Site Blindado S/A cria vídeo com dicas de segurança nas compras pela web

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O Site Blindado S/A – empresa que realiza auditoria em sites e disponibiliza o selo Site Blindado que comprova a segurança na inclusão de dados bancários e de cartões de crédito em compras pela internet – disponibiliza na Internet um vídeo que oferece dicas de segurança ao consumidor que quer comprar pela web, mas se sente inseguro ao efetivar a compra com receio de vazamento de seus dados pessoais.

Segundo pesquisa realizada pelo jornal britânico Financial Times e a Harris Poll, a maioria dos adultos com menos de 65 anos, nos Estados Unidos e em vários grandes países da Europa e na China, está preocupada com a segurança e a quantidade dos dados pessoais online, que podem ser acessados por pessoas que utilizam mecanismos de buscas, como Google ou Bing ou mesmo dados que podem ser acessados por pessoas que trabalham em provedores de acesso à internet. (*veja quadro)

No vídeo disponível pelo blog da empresa http://www.siteblindado.com.br/blog/2010/03/cartilha-de-seguranca/ e no You Tube http://www.youtube.com/watch?v=Q6g4RGbPMFk, a companhia ressalta que o maior receio dos consumidores é passar o número do cartão de crédito na hora de efetivar uma compra virtual. O Site Blindado S/A avalia que cerca de 70% dos consumidores apresenta essa insegurança, mas seguindo algumas dicas, a compra eletrônica pode ser efetuada sem problemas futuros.

A empresa emite uma certificação (Selo Site Blindado), responsável pela blindagem das informações da loja virtual, o que garante confiabilidade ao usuário para finalizar uma compra pela internet.

“Realizamos milhares de testes todos os dias, simulamos ataques de hackers para garantir que todas as possibilidades de ataques reais, roubos de informações ou clonagens de cartões de crédito sejam eliminadas. O Selo Site Blindado fica visível somente se o site do cliente passar em todos esses testes”, explica Mauricio Kigiela, Diretor do Site Blindado S/A.

O executivo ressalta que esse tipo de auditoria de segurança é tão eficaz que centenas de lojas virtuais, incluindo várias líderes de mercado como as lojas online do Extra, Ponto Frio, Casas Bahia, Sacks, entre outras, já usam o selo como uma garantia de segurança para seus consumidores. “O vídeo está advertindo o consumidor de que ele deve exigir sempre da loja virtual uma certificação de garantia de segurança dos seus dados no momento da compra”, finaliza Kigiela.

Selo Site Blindado

O selo Site Blindado cria um ambiente de segurança para os e-consumidores que, ao navegarem pela loja virtual certificada sintam-se confortáveis para digitar o número do seu cartão de crédito e finalizar a compra.

Pesquisa

A maioria dos adultos com menos de 65 anos, nos Estados Unidos e em vários grandes países da Europa e na China, está preocupada com a segurança on-line, de acordo com uma pesquisa conjunta realizada pelo jornal britânico Financial Times e a Harris Poll. Segundo o estudo, três em cada cinco americanos (61%), bem como a maioria dos adultos franceses (56%), espanhóis (55%), chineses (54%), britânicos (52%), alemães (46%) e italianos (40%), está preocupada com a quantidade – e a segurança – dos dados pessoais on-line que podem ser acessados por pessoas que utilizam mecanismos de buscas, como Google ou Bing. Existe uma preocupação ainda maior com a quantidade de dados pessoais que pode ser acessados por pessoas que trabalham nos provedores de acesso à internet (entre 45% na Itália e 64% nos EUA).

A maior preocupação dos entrevistados é ser vítima de hackers. Quatro em cada cinco americanos (81%), chineses (81%) e espanhóis (79%), três quartos dos adultos franceses (75%) e britânicos (73%), e dois terços dos italianos (67%) e alemães (65%), todos dizem estar preocupados com a quantidade de dados pessoais on-line que pode ser acessados por hackers e criminosos virtuais. Mais da metade dos espanhóis (56%), americanos (55%) e chineses (53%) disseram que estão muito preocupados. Quando se trata de hackers e criminosos virtuais usando dados pessoais on-line, a maioria das pessoas em todos os sete países (entre 56% e 80%) se diz preocupada.

(Fonte: jornal britânico Financial Times e a Harris Poll)

Fonte: NB Press Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">