Destaque-se na busca por uma vaga de emprego

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Ola pessoal!

A partir de hoje contaremos com o ilustre conhecimento de Leila Beatriz Berns, especialista na área de recursos humanos, que trará vários assuntos relacionados ao mercado de trabalho.
Neste primeiro post, você conhecerá as melhores formas de se apresentar a uma empresa tanto de tecnologia quanto de outras áreas.

Fique a vontade para comentar e questionar o que achar necessário. Aproveite!!!

Como posso destacar meu currículo numa seleção?

O currículo geralmente é seu primeiro contato com a empresa contratante, e ele pode ser decisivo, abrindo ou fechando portas em relação ao processo seletivo!
É importante para sua carreira que saiba chamar a atenção da empresa neste primeiro contato sem exageros e informações desnecessárias.As dicas a seguir serão colocadas em uma ordem que facilite a compreensão do selecionador, cronologicamente e organizada (isso também conta nesta primeira avaliação!)

Primeira dica:
Pense sempre como recrutador, e não como candidato em cada etapa da elaboração de seu currículo!

Como um currículo chamaria minha atenção para determinada vaga?
O que é importante eu saber desta pessoa antes de um contato pessoal?

Então, mãos a obra!!!

Dados Pessoais
Seu nome!! Ele deve ter muito destaque no currículo, pois é seu maior diferencial (o recrutador precisa lembrar do seu nome). Colocar em destaque o nome completo (sem abreviações). Abaixo dele pode aproveitar e informar sua idade, estado civil, endereço, telefones e email de contato, se possui carteira de habilitação e filhos também é importante mencionar.

Objetivos
É imprescindível que coloque esta informação, afinal, o recrutador precisa conhecer seus objetivos, saber “para quê” seu currículo foi deixado na empresa. Seja o mais claro e direto neste momento, quais setores, áreas ou funções exatamente pretende atuar?
Ah, você ainda não sabe? Qualquer vaga serve?
Aí pode complicar, pois, o recrutador pode se interessar pelos que já saibam isso!

Dica: comece a buscar informações sobre as atividades/mercado de trabalho, veja com quais delas mais se identifica, faça um teste vocacional, busque saber com o que quer atuar, pois é muito mais fácil alcançar o sucesso quando definimos nossos objetivos. Quem não sabe para onde vai, qualquer lugar serve…não é mesmo?
E como recrutador? Você buscaria alguém que sabe o que quer ou quem procura qualquer atividade?

Formação Acadêmica
Coloque apenas a última formação, pois, o recrutador entende que se está na faculdade é porque já concluiu o Ensino Médio (certo?). Salvo em caso de possuir um Curso Técnico e Especializações que é importante relacionar também. Lembre-se da Instituição e o ano de conclusão.
Por exemplo:

  1. Pós Graduação – Gestão de TI – Instituição Z – Conclusão: 12/2009
  2. Bacharel em Sistemas de Informação – Faculdade X – Conclusão: 06/2008
  3. Técnico em Programação – Colégio Y – Conclusão: 12/2004

Cursos
Aqui é necessário informar os que realmente fizeram a diferença para sua carreira, de preferência dos últimos 5 anos, e APENAS os que realmente você ainda lembre o que aprendeu e que pratique efetivamente. Parece crueldade, não é? Mas se você fez um curso de datilografia há 10 anos, ele não fará “a diferença” em seu currículo ou ainda, um curso de Corel Draw há 1 ano, mas você não sabe mais utilizar pois perdeu contato com o programa.
É importante também relacionar a instituição e o ano em que concluiu.
Por exemplo:

  • Adminsitração de Banco de dados Oracle – XYZ Treinamentos – 2005
  • PL/SQL – WXZ Treinamentos – 2006

Experiência profissional
Outra informação importantíssima!!
Além de mencionar as empresas, a função e o período que trabalhou, é importante relacionar as atividades desenvolvidas, pois é muito comum a mesma função exercer atividades diferentes em determinadas empresas. Mencione com quais programas ou sistemas trabalhou/desenvolveu e todas as informações importantes.

Cabe também, destacar as metas que atingiu e/ou mudanças que implantou naquele período. Por favor, seja objetivo neste espaço! Coloque as atividades mais relevantes ao cargo que está buscando, pelo menos as últimas 4 ou 5 empresas.
Por exemplo:

X YZ Sistemas Ltda
Cargo: Analista de Sistemas – 01/2002 – 09/2008
Coordenação equipe programadores, análise e gerência de projetos, atendimento a clientes e fornecedores.

Informações Complementares
Neste espaço podem ser relacionadas algumas atividades que não se enquadram nas anteriores. Não são experiências, nem cursos ou formação acadêmica. Focando na função que relacionamos lá no início, quais atividades que eu faço e podem influenciar positivamente?
Trabalhos voluntários (onde?, desde quando?), intercâmbios realizados (onde?, quando?), algum esporte ou atividade paralela que limite horários, se possui veículo próprio (se necessitar para a vaga), disponibilidade para viagens ou mudança de cidade, entre outras.

Estética/Apresentação
Seja criativo, saia do “usual” e arrisque um layout diferente e original que seja realmente “sua cara”. Sem exagerar nas cores, nas letras que não são muito legíveis, pois acima de tudo, precisa se fazer entender através deste currículo. Lembre-se de datá-lo ao final!

Curiosidades

  • Um recrutador, durante a primeira triagem, leva em torno de 30 segundos para analisar um currículo e pré-selecionar ele ou não para a próxima etapa. É interessante utilizar apenas uma ou duas páginas (sem carta de apresentação ou capa)
  • Você precisa comunicar tudo com muita clareza e objetividade!
  • Quando você cadastra seu currículo em uma agência, é importante relacionar todas experiências profissionais, mesmo que não estejam relacionadas ao cargo pretendido para que possam analisar seu desenvolvimento/crescimento e não correr o risco de chamá-lo para uma oportunidade em uma empresa em que já trabalhou. Pode também ser positivo já ter trabalhado nela ou em determinado ramo de atividade logo, toda informação é bem vinda no cadastro!
  • Verifique erros gramaticais, abreviações e veracidade nas informações repassadas, isso pode até chamar a atenção do recrutador, mas não positivamente!

Ufa, quanta coisa!!
É… realmente não é fácil organizarmos nossa “apresentação” em um “simples papel” ou “cadastro”… e também não é fácil para o recrutador identificar um potencial apenas por esta apresentação. Pode até ser uma avaliação “injusta” em alguns casos, mas precisamos de uma ferramenta para encontrar a pessoa que mais se encaixa na vaga, e esta é uma das mais utilizadas!

É importante manter seu currículo sempre atualizado, mesmo que não esteja efetivamente procurando outro trabalho, afinal, podem aparecer oportunidades melhores!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Leila Beatriz Berns

Mais artigos deste autor »

Bacharel em Administração; Sócia-Administradora, Consultora e Palestrante da People. Instrutora da Treinare e CED Educacional com cursos voltados à Gestão de Pessoas. Membro da diretoria da ABRH – Blumenau.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">