Vale a pena investir na carreira de desenvolvedor mobile

O setor de tecnologia da informação sofre com a falta de profissionais qualificados. Como esta é uma área em constante inovação, surgem novas necessidades e, por consequência, novas ‘profissões’. Uma carreira que está em expansão e já sente – e muito – a carência de profissionais é a de desenvolvedor de aplicativos para aparelhos móveis.

Atualmente, o mercado de TI emprega 1,2 milhão de pessoas, mas faltam cerca de 90 mil profissionais, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). É grande o déficit no setor e se o quadro atual se mantiver, em 2013, serão 200 mil vagas em aberto.

Para os desenvolvedores mobile os números também são impressionantes. Em um estudo intitulado America’s Tech Talent Crunch, o site de carreira em TI www.dice.com descobriu que os anúncios de emprego para desenvolvedores em Android aumentaram 302% no primeiro trimestre de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado. Já para desenvolvedores em iPhone, as vagas cresceram 220%.

Os números mostram que há muitas oportunidades no setor e este crescimento não é por acaso. Desde o ano passado houve um boom de smartphones e tablets. Os aparelhos móveis estão cada vez mais populares, no Brasil e em todo o mundo, e há a necessidade de criar softwares para estes dispositivos. As empresas precisam oferecer facilidades e diferenciais aos consumidores para se destacarem.

Companhias dos mais variados segmentos também já descobriram os benefícios que a mobilidade pode trazer e, por isso, há demanda por desenvolvedores de aplicativos móveis corporativos. Além dos eventos mundiais que acontecerão no Brasil – a Copa, em 2014, e os Jogos Olímpicos, em 2016 –, que têm incentivado os investimentos em tecnologia e, consequentemente, em mobilidade.

Para suprir esta ausência de profissionais, as empresas vêm buscando algumas alternativas. A contratação de pessoas com algum conhecimento em desenvolvimento de sistemas para capacitá-las internamente para atuar com os aplicativos móveis é uma delas. Outras organizações têm optado por terceirizar partes dos projetos para outros países, como a Índia e a China.

Mas é claro que seria bem melhor se as vagas fossem ocupadas por profissionais brasileiros. Os que não querem perder estas oportunidades devem estar dispostos a estudar muito para acompanhar o mercado. Estar atualizado e entender de negócios e processos também são requisitos básicos, principalmente, para quem pretende trabalhar em grandes empresas. Outro quesito avaliado na hora de contratar é o conhecimento nas linguagens .Net e Java, J2ME, Objective C (iPhone e iPad), além do conhecimento de Banco de Dados.

A TI é uma área que oferece boa remuneração e com a carência de profissionais os salários ficam ainda mais atrativos. Para os desenvolvedores mobile, os valores variam entre R$ 180,00 a R$ 220,00 por hora. Também há oportunidades para trabalhar com projetos que custam entre R$ 20 mil e R$ 60 mil em média – mas estes números podem ser maiores dependendo do tamanho da Aplicação.

Para trabalhar com TI é necessário investir na carreira porque a profissão exige o conhecimento da técnica. O ideal é ter um conhecimento geral da área e se especializar em algum setor. A carreira de desenvolvedor de aplicativos para aparelhos móveis está em alta e a tendência ficar cada vez mais aquecida, afinal, a venda de tablets e smartphones só aumenta. Vale a pena investir nesta profissão!

