Por que os sistemas operacionais pagos são geralmente caros?

Uma questão histórica muito interessante é: “Por que os sistemas operacionais são tão caros?”. Para explicar a realidade e os preços de hoje, teremos que voltar no tempo.

Bill Gates: Fortuna com sistema operacional

Na década de 1980 ocorreu o crescimento e o começo da popularização dos computadores pessoais, mais conhecidos como PC’s. Quais as empresas e pessoas que estavam por trás desse processo? Bill Gates com a Microsoft e Steve Jobs com a Apple.

Apple II: Computadores da década de 80 são o início do que conhecemos por PC

O fato é que o próprio Bill Gates previu que o Software passaria a valer mais que o Hardware. Isso é explicado pela complexidade e necessidade inevitável de se ter um sistema para controlar as peças e pela Lei da Oferta e Procura.

Lei da Oferta e Procura explica os programas serem caros

Mas “Onde a Lei da Oferta e Procura entra na história?”. Vamos analisar o momento atual: temos inúmeras marcas de computadores e notebooks, como Sony, Dell, Toshiba, Phillips. Mas temos poucas empresas que desenvolvem sistemas para computadores. Hoje quase todas elas rodam um único sistema: Microsoft Windows. Quanto mais fornecedores de peça, maior a competição entre eles, maior a oferta, menor o preço. Paga-se mais por aquilo que é mais difícil de conseguir no mercado.

Mas os sistemas pagos também são caros porque é muito difícil uma empresa ou uma pessoa estabelecer um valor, saber o quanto cobrar para algo abstrato e complexo como um programa que controle toda a máquina.

Quanto posso cobrar pelo meu programa !?!?

Por outro lado, o preço poderia ser mais baixo por após o sistema estar pronto, você conseguir vender quantas cópias do programa você quiser sem aumentar o preço de desenvolvimento dele, afinal, ele já está pronto, resta você vendê-lo e embolsar o lucro.

Com o sistema pronto, é só embolsar o lucro!

Mas o preço não baixar é reflexo de outros fatos e explicações, que ficarão para um próximo post. Uma última dica: Quer um sistema que seja bom e barato? Use Linux, é de graça ;)

Lucas Henrique Lima Verde

Mais artigos deste autor »

16 anos, estudante do Ensino Médio, entusiasta de Sistemas Operacionais alternativos, administrador e editor do site de tecnologia Achei o Byte! (www.acheiobyte.com.br)


10 Comentários

@be_bruno
1

Ótimo post!
E gostei do final!
“Quer um sistema que seja bom e barato? Use Linux, é de graça!”

@Dexter
2

Meu deus! O seu editor leu esse post? Bom quanto mais você vende mais gasta-se com suporte a usuário e manutenções. Com aumento da visibilidade aumenta também os ataques. Tirando que o produto se paga pela quantidade de vendas. E uma parte do lucro financia a próxima versão.

Falando sobre linux: é bom e é barato, sim! Mas vamos tentar, pelo amor de deus, colocar pontos de comparação. E quanto comparar não esquece TCO!

Vamos lá, apaga isso e escreve de novo, mas com fatos e não “achismos”!

acheiobyte
3

@Dexter eu faço em relação ao custo de produção do sistema depois de pronto… Não tem nada a ver com o pós venda…
E sim, o produto se paga pela quantidade de venda… Ninguém disse o contrário…
Nada do que eu disse aqui é achismo

Netto
4

Se não existe concorrência, não existe preço justo… Quem vai competir com a Microsoft? Apple? Linux? É claro que não, por isso a Microsoft ganha milhões porque ninguém ainda conseguiu competir em pé de igualdade com ela… porque o sistema operacional da Apple é quase 10% o preço de um sistema Windows? Porque o Linux é de graça? Enquanto não existir um sistema operacional que ofereça os mesmos recursos que o da MS não haverá concorrência, apenas monopólio.
O Lucas está corretíssimo!
Quanto à compatibilidade, porque as empresas investem mais tecnologia compatível com o Windows porque é um mercado capitalista, nós vivemos num mundo capitalista, as pessoas desde a infância são preparadas para “ganhar dinheiro”, todos estudam para o mercado de trabalho… as empresas iriam investir 100% em sistemas gratuítos para quê? Só se forem idiotas… não vejo cenário para concorrência, vejo pessoas querendo derrubar a Microsoft como se fosse “O Grande Irmão” mas não vejo quase ninguém se empenhando em desenvolver um sistema operacional que tenha os mesmos recursos que os da família Windows, não vai mudar isso tão cedo… e olha que a propaganda negativa em relação ao Windows é massiva, e a pirataria ainda é outra coisa que tenta derrubar a MS e consegue? Não, porque não existe concorrência, isto é fato!
Parabéns, Lucas… alguns ficarão revoltados mesmo, mas isso faz parte do jogo, somos críticos…

