Trabalhar no Exterior: Desvendando o mito – Parte 4!

Boas a todos!

Primeiramente, peço desculpas pelo atraso na continuação da série. Muitas coisas aconteceram e acabei voltando ao Brasil por motivos familiares. Os últimos 3 meses foram bastante intensos e da mesma forma que sair do Brasil não é fácil, o mesmo vale para a volta!

Dando seguimento ao que interessa, no último post falamos das maneiras em se conseguir uma vaga a distância! Hoje o tópico é: Consegui a vaga! E agora?

Essa é a pergunta que faço: Conseguiu a vaga? E agora? Não sabe por onde começar ou que fazer? Vou te ajudar…

Primeiramente, antes de acertar o primeiro salário que te oferecerem, faça uma pesquisa salarial no Google e veja se o que estão te oferecendo é justo e suficiente para sobreviver! Lembre-se que não dá pra ficar insatisfeito, pedir demissão e correr pra casa dos pais até encontrar outro emprego! Muita calma nessa hora!

Pesquise sobre internet, telefone, tv a cabo, plano de saúde, preços nos supermercados etc… assim você já terá uma noção de gastos básicos mensais e pode ter uma noção do quanto gastará em média por mês.

Passado o extase inicial da satisfação em ter conseguido emprego em outro país, é hora de começar a preparar a partida.

1) Passaporte na mão. De preferência um renovado.

2) Ligue na Embaixada ou Consulado do país de destino e peça a relação de documentos necessários para retirar o visto que lhe será permitido. Esse processo é burocrático e geralmente demorado! Tem muita coisa a ser feita, pois uns países pedem documentos a mais e outros a menos.

3) Acertou uma data com sua nova empresa para começar a trabalhar? Hora então de começar a olhar a passagem aérea! Compre ida e volta, pois as companhias não deixam você embarcar só com bilhete de ida, saindo do Brasil!

4) Já passeou pela cidade onde você irá morar através do Google Street View? Fez uma pesquisa no Google sobre bairros, transporte público, escolas, etc? Ainda não fez? Não deixe pra última hora, jamais!

Reserve um hotel, de preferência, perto do seu trabalho para não se perder pegando ônibus para o lugar errado.

Pesquise no Google o nome de imobiliárias na cidade em que irá morar, anote o nome dos bairros e veja a localização dos mesmos no Google Maps! Toda cidade no mundo tem áreas nobres e áreas mais “pesadas”, que você certamente não gostaria de morar. Para não ser surpreendido na chegada, jé entre em contato com alguns agentes imobiliários bem antes da partida, informe que você está de mudança e que precisa de ajuda para conseguir um imóvel para aluguel. Já informe o nome de alguns bairros que você pesquisou e diga que procura por algo nessa região. Informe se você procura imóvel vazio ou mobiliado. Essa escolha irá influenciar no tamanho da sua bagagem…

O custo de vida varia muito entre países. Uma boa dica seria verificar se perto do bairro de seu escolha, tem bom acesso a transporte público (na Nova Zelandia ia para o trabalho de ônibus e em Portugal, de metrô.  Carro só no fim de semana!). Transporte público é essencial morando fora do Brasil. Faça uma pesquisa sobre as tarifas de trem, metrô, ônibus, etc…

Pesquise também o preço de carros! Dependendo do país, você pode comprar carro extremamente barato.

Pesquise se há comércio perto do bairro e se tem tudo que você precisa. Supermercados, cafés e lanchonetes, lavanderia e farmácia são essênciais perto de casa…

5) Se você tem filhos, pesquise sobre escolas e creches, que ao contrário do Brasil, são excelentes e não sao baratas!

6) Compre um guia de viagem do país e se informe sobre todos os pontos necessários sobre a nação. Política, religião, cultura, clima, vegetação, dinheiro, comida… parece bobagem, mas isso é de extrema importância! Há muita diferença entre o Brasil e demais países do mundo. Atitudes que consideramos normais aqui são consideradas desrespeitosas em outros locais! Portanto, informação é tudo!

7) Levar uma lembrança do Brasil para a pessoa que te contratou tambem é válido, pois demonstra cortesia… mas não vá levar um berimbau, né?! Uma camisa da seleção brasileira é sempre disputada…

Planejamento é essencial para evitar surpresas!

Ate o próximo post, onde falaremos do desembarque!

Marcelo Monte Alto

Mais artigos deste autor »

Profissional de TI com 14 anos de estrada! Ha 3 anos no exterior, ja trabalhou na Nova Zelandia, fez projetos na Australia e atualmente se encontra em terras lusitanas...

7 Comentários

Marcelo Ribeiro
2

Fala ai marcelão, esse cara ai foi uma das boas lembranças que tenho no exterior, nos conhecemos em Portugal e vou esperar novos posts para reforçar algumas ideias, afinal ele ainda não chegou na parte de que nem tudo são flores, também retornei ao Brasil e assim como ele tive também alguma experiência no exterior (México e Portugal) e agora estou de volta ao Brasil e nada como a nossa terra. Um forte abraço meu camara e não esqueça vamos marcar uma biritada pelas bandas de cá.

Marcelo Monte Alto
3

Grande xara!! Vamos combinar sim!! Ainda tenho diversos temas pra escrever aqui nos quais certamente entrarao os contras…
vou te mandar um email…grande abraco…

Olga Celeste Itaborai Rodrigues
4

Ampliando seus horizontes nada o deterá!
Parabéns pelo trajeto que traças.
Olga Itaborai

camilo lopes
5

opa! Excelente post, realmente muito bom, este é outro objetivo que vou precisar desenvolver na minha carreira que é morar fora do país para atuar na area por um certo periodo. realmente curtir suas dicas. hehe. parabens pelo post. que país vc estava? ja tem “resenha” da sua experiencia aqui no blog?

abracos,

Jefferson
6

Muito interessante essa série, está sendo de grande ajuda, eu também pretendo trabalhar fora do país, principalmente por experiência e pela a “aventura” de me arriscar longe da zona de conforto.

” Levar uma lembrança do Brasil para a pessoa que te contratou tambem é válido, pois demonstra cortesia… mas não vá levar um berimbau, né?!”

kkkkkkk

Caramba, quase caí da cadeira imaginando essa situação.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


6 + = dez

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>