Cuidados com a postura podem evitar dores pelo uso constante do computador – Parte 3

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Leia a parte 1 e a parte 2

Pausas fazem toda a diferença

Uma das dicas mais comentadas a respeito de qualidade de vida no trabalho é realizar pausas na utilização do computador com exercícios de alongamento e distensionamento. E não é por acaso. “Quando o profissional realiza estas pausas periódicas, ele estimula a circulação sanguínea e alonga e distensiona alguns músculos que ficam geralmente estáticos. Os resultados são muito bons”, comenta Kelly.

A fisioterapeuta aconselha pausas de hora em hora para funções que exijam digitação constante. O tempo da pausa é de, no mínimo, cinco minutos. “O máximo de tempo que uma pessoa deve ficar sentada em frente ao computador é duas horas”, complementa ela.

Alongamentos

Durante as pausas, além de andar e ficar em pé, Claudia aconselha a realização de alguns alongamentos, que ajudam na prevenção de problemas osteomusculares. Eles podem ser feitos mesmo sem a presença constante de um fisioterapeuta, e atuam para evitar lesões ou doenças mais sérias.

Na apresentação disponível ao lado, você confere alguns posicionamentos que auxiliam na prevenção de dores e problemas de saúde no trabalho.

Stress causa problemas, sim

Se a grande exposição a trabalhos de esforço físico e repetitivo diminuiu, a cobrança e os problemas relacionados ao stress aumentaram muito. Engana-se quem pensa que ele não age também nas dores posturais. “Quando alguém fica muito tempo numa situação de stress, acaba facilitando a mudança para uma postura errada, além de gerar uma pressão em pontos no músculo trapézio onde essa sensação atinge com facilidade a região de ombros e pescoço, por exemplo”, explica Kelly.

Pés no chão

Manter os dois pés no chão não é uma realidade que precisa ser vivida apenas nos negócios. É importante que, para evitar dores e problemas posturais, o profissional que está sentado em frente ao computador mantenha as plantas dos pés apoiados. Se preciso, com apoios de altura regulável. “O ângulo do joelho precisa ser de 90º”, comenta Claudia. Manter as pernas cruzadas ou sentar em cima de uma delas é um erro comum com conseqüências graves, especialmente para a circulação.

As pausas, se realizadas corretamente, evitam uma série destes problemas. “Ao se levantar da cadeira, você estimula a circulação e relaxa a musculatura”, coloca Claudia.

Longe do ambiente de trabalho

Não é só durante o expediente que se pode realizar ações para melhorar a qualidade de vida no ambiente corporativo. Outras atividades também podem influenciar (e muito!) o seu dia-a-dia no escritório. A primeira delas é a realização de alguma atividade física. “Colaboradores que fazem algum tipo de exercício físico fora do local de trabalho têm uma resistência muito maior a problemas osteomusculares do trabalho, já que sua musculatura é trabalhada mais constantemente”, explica Kelly.

Beber no mínimo dois litros de água por dia também é muito importante. “O líquido atua diretamente nos discos intervertebrais da coluna e auxiliam na prevenção e tratamento de problemas”, afirma Claudia. Para quem tem problemas vasculares o consumo é ainda mais importante.

Às oito horas diárias de sono também são fundamentais. Mas não é simplesmente dormir em quantidade: é preciso qualidade no sono. “A postura do sono é importante. Durma sempre de lado, com um travesseiro entre as pernas ou abraçado a ele e não coloque as mãos embaixo da cabeça”, diz Claudia.

Outra dica importante é a altura do travesseiro. “Para medir o tamanho da peça encoste seu ombro na parede e meça a distância até a orelha. Este é o tamanho ideal”, comenta Claudia. Quanto a composição, ela aconselha que vá até uma loja especializada e prove os diversos tipos para sentir qual traz o maior conforto. O tamanho do travesseiro que deve ficar entre as pernas também varia: quando maior o quadril da pessoa, maior deve ser a peça.

Conteúdo gentilmente cedido por LogLife Fisioterapia de Blumenau/SC.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">