Gestão de Mudança Organizacional

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Frequentemente, os investimentos em projetos são direcionados para a solução a ser implantada, acreditando-se que por si só produzirá os resultados esperados e que, quando uma solução mostra-se relevante e lógica, a adesão das pessoas é uma conseqüência natural.

A experiência mostra que vários fatores humanos e do contexto interferem no nível de interesse e adesão das pessoas a novos processos, procedimentos, ferramentas, valores e modelos de gestão e que estes fatores são gerenciáveis.

Os responsáveis por mudanças organizacionais podem planejar ações para que os fatores humanos sejam adequadamente tratados (Gestão de Mudanças – Change Management) e seus projetos tragam os resultados esperados – ROI.

Assim como a disciplina de Gerenciamento de Projetos, a de Gestão de Mudança contempla conceitos, atividades e ferramentas que devem ser contemplados na metodologia de implantação de projetos e programas de mudança organizacional.

As atividades de Gestão de Mudança podem ser agrupadas em EstruturaisEstratégicas.

Estruturais

  • Estão ligadas à necessidade de conhecimento e à capacidade das pessoas de atuarem em conformidade com as definições da nova solução (ferramentas, processos e procedimentos, valores e modelo de atuação).
  • São percebidas como necessárias nas organizações, usualmente consideradas em projetos de dimensões e complexidade significativos, mas não são suficientes para garantir a implantação de mudanças.

    E incluem:

    • Comunicação;
    • Capacitação;
    • Alinhamento Organizacional – estruturas, papéis e pessoas.

      Estratégicas

      Representam um desafio maior, pois estão associadas à estrutura de poder e controle na organização, expectativas de posição e carreira, status, entre outros fatores que muitas vezes tornam as iniciativas organizacionais não prioritárias ou indesejadas.

      Incluem:

      • Patrocínio;
      • Alinhamento Executivo;
      • Envolvimento e Suporte Gerencial;
      • Alinhamento da Cultura (valores, modelo de gestão, práticas de negócio, processos de recursos humanos, etc.).

        Vale ressaltar que o sucesso de qualquer iniciativa depende ainda da organização e da gestão do projeto em si:

        • Quem participa e de que forma participa;
        • Como a solução é desenvolvida e principalmente validada;
        • Qual o nível de compreensão dos envolvidos sobre as variáveis críticas para a sustentação da mudança proposta.

          Desta forma, a Gestão da Mudança deve ainda atuar, em parceria com a Gestão do Projeto, na organização do projeto e na dinâmica de funcionamento da equipe responsável por sua implantação, no projeto e com o seu público-alvo.

          Artigo de Sergio Fernandes, parceiro do Ezencutivo.

          AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

          Marco Land

          Mais artigos deste autor »

          MBA pela FGV em administração de empresas com 23 anos de experiência na área de consultoria de informação e gestão para grandes empresas.

          Personal & Professional Coach formado pela Sociedade Brasileira de coach com reconhecimento do Behavioral Coaching Institute – USA.


          2 Comentários

          Deixe seu comentário

          Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

          Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">