Instituto da Fiocruz implanta solução de armazenamento de dados da Nevoa Networks

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!
Com um imenso volume de dados para serem arquivados em seus hardwares, Instituto Oswaldo Cruz (IOC), da Fiocruz, optou pelo sistema Nevoa Cluster, uma plataforma para infraestruturas de armazenamento de grande porte

O Instituto Oswaldo Cruz (IOC), da Fiocruz, tinha como objetivo a implantação de um sistema capaz de oferecer 36 terabytes iniciais e que pudesse ser expandido em até 120 terabytes, à medida que fosse necessário.

O desafio era montar uma infraestrutura que trabalhasse com grandes arquivos de dados, boas velocidades de acesso, que oferecesse segurança aos dados hospedados e que pudesse ser incrementada à medida que a demanda por espaço aumentasse.

O IOC atua nas áreas de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação e na prestação de serviços de referência para diagnóstico de doenças infecciosas e genéticas e controle de vetores, amparado pela ação de comissões internas responsáveis por garantir os padrões de biossegurança, de qualidade e de gestão ambiental. O IOC também mantém coleções científicas de importância nacional e internacional e forma cientistas e técnicos por meio da atuação na educação profissional e de pós-graduação.

As demandas geradas pelo Instituto justificavam a iniciativa de um sistema de armazenamento desse porte. Os arquivos internos do IOC ocupam espaços considerávels, por isso a preocupação com a capacidade de storage nos hardwares.

“Muitas empresas oferecem softwares para armazenar quantidades grandes de arquivos, mas achamos a solução da Nevoa Networks excelente”, relembra Gilberto Ferreira da Silva, gerente de Tecnologia da Informação do Instituto Oswaldo Cruz.

A Nevoa Networks ofertou ao Instituto Oswaldo Cruz seu sistema Nevoa Cluster, solução para infraestruturas de armazenamento de grande porte. O Nevoa Cluster foi configurado para atender a necessidade inicial de 36 terabytes. Com 13 servidores de 1U (“Unidade de Rack, significa a altura que o servidor mede – cada unidade de rack é: 48,5 cm x 4,2 cm), com 3 terabytes cada um, montados em um rack padrão de 40U.

O Nevoa Cluster é baseado no Nevoa Storage System, aplicativo de virtualização de armazenamento da Nevoa Networks. Usando a tecnologia da Nevoa Networks, a expansão é bem facilitada, mas sempre vai requerer a agregação de novos módulos de hardware, ou seja, o IOC pode aumentar seu armazenamento para 120 terabytes ou mais, desde que inclua novos módulos para storage.

Com o Nevoa Cluster, todo o rack, instalado no IOC com 13 servidores, foi configurado para ser apresentado como um dispositivo de rede único, através do qual, todo o espaço disponível de 36 terabytes pode ser utilizado pelas aplicações do cliente.

“Tivemos que encontrar uma solução para o nosso melhor desempenho. Dessa forma, junto com o sistema que a Nevoa implantou, usamos também um software livre I-SCSI e assim conseguimos um serviço muito bom e com um custo barato perto da concorrência”, festeja Gilberto Ferreira da Silva.

Segundo ele, os volumes foram criados para aplicação de políticas de espelhamento. A conectividade Ethernet agregada do sistema chega até 26 Gigabits por meio da consolidação das placas de rede de todos servidores.

“Nossa equipe conseguiu montar o rack, instalar o Nevoa Cluster nos hardwares existentes em tempo recorde: apenas uma semana. Enquanto isso, em treinamento especializado, os técnicos do IOC passaram a ter contato com a tecnologia de virtualização que a Nevoa oferece”, explica Fábio Gomes Ferreira, diretor de Tecnologia da Nevoa Networks.

Segundo ele, o sistema Nevoa Storage System é um produto que integra vários hardwares e consegue armazenar grande quantidade de dados e é esta tecnologia que rege o Nevoa Cluster.

“A implantação do Nevoa Cluster no Instituto Oswaldo Cruz foi a melhor opção que tivemos, pois é capaz de armazenar grandes quantidades de arquivos rapidamente como precisamos e, além disso, conseguimos um bom preço, agilidade no serviço e ainda podemos agregar novos serviços à nossa infraestrutura de armazenamento. Isso é essencial para o mercado hoje em dia”, comenta o gerente de Tecnologia da Informação do IOC.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">