A importância da educação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Ano passado escrevi um artigo intitulado “se você quer ser rico e feliz não vá para escola”, naquela época, estava decepcionado, pois via muitas celebridades e políticos ganhando rios de dinheiro e nem sabem falar direito, enquanto a gente passa a vida inteira estudando para ganhar apenas para a sobrevivência.

Mas desde aquela época até agora, pensei melhor e não quero ser como eles, vendo o histórico desse pessoal, eles ganham dinheiro por pouco tempo e se os brasileiros se inspirassem em outros exemplos, certamente estaríamos em outro patamar.

Apesar do saudosismo de muitos, penso que estamos vivendo no melhor período da história, ou seja, as coisas nunca foram tão fáceis, nunca tivemos tanta tecnologia, o acesso a informação está praticamente de graça ou ao um custo muito baixo.

Imitamos tantas coisas dos países ricos, mas não copiamos deles a importância que damos a educação, a maioria dos países ricos mais da metade da população tem nível superior, enquanto o Brasil fica em torno de 15%.

Tem uma frase ouvi uma vez “se você acha educação cara, experimente e ignorância”, é a mais pura verdade. Conheço pessoas com potencial incrível, mas que tem preguiça de estudar ou ficam arrumando desculpas para permanecer onde estão. Ficam reclamando que não conseguem arrumar emprego, pois os requisitos são muitos altos, mas note que as pessoas com nível médio e superior está aumentando cada vez mais e somente o diploma não é mais garantia de emprego.

Vejo que o diferencial está em dois ponto: cursos extra-curriculares e experiência. Cursos extra-curriculares são aqueles que são conhecidos como cursos livres, ou seja, você faz por livre e espontânea vontade, não precisa necessariamente pagos, pois existem várias escolas virtuais que dão cursos de graça e as presenciais são pagos. Canso de ver pessoas que saem da faculdade e acham que sabem informática e nem se quer sabem formatar um planilha no excel, cursos livres são um belo diferencial em seu currículo.

O segundo ponto e acredito que mais importante é a experiência, mas sempre ouço aquela queixa, se não me derem um emprego, como vou adquirir experiência, se você realmente quer trabalhar numa determinada área, sugiro que trabalhe um período de graça para adquirir a experiência, mas já sei, eu tenho filhos e outras contas para pagar, como vou trabalhar de graça? Bem, tem um amigo meu que estava cansado do trabalho e fez “um acordo” com seu chefe, e entrou no seguro desemprego. Nesses 5 meses, ele se entregou de corpo e alma, de graça, para ganhar experiência, mas a pessoa que deu a chance a ele, ficou tão contente com sua disposição ao trabalho e em aprender que no segundo mês, já registrou ele em carteira. E ganha 2 vezes mais do que no seu trabalho anterior, então vale se arriscar.

Principalmente na área da informática, os salários são altos, sobram vagas, mas parece que as pessoas querem continuar limitando seus conhecimentos ao orkut e msn. Cursos de qualificação nessa área estão em torno de 1 mil reais, com duração média de 2 meses e com alto índice de empregabilidade.

Para terminar, nunca deixe de estudar, mesmo você que já se formou em algum curso superior ou técnico, continue fazendo cursos livres e para aumentar seu conhecimento, quem sabe, comece a dar aulas e você terá questionamentos nunca vistos antes.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">