Bing pode estar a venda e Facebook seria um possível comprador

Será que o mecanismo de busca da Microsoft está venda? Bing é o motor de pesquisa da Microsoft, concorrente do Google e do Yahoo!, e foi lançado em Junho de 2009 pela empresa. Em março deste ano mais de 30% das buscas nos EUA utilizaram o buscador Bing, o que demonstra um crescimento de 5% em relação a fevereiro, e uma queda surpreendente de 3% do Google.

Mesmo com esses dados, alguns executivos da empresa parecem não satisfeitos com o rendimento do buscador desde que foi lançado. Ano passado o jornal mais famoso do Estados Unidos, The New York Times, afirmou que o Bing é uma distração para os negócios da Microsoft e custa em torno de 2 milhões e meio de dólares anualmente para a empresa. Segundo a reportagem, o Bing seria melhor aproveitado se fosse vendido para o Facebook, ou até mesmo para a Apple.

Desde então há diversos rumores sobre a venda do buscador, mesmo com o pronunciamento do CEO da Microsoft, Steve Ballmer, negando a possibilidade da negociação. Segundo Ballmer, o Bing é “uma estratégia ativa para a companhia”, com benefícios que podem ser aproveitados como um todo. No entanto, tudo indica que alguns dos principais executivos da Microsoft continuam levando adiante a idéia da venda do Bing para o Facebook como uma melhor estratégia de lucro.

De acordo com o The Times, fontes não identificadas dentro das duas empresas revelaram que alguns empresários da Microsoft procuraram o Facebook para saber se havia interesse pela compra do buscador Bing, mas Mark Zuckerberg descartou a hipótese. Zuckerberg afirmou que sua empresa tem muitas coisas para se concentrar no momento e não seria viável a compra de um buscador. Mesmo com o pronunciamento do fundador do Facebook, parece que os empresários não desistiram da venda do Bing.

O fato é que para esses executivos, o buscador da Microsoft não passa de uma pedra no sapato do Google, nada mais do que isso. Eles não o vêem como algo promissor para o futuro da Microsoft. Se assim for, torna-se muito estranho que a Microsoft continue integrando o Bing em seus produtos e contratando grandes nomes da engenharia computacional para trabalhar na empresa.

Tudo indica que a gigante está se esforçando ao máximo para fazer o Bing se transformar em um gerador de receita. Não se sabe se o buscador está a venda secretamente ou se são apenas rumores. Será que Ballmer voltará em sua palavra e aceitará a venda do Bing?

Se estiver mesmo a venda, tomando como base a compra do Instagram pelo Facebook por $1 bi, qual seria o valor do Bing?

Com informações de  ZD Net e Business Insider.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


× 5 = trinta

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>