Frank Migliano
5

Sem dúvida a questão da concorrência é decisiva no alto preço do sistema operacional, mesmo porque, alguém aqui já tentou usar o suporte da Microsoft? Faz-me rir, a recomendação é sempre a mesma, “reinicie o computador”, “reinstale o aplicativo” ou “reinstale o sistema operacional”. Se há despesas para suporte deste nível, com certeza não representa muito no valor final do produto, quanto ao custo de desenvolvimento, este é verdadeiro, mas convenhamos que além da desproporção de valores, considerando que mais de 80% dos computadores do planeta utilizam algum tipo de Windows, os custos de manutenção não representam quase nada neste universo e o de desenvolvimento é pago a cada nova versão do sistema, logo não é à toa que Bill Gates é um dos homens mais ricos do mundo, a mais-valia é astronômica neste tipo de negócio.

Quanto a concorrência do Linux, existe uma questão cultural, difícil de ser quebrada, a cultura do comodismo inerente ao ser humano, “é mais fácil”, “mais óbvio”, “já acostumei”, e ainda a dificuldade de se enfrentar gigantes que fazem parcerias e limitam o mercado, fechando qualquer possibilidade de crescimento de sistemas concorrentes ou que possam oferecer algum risco à seus negócios. Isso faz com que um produto tecnicamente superior, mais estável e gratuito não consiga fazer frente ao concorrente inferior tecnicamente, instável e extremamente caro. Até a IBM desistiu de concorrer neste mercado com o falecido OS/2, e não seria estranho se a Apple não fizesse o mesmo.

Diante de tudo isso somente nós os consumidores poderemos mudar essa situação, somos nós quem ditamos os preços dos produtos, portanto quanto mais e mais usuários deixarem de utilizar um sistema operacional caro e monopolista, maiores as chances dele se tornar mais barato e melhorar a qualidade, inclusive do suporte.

No mundo corporativo, principalmente em servidores, o Linux cresce a passos largos, tanto que o Win2008 melhorou muito em relação ao Win2003 (a concorrência faz bem!), mas no ambiente Desktop ainda é tímido seu crescimento.

Aguardo o próximo Post Lucas, mas dá uma profundidade maior à questão, ficou muito superficial.

Abraços.

acheiobyte
6

Olá Frank,

Muito obrigado pelo Feedback…
Vou tentar melhorar a qualidade e voltar a postar aqui…
Não é fácil hehe, mas vou tentar.

Abraços…

GRZ
7

@Dexter: É errada sua afirmação que quanto mais se vende mais se gasta com manutenção e suporte. Os clientes da Microsoft raramente ligam pra ela pedindo suporte – eles pesquisam na internet e resolvem por sí próprio. Ela desenvolve as atualizações de segurança mas isso não é um custo a mais já que a “garantia” sempre está embutida no preço do “produto”.

Os Windows é caro porque a Microsoft não tem concorrência! Sabe quanto custa o MAC OS X ?
US$ 30,00 dolares apenas.

MLS
8

Acho que o único problema do Linux é a falta de apoio das grandes companhias de software isso é por que o que o usuário busca é aquele programa que ele está habituado, imaginem se a Adobe lança o CS6 pro Linux também. MacOS tem um potencial muito grande, mas não roda em qualquer maquina. Nos Estados Unidos a utilização do suporte é muito grande, principalmente entre usuários mais velhos, acredito que aqui também. Linux é forte no setor empresarial porque as empresas têm uma equipe TI para dar o suporte, e senão tivesse? O suporte da Microsoft para empresas é relativamente bom, mas é caro.

Daniel
9

Boas,

Discordo com o titulo do artigo. Bom, antigamente de fato poderia ser pouco acessivel a compra de sistemas operacionais. Uma licença do windows por exemplo, devia ser cara. Mas acredito que isso vem mudando. Eu, por exemplo comprei uma licença original do windows 7 Ultimate e paguei apenas R$ 400,00. Não acho que isso seja caro. Quanto ao fato de usar linux, é uma boa alternativa pra quem não quer gastar $$ :). O linux é um otimo sistema operacional, mas acho que ainda vai demorar até ele ser um OS utilizado pela maioria dos usuarios comuns. Acredito que hoje a maioria das pessoa que utilizam o Linux são pessoas que trabalham com T.I. e não usuarios comuns.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


um + = 6

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>