9 Comentários

Marcos
4

Quando aparece aqui, alguém falando que R$ 180,00 a hora é absurdo pois isso não é a realidade do mercado como todo desenvolvedor sabe, os criadores da matéria não ligam pois pensam: “-Esses devs iniciantes, que ganham salário de estagiário devem ficam irritados pois não ganham tudo isso. Por isso metem o pau na matéria.”. Sou desenvolvedor há 7 anos, focado em aplicações corporativas, web, alta disponibilidade, especializado em Java, com varios cursos, varios livros lidos e no momento estou estudando desenvolvimento para Android. Esses valores, 180,00, 220,00 não é o que você desenvolvedor recebe. Isso é o que a consultoria escravatória e exploradora do trabalho cobra do cliente, enquanto para você é pago, a mixaria. Sim futuros devs, galera que está entrando no mercado agora. Quem ganha isso por mês, é gênio(que existem, mas são poucos). Portanto colocar aqui esses valores como sendo o padrão atual do mercado é realmente muita falta de pesquisa, conhecimento e responsabilidade. Sinto muito, é impossível dizer o contrário lendo a matéria e conhecendo bem o mercado brasileiro de TI. Como um sábio disse um dia: Já não precisa ter curso superior para ser jornalista, agora, jornais/sites/revistas por favor, façam o teste do pezinho antes.. kkkk. Deveriam realmente corrigir isso, o cara que coloca esses valores ai, ouviu o galo cantar, não sabe onde e sai passando pra frente como se fosse a verdade. A mídia na internet está uma porcaria, DESINFORMA mais do que informa.

Por fim, faço um desafio ao autor, diretor geral da empresa: estou me especializando em desenvolvimento mobile, já estou no Android e estou indo para o iOS logo. Envie para o meu e-mail as vagas que você tem, se você pagam esses salários nas vagas mandar meu currículo e quem sabe teremos, nós, a empresa, um futuro muito bom, e nesse caso em envio outra mensagem aqui, colocando os pingos nos ís de tudo que eu falei. Ta feita a proposta.

jhonnys
7

Matéria publicada há mais de um ano e com a mesma irresponsabilidade e falta de compromisso com a verdade. A verdade é que o mercado de ti está piorando, com cada vez achatamento de salários, subcontratação por terceirização e importação de manes da China e da Índia que sujeitam a trabalhar o dobro da carga horária. Pela metade do preço. Nem aqui no Brasil e em lugar algum o profissional de ti é valorizado pelas madrugadas que perde estudando, pelo alto investimento que faz, não tendo sequer regulamentação da atividade, sendo lembrado apenas na hora que o DB, sistema ou site dá pau. PROFISSIONAIS TI, sem mentiras e iludibriaçao, por favor, estou na área e vejo como é…

Jackson Caset
8

jhonnys,

Este é um artigo de opinião escrito por “João Moretti, diretor geral da MobilePeople”.

O PTI apenas publica os artigos de autores e não necessariamente a opinião dos mesmos é a mesma dos mantenedores do PTI.

Mesmo assim, é o seu ponto de vista, que pode estar certo ou não.

Obrigado por participar. Abraço!

roberson
9

Marcos disse tudo nem vou comentar mais sobre isso, sempre oferecem salarios altos em posts materias isso é raro a realidade é outra, no curso que faço de computação há pessoas desistindo por que sabe que a realidade lá fora e outra coisa não é o que falam nas mídias. Cheguei a ouvir que um mestre de obras ganha mais que um profissional de TI, fique claro aqui que não estou desmerecendo esta profissão que rala pra caramba que é mestre de obras, toda profissão e digna e cada uma delas merece o devido respeito apenas fiz uma comparação que outros sites já fizeram, portanto as mídias deveriam parar de iludir com isso que TI paga tanto e falta profissionais, quem não desanima por exemplo a pessoa estuda faz cursos gasta, como estou fazendo, pra depois ganhar uma mixaria e ser desvalorizado e ainda sem ser reconhecido. Continuo estudando na área de TI meio desanimado mas continuo estudando investindo em cursos fora o curso da faculdade, pretendo me especializar futuramente em uma área que ainda estou vendo decidindo, ainda em dúvida. Mas que desanima, isso sim a realidade é outra a mídia tenta mascarar as coisas como elas realmente são. Deve-se dar mais valor a está área, senão cada vez mais vão faltar profissionais sim, pessoas que conheço terminou o mesmo curso que eu estão fazendo outro curso fugiu digamos assim, por que pela falta de valor que esta atualmente, ai vem um e fala ha ta faltando profissional, não e bem isso não eu continuo insistindo e teimando em TI por que eu gosto e tenho sonhos objetivos mas senão ja teria partido para outra área, essa e minha opinião.

Hugs.
Thank you very much my friends, see you next time.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


seis + = 11

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>