Carro autônomo do Google já pode ser testado em rodovias

carro do google

Você já ouviu falar em carros autônomos? Se não, saiba que este é considerado o carro do futuro, e não se engane, estamos falando de um futuro muito próximo. Nesta segunda-feira, o Departamento de Veículos a Motor do Estado de Nevada, aprovou uma licença que libera a empresa Google a testar seus veículos autônomos em rodovias do estado. Para que fosse liberada a licença, a empresa teve que fornecer informações detalhadas de onde eles planejavam fazer os testes e em quais condições, além de fazer um seguro de U$ 1 milhão.

Nesta fase de testes, o carro deve ter duas pessoas dentro, um no volante e outro como passageiro, para que se for necessário um motorista assuma a direção do veículo. Sua placa é vermelha e possui o símbolo do infinito, um meio mais fácil de serem reconhecidos pela população quando estiverem em trânsito. Depois da fase testes, a placa terá sua cor alterada para o verde.

O carro autônomo possui uma câmera de vídeo no teto, sensores de radar e mira a laser para codificar outros carros e obstáculos. Sendo capaz de guiar os passageiros a seu destino de chegada sem que haja a interferência de um motorista, desta forma você pode escolher o destino e relaxar durante a viagem. Ele promete te levar pelo melhor caminho, de forma segura, sem que você tenha que se preocupar com qualquer coisa. Além disto, o seu projeto promete muitas outras vantagens, tais como:

  • Menos acidentes de trânsito, pois o sistema autônomo é mais confiável quando comparado aos condutores humanos.
  • Redução de congestionamento de tráfego, devido à menor necessidade de se deixar uma lacuna de segurança entre um carro e outro.
  • Melhor capacidade de gerenciar o fluxo de tráfego.
  • Otimização do tempo, já que os carros robóticos podem encontrar um caminho mais rápido para ir de um lugar a outro, levando em conta sua atualização sobre congestionamentos em todas as rodovias próximas.
  • Reduzir o consumo de petróleo e a poluição do ar por meio de uma melhor gestão do fluxo de tráfego em grandes cidades.
  • Inclusão de motoristas. Esse é um ponto interessante para se pensar! Uma vez que os carros são autônomos, não importa quem são os ocupantes, se são jovens ou velho demais, psicologicamente incapazes de dirigirem ou portadores de algum tipo de deficiência, todos poderão se locomover de um local ao outro sendo guiados pelo sistema robótico.
  • Eliminação de passageiros desnecessários. Se você quer enviar seu carro a mecânica, ele pode ir agora sozinho.
  • Solução para a escassez de estacionamentos públicos. Os carros deixam os passageiros em seu destino e procura uma vaga livre para si próprio em qualquer lugar e volta para buscar os ocupantes quando for necessário.
  • Compartilhamento de carros. Desde que os carros tradicionais passam mais de 90% do seu tempo ociosos, com o sistema autônomo pode-se impulsionar o compartilhamento de serviços e reduzir o número de veículos em todo o mundo.

Diante deste futuro tecnológico tão próximo, só nos resta aguardar os resultados dos primeiros testes em rodovias e ver como eles se sairão na prática.

Com informações de Arstechnica e Wikipedia.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


+ 2 = cinco

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>