Nem tudo são bits e bytes

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Quando entramos no mundo dos computadores, tudo é uma grande novidade, passamos horas a fio em frente a um monitor, testando programas, lendo artigos e construindo programas. Este fato faz com que, nós profissionais de informática, tenhamos uma tendência de trabalharmos sozinhos, afinal de contas, fazer uma coisa é mais simples que alterar.

Na academia estudamos, bancos de dados, linguagens de programação, estruturas, sistemas distribuídos etc., mas onde estão as disciplinas de relacionamento pessoal? Esquecemos que quase todos nossos sistemas, partem de uma necessidade humana, e terminam com o uso humano do sistema. Quantas vezes já escutei de profissionais de outras áreas, que somos individualistas no trabalho, temos enormes dificuldades de relacionamento. Pensei muito nisto nos últimos anos, e isto é uma verdade, mas não por culpa nossa. Não somos preparados para isto, pelo contrario, somos preparados para o trabalho individual, para a resolução do problema, custe o que custar.

A velha máxima de que nossos usuários são limitados, é propagada a quatro cantos por todos nós, estou em uma campanha com a finalidade de descobrir como trabalhar melhor com nossos usuários, e já consegui algumas respostas, que passo a compartilhar com todos vocês.

1.    DESBUROCRATIZE O ACESSO A VOCÊ

Temos uma tendência a criar sistemas de controle de requisições feitas pelos usuários, por certo, com a finalidade de uma auditoria para fins de organização de trabalho. Mas sempre pedimos aos nossos usuários, “descreva o problema”. Hora, muitas vezes ele nem sabe o qual o problema, como poderá descrevê-lo? Nossos sistemas hoje permitem o uso da voz, imagem em conjunto com textos, certo que isto demanda recursos, muitas vezes não disponíveis, mas telefone todo mundo tem. Ligue pro seu usuário, procure saber sobre o problema com mais detalhes, sabendo de tudo que ocorre, muitas vezes não terá a necessidade de refazer o serviço.

2.    PENSE COMO USUÁRIO

Lembre-se que seu sistema será usado por outros, não por você. Muitas vezes em nossa modesta opinião, a tela esta perfeita, adequada à necessidade do usuário, mas será que esta? Hora, se nossos usuários não têm a experiência suficiente, o que for mostrado a ele, estará perfeito. Revize seus métodos, também com outros profissionais de informática, ele pode encontrar uma melhor maneira de fazer.

3.    NEM TUDO É SISTEMA

Certa vez em uma palestra escutei o seguinte comentário. “Se você informatiza um processo que esta sendo feito de maneira errada, você só aumenta a velocidade da bagunça.” Pondere muitas vezes antes de informatizar um processo. Será que ele esta correto? Será que não poderíamos melhorá-lo? Será que o fluxo das informações é a correta? Será que há necessidade daquele visto no documento em papel? Um bom sistema é precedido de uma boa analise é verdade, mas também de uma revisão de métodos de execução dos serviços. E a melhor maneira de conseguir isso é conversar, perguntar, questionar quantas vezes for necessária.

4.    SEJA PROATIVO

Ser proativo é antecipar soluções, mostrar alternativas de como algo poderia ser feito melhor. Pessoas proativas são mais eficazes, destacam-se com mais facilidade e tornam-se mais aptas a exercer novas funções, novas atribuições e, conseqüentemente, ter êxito na vida pessoal e profissional. Busque os problemas, não deixe que eles cheguem ate você. Vá a eles antes. Antecipando os problemas, teremos erros menores, facilitando sua correção.

5.    PACIÊNCIA

A paciência é uma qualidade que você deve desenvolver todos os dias. Se não está em um dia bom, nem tente conversar com o usuário, não teremos o resultado desejado. Exercite sua paciência frequentemente, trabalhos voluntários com crianças e idosos é uma boa escola. Atividades físicas fazem com que você descarregue suas energias negativas. Você verá que seu desempenho irá melhorar.

Quero finalizar dizendo que aprendi muito com o dia a dia, mas existem profissionais que podem nos ajudar. Temos no mercado cursos rápidos de relações interpessoais, oratória, de marketing pessoal, tudo isso pode ajudá-lo a melhorar seu sistema, porque nem tudo são bits e bytes.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

2 Comentários

Jackson CasetJackson Caset
2

@Carlos

Concordo plenamente com vc e vou solicitar que a equipe de revisão fique mais atenta.
Creio que ninguém seja sempre 100% perfeito no portuga, não é mesmo?

Mesmo assim, estaremos nos atentando!

Obrigado pela participação, abraço!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">