • Não meça esforços e recursos, quando falamos de um projeto para Web estamos pensando em visibilidade, só tem visibilidade quem investe nela, invista em tempo (reunião e planejamento), invista recursos financeiros, estamos falando aqui de planejar bem para que não haja a necessidade de outro investimento para reestruturação de algo que poderia ter sido finalizado nos primeiros passos do projeto, isso acarretará custos desnecessários. Investir um valor X no início do projeto para que seja bem planejado é a melhor tática comercial que existe, não trará problemas futuros e nem a necessidade de reestruturação onde implica em uma necessidade ainda maior de investimento. Hoje temos a capacidade de mensurar e visualizar erros que poderão acontecer, por isso não é admissível erros em projetos simples e de média dificuldade, em projetos de risco existe sim a possibilidade por isso trabalhar com uma margem de erro é aceitável, mas somente em casos que não dependam exatamente da equipe do projeto e sim tenham a possibilidade de interferências externas.

Para nossa nova era comercial, onde a concorrência é acirrada, que demanda criar diferenças nos pequenos detalhes para que haja destaque da marca podemos ver o planejamento inicial de um projeto como o grande aliado para o sucesso de um negócio. A palavra de Ordem para empreendedorismo minimizando riscos é PLANEJAMENTO, adicione em seu vocabulário e boa sorte.

Agradecimentos: www.shopmasp.com.br por ceder as imagens.

Luiz Castro Junior

Mais artigos deste autor »

Diretor da Alpis Consultoria.
Consultor Certificado 8 Ps - Marketing Digital, Planejamento Estratégico digital, Gestor de Projetos.

1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


cinco × = 15

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>