O verdadeiro valor de TI: Evitar as armadilhas de valor – As armadilhas da visibilidade

Olá Caros leitores!

Continuando a nossa série de posts, após darmos uma introduzida no assunto, que pode ser lido aqui, vamos falar sobre como evitar as armadilhas de valor. As armadilhas de valor são hábitos que parecem bons aos olhos da TI, mas na realidade trazem problemas. As armadilhas de valor criam barreiras entre a TI e a organização. Estas estão presentes na cabeça dos executivos de TI e do negócio, chegando ao ponto que a única saída é buscar novos ares. Basicamente não falaremos de processos, ferramentas e tecnologias, mas sobre comportamentos.

Armadilhas da visibilidade: Que é sobre a maneira que a TI proporciona e comunica seu valor para o restante da empresa.

Não deveríamos ter de falar sobre nosso desempenho; ele fala por si

As pessoas prestam atenção a aquilo que lhes é apresentado. Se a TI não se mostrar para mostrar seu valor a empresa, ninguém fará isto pela TI, e a TI não será reconhecida. Você já viu o gerente de vendas da empresa não se vangloriar pelas vendas do mês ou pelo market share alcançado no ano? O executivo de TI precisa apresentar o valor gerado pela TI em uma linguagem entendida pelos executivos do negócio.

TI é o custo em se fazer negócios

Existem custos para administrar o negócio (TI) que são necessários para manter a operação. Um bom exemplo é a infraestrutura de TI. A medida de valor para esta atividade é o melhor preço para a qualidade adequada. Existem custos/despesas da TI que suportam o crescimento da empresa, e que ajudam a transformar o negócio. Vamos pensar nos bancos. A internet transformou a maneira como se relacionam com seus clientes. Quanto tempo faz desde a última vez que você foi em uma agência bancária pagar suas contas?

Os gerentes de TI produzem tecnologia de ponta para a empresa

O papel da TI não é produzir tecnologia, é produzir resultados para o negócio através da tecnologia. Lembre-se: “não é sobre TI, é sobre resultados para o negócio”. Utilizar tecnologia de ponta não é importante para a empresa, a não ser que isto traga resultados. Todo projeto de TI não é de TI, é projeto da empresa, suportado por TI. Um projeto de implantação de um ERP, é um projeto que tem, entre outros benefícios, a automatização dos processos de negócio, produtividade, o aumento do controle dos produtos, garantir os prazos de entrega e etc.

No próximo post falaremos sobre as armadilhas das desculpas.

Até lá!

Fonte: Livro “O verdadeiro valor de TI”

Emerson Dorow

Mais artigos deste autor »

Certificado em ITILv2 Foundation, Cobit v4.1 Foundation, Linux Professional Institute (LPI) Nível 1 e IBM Tivoli Monitoring Deployment V6.2 Professional. É graduado em Sistemas de Informação pela Uniasselvi Blumenau e pós-graduando em Governança de TI pelo Senac Florianópolis, e atua como Administrador de Sistemas Tivoli e suporte Linux/UNIX na Senior Sistemas na área de Infra-Estrutura. Estudioso de assuntos referentes Gestão de Serviços de TI e Governança de TI e tecnologia em geral.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


− 4 = três

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>