A Arquitetura Corporativa de TI em tempos de desafios econômicos

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Olá, tudo bem?

Eu recebi vários e-mails perguntando “por que as empresas precisam de uma área de arquitetura de TI”. No começo eu fiquei um pouquinho assustado, pois achei que esta pergunta seria óbvia para a maioria da minha audiência, mas vamos tentar analisar esta pergunta e tentar respondê-la.

A Corporação?

Primeiramente vamos analisar a definição de corporação. TOGAF define uma corporação, como qualquer conjunto de organizações que tem um conjunto comum de metas. Por exemplo, uma corporação poderia ser um departamento ou uma corporação inteira ou uma cadeia de corporações geograficamente distantes ligadas pela propriedade comum. Vamos usar a definição mais simplificada que é: “Qualquer conjunto de organizações que tem um conjunto comum de metas”.

A Corporação Estendida?

Nós podemos considerar uma corporação estendida, uma corporação incluindo as unidades locais, parceiros, fornecedores e clientes.

A Arquitetura Corporativa de TI?

A arquitetura corporativa de TI é a descrição da arquitetura de tecnologia da corporação inteira ou de um domínio, abrangendo todas as suas informações e serviços de tecnologia, processos e infraestrutura. Em ambos dos casos a arquitetura trata sistemas interligados e funções múltiplos da corporativa. Muitas vezes é impossível criar uma arquitetura única respeitando todas as necessidades. Este desafio poderia ser resolvido criando uma arquitetura com serviços e definições básicas dentro de um repositório e adicionar arquiteturas adicionais para cada vertical de negócio ou departamento.

A Arquitetura Corporativa de TI?

Eu acho que não existe uma definição única. O objetivo da Arquitetura Corporativa de TI é aperfeiçoar na corporação, os processos, tanto manual e automatizado, fragmentados e distribuídos em um ambiente integrado que é ágil de responder mudanças e criar novos serviços que sustentam a estratégia de negócios. A arquitetura garante a agilidade e o melhor uso da área de TI para sustentar e garantir o sucesso da área de negócio garantindo o equilibrio entre a eficiência de TI e o poder da inovação.

Operação de TI mais eficiente:

  • Custos reduzidos no desenvolvimento de software, suporte e manutenção;
  • Maior agilidade na integração de novas aplicações;
  • Melhor eficiência no gerenciamento das aplicações;
  • Melhor eficiência no tratamento de falhas de segurança.

Melhor retorno sobre os investimentos existentes e mitigar riscos de novos investimentos:

  • Redução da complexidade de TI;
  • Reuso dos serviços existentes, garantindo o retorno sobre os investimentos existentes;
  • Maior flexibilidade na definição e na integração de novos serviços.

O papel do arquiteto é de endereçar todas as preocupações de vários “Stakeholders”, através da identificação e refinamento dos requisitos, criando visões de arquitetura mostrando como e que forma as preocupações e as exigências vão ser abordadas. Sem o papel de um Arquiteto de TI é altamente improvável que todas as preocupações e requisitos possam ser consideradas e respeitadas. Na próxima vez que alguém questionar seu trabalho como um Arquiteto de TI, você poderá responder com argumentos simples justificando seu papel.

Markus
http://twitter.com/MarkusChristen

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Markus Christen

Mais artigos deste autor »

Markus Christen formado em ciência de computação na Suiça e pós-graduado em organização de processos (SGO),como um arquiteto Cororativo, com foco em clientes corporativos. Com mais de 18 anos de experiência em TI em varias aéreas, tendo participando de projetos importantes no Brasil e no exterior.

Markus tem sido palestrante em diversos eventos como Tech-Ed Brasil e Conferências como Software+Service Day 2008/2009, Universidades, Channel9, Regional Architect Forum Brasil, SOA Conference Brasil, CNASI Brasil, SBAC - PAD 2009 e muitos outros. É ainda autor de diversos artigos publicados em revistas técnicas e conferências nacionais e internacionais.

Blog: http://blogs.technet.com/markuschristen,
Twitter: http://www.twitter.com/MarkusChristen


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">