Sua empresa na internet investindo pouco (ou nada)

“Estou começando agora minha empresa e sei que preciso de um site, mas não tenho dinheiro para mandar fazer um bom site, como consigo um site grátis ou barato?” – Vamos então à solução!

Esse tipo de indagação não é nenhuma novidade para profissionais de internet, principalmente em um momento que se fala tanto de empreendedorismo e há centenas de microempresas abrindo as portas todo dia com um orçamento tão apertado.

O fato é que se a empresa permanecer “OFF-LINE” ela terá seus dias de vida contados. Investir em um projeto de internet que seja realmente “ideal” provavelmente passará dos 4 dígitos e com certeza, pelo menos de início, isso não é uma realidade para empresas deste perfil.

Com este cenário, muitos recorrem aos chamados “sites grátis”, e existem muitos espalhados na web. Depois de testar alguns, gostaria de destacar alguns serviços:

Criar site grátis com WebnodeWebnode – Nele você cria sites gratuitos baseado em templates (modelos) já prontos. Ainda na versão gratuíta já tem várias ferramentas disponíveis como enquete, galeria de fotos, vídeos, blog, comentários, notícias, livro de visitas e outros.

O interessante do webnode é a sua facilidade de implantação e uso, além de poder facilmente utilizá-lo para fins comerciais, pois logo de início ele pede para você escolher a categoria desejada, que pode ser: Sites Pessoais, Sites de negócio ou E-shop, assim, você pode montar gratuitamente seu site para qualquer ramo de atividade.

Wix.com – Essa é uma opção para quem quer fazer um site grátis priorizando o impacto visual, pois são criados sites muito bonitos em Flash, mas neste caso perde um pouco em interatividade e também o procedimento para criá-lo é um pouco mais complicado por ser em inglês.

Mas e agora, Qual devo escolher e por onde começar?

Primeiro você tem que saber o que é prioridade para o seu ramo de atividade: Interagir com clientes, mostrar informações sobre produtos e serviços ou apenas divulgar seu contato e sua marca?

Exemplificando:

Salão de beleza: o mais importante é trazer os clientes geograficamente próximos de você para o seu salão, então primeiramente deve focar a sua marca e os meios de contato e acesso do seu salão mostrando a qualidade do seu trabalho através de algumas fotos de cortes que VOCÊ realizou. Neste caso caberia bem a opção dos sites gratis do wix.com, que apresentaria elegantemente o seu negócio.

Aulas de reforço: Se você dá aulas de reforço, o que mais interessa ao seu cliente é saber se ele realmente vai conseguir aprender e se adaptar à sua metodologia de trabalho. Este é o tipo de negócio que vai exigir foco no conteúdo, textos e artigos, assim é importante um site que você consiga mantê-lo atualizado colocando facilmente textos e páginas, ou seja, o Webnode é uma boa alternativa!

Artesanato ou Bijoux: Para quem faz e vende artesanato e/ou bijouteria, o objetivo principal é mostrar o produto, pois é nisso que seu cliente está interessado! Então o recurso do E-shop do webnote aliado à um álbum de fotos é fundamental.

O que devo colocar no site?

Montando um conteúdo que satisfaça seu cliente e traga ele até você.

De nada adianta você mostrar o computador da sua empresa, o carro, a cara dos donos se o seu cliente está pouco “se lixando” para isso!

É preciso primeiramente entender QUEM é o seu cliente e O QUE vai chamar a atenção dele para seu produto ou serviço, a partir daí conseguiremos identificar o que temos que fazer, o que escrever e quais ferramentas podemos utilizar.

Vamos na prática?

Foque sempre no que o SEU CLIENTE procura. Caso ele procura o seu serviço e seja possível antecipar algumas informações que o prenda mais à você, faça isso, mas lembre sempre de equilibrar entre duas coisas: Não pode privar muita informação de forma que ele “fuja” para o concorrente que mostra mais detalhes, mas ao mesmo tempo, dependendo do serviço, mostrar tudo à ponto que ele não precise entrar em contato contigo para contratá-lo. É difícil ter esse equilíbrio, mas se você conhece bem seus clientes e seu negócio, vai conseguir achá-lo.

No caso de produtos, veja qual é o diferencial e destaque-o, se for qualidade, dê ênfase à isso se for preço, destaque as promoções e mostre os valores!

E depois? É só isso e esperar a os clientes chegarem?

Que bom seria se o site por si só fizesse tudo! Mas a realidade não é essa, principalmente quando falamos de investimento baixo ou zero. Mas vamos ao trabalho que os clientes chegarão!

Quando criamos um site, ele se torna uma “ilha” em meio à milhões de sites, então para o seu cliente encontrá-lo é preciso criar várias portas de entrada, e saiba que isso vai demandar constante esforço principalmente no início, depois os próprios clientes ajudarão e você também entrará na rotina.


Lembrando que este tipo de serviço pode vir a substituir o trabalho de um profissional caso a empresa realmente não tenha recursos. Se você procura um trabalho profissional, de qualidade e com personalidade, busque uma empresa/freelancer especializada no assunto.


Jackson Jorge é webdesigner, webdeveloper, programador, blogueiro e empreendedor.

Acredita e comprova que há imensas oportunidades de sucesso na internet, basta gostar de aprender, pesquisar e arriscar.

Está sempre disposto à trocar idéias, ajudar e aprender.

Outros sites e projetos que mantem:
www.jacksonjorge.com, www.planweb.com.br, www.netevida.com, www.eventosnet.com.br e outros.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>