Concordo plenamente: PHP não é coisa de moleque

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Hoje estive navegando no blog de Felipe Ribeiro, um desenvolvedor web, que assim como eu, programa em outras linguagens mas (pelo que vi) é apaixonado mesmo pelo PHP.

No pouco tempo que tive para dar uma vasculhada em seu blog, descobri alguns blocos de scripts interessantes e um post em especial que me chamou muito a atenção.

Leio por aí muitos desenvolvedores descendo o cacete no PHP. Uns dizendo que é linguagem para iniciantes, outros dizem que não tem boa estrutura de programação e dizem também que não “guenta o tranco” de aplicações mais robustas.

Aos que pensam desta forma ou para aqueles que ainda não conhecem o PHP, deem uma olhada no slide que o Felipe apresentou no I Encontro de desenvolvedores PHP da Paraíba.

Vejam outros slides do Felipe aqui. e o post original aqui.

Tirem suas conclusões e comentem sobre o assunto.

Abraço!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

14 Comentários

Klaus Peter Laube
1

Também concordo plenamente! Programo PHP há 4 anos e não entendo esse “preconceito” com a linguagem… se fosse tão ruim não seria a linguagem “top” no desenvolvimento web.
Ela não é versátil como Java, Ruby, Python, etc. (essa história de PHP+GTK soa muito forçada para mim) Mas para o que ela se propõe (desenvolvimento web) é uma excelente linguagem.
O que não pode acontecer é os desenvolvedores PHP se acomodarem como os Java, e ficarem fechados a novas tendências achando que estão no topo (como eu já fiz). Um bom programador é aquele que sabe reconhecer as qualidades e defeitos do seu ambiente de trabalho e busca suprir todas as necessidades para alcançar o seu melhor…

Elton Allan Lescovitz
2

Não sou programador PHP, más conheço várias aplicações que confirmam o que foi apresentado no slide. Quem navega na internet, e conhece um pouco de Informática, sabe que a maioria do sites que navegamos são desenvolvidos em PHP. Então podemos chegar a conclusão que quem critica essa linguagem não entende nada de informática voltada a web.

Klaus Peter Laube
3

há vale lembrar… que graças ao PHP as aulas de Estrutura de Dados na faculdade foram “baba”. Graças a sintaxe do PHP que é muito semelhante com a do C.

Klaus Peter Laube
4

Hum Elton! Concordo com seu comentário… menos com a parte “Então podemos chegar a conclusão que quem critica essa linguagem não entende nada de informática voltada a web”. Eu não chego a essa conclusão…

Se quantidade fosse fator “supra-sumo” para estabelecer um consenso, o I.E. 6 seria o melhor navegador existente! E tanto eu como (eu espero) você sabemos que o navegador que tem mais atributos para ser enquadrado como “melhor” é o Opera, que se possui 2% da fatia do mercado é muito! (mas o que é melhor para mim, pode não ser o melhor para você….)

Quem critica essa linguagem (de forma racional) tem seus motivos, e garanto que entendem de informática tanto quanto ou mais do que eu e você juntos (conheço muita gente mais inteligente que eu, que simplesmente não gosta de PHP e mostra suas razões, assim como eu não gosto de Java e mostro minhas razões). Um exemplo, na documentação do Django (framework Python) eles criticam “implicitamente” o PHP, na primeira vez que eu lí quase desistí de estudar a framework, mas depois de conhecê-la e de produzir com ela, tenho que dar o braço a torcer pros caras, eles tinham razão em fazer aquela comparação crítica. Outra, o Django dá crédito ao PHP pelo fato de que o seu sistema de templates (hoje usado também pelo Google App. Engine) foi inspirado na maneira como se escreve PHP mesclado ao HTML.

Criticar o que é usado pela maioria não é sinônimo de “não entender nada sobre o assunto”. Podemos pegar muitas personalidades das artes plásticas, música, literatura, política, religião e inclusive informática como prova (vide o Software Livre, que sem ele não teríamos Apache e muito menos PHP). As vezes pode significar inteligência… genialidade… que muitos por não compreender rotulam como “maluquice”, “fanatismo”, “ignorância”, etc.

Otávio Calaça
5

Muito interessante realmente essa palestra.
Fala tudo que vivo dizendo para aqueles programadores java e .Net que insistem em dizer que PHP é para amadores ou coisa de criança. Vou postar sobre isso no POOMAX.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">