Gestão ágil com SCRUM

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Por: Victor Gonçalves

Visite o portal da Add Technologies – www.addtech.com.br, parceira do PTI.

Em tempos onde tudo vira projeto, existem regras que ditam as melhores práticas, e metodologias que auxiliam a sua execução. Dentro desse contexto é totalmente aderente o uso de métodos ágeis que têm como principais características, a freqüente participação do cliente e ter grande flexibilidade.

O Scrum é uma das melhores metodologias ágeis para gerenciamento de projetos de desenvolvimento de softwares, e tem sido utilizada com sucesso na Add Technologies. Esse modelo de gerenciamento atribui um valor real aos negócios dos clientes, alta qualidade na entrega que é mensurada e acompanhada durante todas as etapas de desenvolvimento e permite a criação de equipes auto-organizadas, encorajando a comunicação verbal entre todos os membros da equipe e entre todas as disciplinas que estão envolvidas no projeto.

“Atualmente a Fábrica da Add Technologies conta com uma equipe multidisciplinar e uma estrutura física moderna, totalmente adaptada para a prática das reuniões Scrum, dispondo de diversos painéis de controle distribuídos nos diferentes ambientes e uma sala de descompressão para a equipe.”
Lucio Matias – Superintendente Operacional.

Em uma abordagem mais ampla, podemos dizer que um projeto Scrum tem como princípio chave o reconhecimento de que desafios fundamentalmente empíricos não podem ser resolvidos com sucesso utilizando uma abordagem tradicional de “controle”. Assim, o Scrum adota uma abordagem empírica, aceitando que o problema não pode ser totalmente entendido ou definido, focando na maximização da habilidade da equipe de responder de forma ágil aos desafios emergentes.

O Scrum se baseia em ciclos de entregas, que são chamados de Sprints. Os Sprints são marcos curtos de direção que agrupam conjuntos de atividades que devem ser executados. Essas atividades compõem o Product Backlog, que é uma lista das atividades priorizadas (tipicamente vindas do cliente). No início de cada Sprint é realizado o Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner (o cliente) prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona atividade que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia. As tarefas alocadas em um Product Backlog são transferidas para o Sprint Backlog.

Diariamente, nossas equipes fazem uma breve reunião de alinhamento sobre as atividades do Sprint em questão. Esse encontro diário é o Daily Scrum Meeting, onde o objetivo é disseminar conhecimento sobre o que foi feito no dia anterior, identificar e priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Todo esse processo é facilitado pelo Scrum Master, que não é o líder da equipe (já que as equipes são auto-organizadas), mas atua como um mediador entre o restante da equipe e qualquer influência desestabilizadora. E primariamente tem a função de remover qualquer impedimento à habilidade de uma equipe de objetivar uma entrega.

Ao final de um Sprint, as equipes de projetos apresentam as funcionalidades implementadas em uma Sprint Review Meeting. E finalmente, fazemos uma Sprint Retrospective e a equipe parte para o planejamento do próximo Sprint. Assim reinicia-se o ciclo.

Além de ser toda estruturada para a prática do Scrum, a fábrica da Add Technologies conta hoje com 14 profissionais CSM (Certified Scrum Master) com previsão de ter toda sua equipe certificada até o final do ano, o que torna a Add uma referência no mercado nacional.

A Add Technologies se apresenta no mercado nacional como uma empresa de soluções completa em TI através das suas cinco unidades de negócio: uma Fábrica de Projetos, Outsourcing, Produtora web, Consultoria, e uma área mais recente, que cuida das de soluções web prontas, atendendo à necessidades específicas de nichos de negócios.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">