Google Analytics com User Agent Switcher, controle geral

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Quem gerencia um website sabe o quão importante é analisar as informações de seus visitantes. Para isso existem muitas ferramentas, mas a mais usada, e talvez a mais conceituada, é o Google Analytics.

Ele gera relatórios das mais diversas informações: acessos, taxa de rejeição, palavras chave, recursos do navegador, pageviews, entre outras dezenas de informações úteis.

Mas existe um pequeno problema, que é quando o site esta em manutenção ou esta sendo atualizado pela equipe (como o PTI, por exemplo). Como o webmaster pode saber realmente quais são os acessos dos visitantes e os da sua equipe?

Por este motivo as estatísticas podem até ter uma margem de erro acima dos 50%.

Se a equipe usa um ou mais links fixos de internet, pode-se bloquear o cálculo de estatísticas para esses determinados IP’s através dos filtros do Analytics.

Para criar um filtro, vá para a página de “Visão Geral”, selecione o site cadastrado que queira adicionar o filtro, clique em gerenciador de filtros e clique em Adicionar Filtro. Dê um nome para ele e selecione a opção “Excluir todo tráfego de um endereço IP”. Digite o IP para ser bloqueado (lembrando que antes de cada ponto deve-se pôr uma contra barra, pois trata-se de uma expressão regular) e adicione o site que vai receber o filtro.

Mas se o IP é fornecido dinamicamente não será possível aplicar esse filtro pois, não se sabe o IP que o link receberá.

Uma solução seria o plugin para o firefox, o User Agent Switcher. Esse poderoso plugin é capaz de fazer seu firefox “se passar” por qualquer user-agent. Você pode até criar seu próprio user-agent, o que é ideal para o nosso problema.

Após instalá-lo em seu firefox, vá em Ferramentas > User Agent Switcher > Options > User Agents. Crie uma descrição para reconhecimento, o user-agent, o nome, versão e plataforma (pode-se usar ‘Linux i686′).

A resolução do problema seria o seguinte: Criar um user-agent que seria impossível existir (como o nome da empresa, por exemplo) e que você certamente reconheceria.

No google Analytics é so criar um filtro bloqueando o navegador do visitante – selecione a opção filtros personalizados em “Tipo do filtro”, marque a opção excluir. Em Filtrar campo, selecione “‘Navegador do visitante”. Em Padrão de filtragem, adicione o user-agent que criou.

Agora é só instalar o plugin em cada máquina que faz o acesso ao site. Quando for acessar o site, clique em ferramentas > User Agent Switcher e selecione o user-agent criado. Assim os acessos para este fim não serão considerados.

Mas lembre-se de ressaltar para a equipe a importância de fazer este procedimento. Talvez nem todos o farão, mas com certeza seus relatórios serão mais precisos.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Cleiton Junior Mittmann

Mais artigos deste autor »

Graduando em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pelo Centro Universitário de Jaragua do Sul - UNERJ. Formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC em Eletrônica da Computação.
Profissional na área de TI desde 2008, atuando como Webmaster e Suporte Técnico.
Sou defensor dos padrões Web, técnicas White SEO e Software Livre.
Usuário Linux registrado #484649, utilizo Ubuntu e ferramentas livres.


2 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">