Google monitorando nossas pesquisas?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Olá!

Estava lendo algumas matérias na INFO Online e fiquei surpreso com uma delas: “Fome de dados do Google passou dos limites” publicado por Mauricio Moraes. Leiam a matéria abaixo.

“O Google não quer saber apenas o que os usuários dos seus serviços pesquisam na web. Agora, a empresa decidiu monitorar o que todo mundo busca.

Na sexta-feira, na calada da noite em boa parte do Ocidente, o blog oficial do povo de Mountain View soltou um post com título quase ingênuo: “Personalized search for everyone” (ou “Busca personalizada para todos”). Nem deu muita repercussão. Para quem lê o texto sem prestar muita atenção, parece até mais uma coisa cool, superbacana e incrível. Afinal, agora os resultados serão mais precisos para quem usa o buscador e não faz login com uma conta do Google.

O que os nossos amigos Larry Page e Sergey Brin querem, na verdade, é oficializar o armazenamento dessas informações, vinculadas ao IP e ao cookie gravado no computador do internauta, por 180 dias. É um tempo muito grande e uma falta de respeito com a privacidade dos usuários. Afinal, os dados podem, um dia, ser vasculhados por meio de ordem judicial, nos Estados Unidos. Ou um funcionário mal intencionado pode roubá-los. Ou um cracker pode se apropriar de tudo. No Yahoo!, o armazenamento dura 90 dias.

Claro que as pessoas que não têm conta Google podem recusar a gravação desse histórico, mas há alguns problemas. O Google não colocou um aviso na página do buscador e, com isso, muito pouca gente tem noção de que houve uma mudança. Em segundo lugar, o link para a desativação do histórico fica escondido: ele só aparece depois que alguém faz uma pesquisa, no canto superior direito da página.

Com essa montanha de dados nas mãos, os engenheiros de Mountain View (ou seriam do Big Brother?) podem analisar melhor o comportamento dos internautas em todo o planeta. E, assim, conseguirão direcionar melhor os anúncios que fazem a alegria dos seus cofres, desenvolver produtos que as pessoas querem adquirir e prever tendências invisíveis para a maioria. Uma melhoria nos resultados de busca é pura consequência.”

Pelo que mexi, realmente tem isso e a dica que ele dá na matéria para desativar o histórico serve para quem não fez login no google. Eu fiz login no gmail, fiz uma pesquisa mas não aparece “Histórico da web” no canto superior.

Agora vou ter que usar um proxy antes de fazer aquelas pesquisas… :)

Se alguém tiver mais informações e quiser complementar o post, fique a vontade!

Obrigado e até a próxima!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Herbert Xavier Menezes

Mais artigos deste autor »

Graduado em Engenharia da Computação na Universidade Paulista. Técnico em Redes de Comunicação no SENAI Suiço Brasileira.


3 Comentários

Vinicius
1

Eu entendo a posição do autor da matéria e concordo. Eu, particularmente, as vezes utilizo o modo anônimo de navegação (Chrome ou FF), onde não registra cookie e evito fazer busca logado no gmail ou qualquer outro serviço do Google.
Agora, se quiser evitar de vez esse monitoramento, tem uma maneira mais simples. Usa o Bing (se confiar mais na Microsoft) ou Yahoo! Simples assim.

Herbert Xavier Menezes
2

Boas dicas Vinicius.
Obrigado pelo comentário. A melhor opção é o modo anônimo mesmo… É melhor não acreditar na microsoft… :)
Abraço!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">