3CON passa a comercializar soluções da TeamQuest no país

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Com serviços e ferramentas combinados, empresas atuam no dimensionamento exato de capacidade das instalações de TI para evitar gastos desnecessários ou problemas de performance

São Paulo, 22 de Fevereiro de 2010 – A 3CON, consultoria brasileira de TI especializada na melhoria de performance e qualidade de aplicações e bancos de dados, acaba de selar acordo com a empresa norte-americana TeamQuest para comercialização e uso da solução de otimização de serviços de TI no Brasil. De acordo com Genivaldo Araújo, o acordo surgiu em função da sinergia entre as empresas. “Grande parte de nossa oferta está ligada à melhoria de performance em sistemas de nossos clientes. As ferramentas da TeamQuest são fortes aliadas nesse sentido”, explica.

Scott Stauffacher, vice-presidente de vendas para América Latina, diz que, sem dúvida, o Brasil é um país alvo para os negócios da empresa e que necessita de parceiros como a 3CON capazes de agregar valor à ferramenta com serviços especialistas. “As companhias estão lutando para fazer mais com menos, melhorando sua eficiência, e as áreas de TI estão buscando novas maneiras de gerenciar e dimensionar suas reais capacidades e necessidades. Com serviços da 3CON e nossas ferramentas podemos resolver essas demandas”, diz Stauffacher.

Fundada em 1991, a TeamQuest Corporation possui um pacote de soluções composto por softwares como o TeamQuest Model (software de modelagem visando planejamento de capacidade e otimização de uso dos recursos existentes),  TeamQuest IT Service Analyzer (software de monitoramento de performance), TeamQuest IT Service Reporter, (software para geração de relatórios) e

TeamQuest Alert (software de monitoramento de status em tempo real).

Conjuntamente, essas soluções e serviços 3CON, rapidamente e de forma precisa, predizem o impacto de mudanças e ajudam a economizar recursos de hardware ao mesmo tempo em que detectam potenciais gargalos no processamento.  “Um dólar gasto em prevenção pode evitar despesas de 10 a 100 dólares com correções”, alerta Scott Stauffacher.

Fonte: Gad Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">