LANDesk Asset Lifecycle Manager 4.0 revoluciona gestão de softwares corporativos

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

São Paulo, 13 de abril de 2010 – A LANDesk Software, divisão da Emerson Network Power e líder mundial em gerenciamento de desktops, dispositivos móveis e servidores, anuncia a versão 4.0 da solução LANDesk Asset Lifecycle Manager. Corporações empenhadas em controlar licenças de software, além de realizar auditorias para checar a conformidade do ambiente de TI com normas regulatórias encontram, neste lançamento, uma solução completa para gerenciamento de ciclo de vida de recursos de TI. “O ambiente de TI ganha consistência e transparência com o LANDesk Asset Lifecycle 4.0”, ressalta Brian Doheny, vice-presidente de vendas da LANDesk.

“O acompanhamento e controle das licenças de software é fundamental para qualquer departamento de TI”, explica Andi Mann, vice-presidente de pesquisas de uma das maiores empresas de análise de TI, a Enterprise Management Associates (EMA). Sem isso, os custos com software aumentam e os CIOs enfrentam desafios como estouro nos orçamentos e ambiente fora de conformidade. “O uso de soluções como a LANDesk Asset Lifecycle Manager para detecção, identificação, coleta e reaproveitamento dos ativos de software reduz os custos e permite que TI seja mais ágil em atender as necessidades corporativas”, resume o executivo.

Um dos pontos fortes desta nova versão é a completa integração com o VMWare. “Atuamos de forma pró-ativa de modo a evitar possíveis problemas relacionados à segurança e às licenças de softwares em ambiente virtualizado”, diz Doheny.

O Asset Lifecycle Manager permite que as empresas controlem os ativos de software de TI por meio de funções automatizadas de detecção, controle de propriedade e recuperação de software.  A solução atua como um catalisador para oferta de retorno imediato sobre o investimento (ROI) e redução dos riscos porque “recupera” os custos das licenças não utilizadas, identificando a propriedade das licenças e reportando exceções. “Por atuar de forma totalmente automatizada, o LANDesk Asset Lifecycle Manager trabalha pelo aumento da produtividade da equipe de TI”, detalha Doheny. Esses recursos permitem que as empresas se preparem melhor para uma auditoria, gerindo de forma controlada todo o ambiente.

Para Toby Martin, diretor de produtos da LANDesk, estar bem preparado para uma auditoria de software é uma preocupação constante do gestor de TI, especialmente em tempos de situação econômica adversa, quando multas por uso indevido de software podem acarretar pesadas sanções à empresa usuária. “Com o Asset Lifecycle Management, levamos o gerenciamento dos ativos de TI a um novo patamar, garantindo a prontidão das empresas para auditorias e, por isso, garantindo o sono tranquilo dos diretores de TI.”

Integração com o VMware

Outra novidade do Asset Lifecycle Manager é o grande número de novos recursos que facilitam o planejamento baseado em padrões, o monitoramento das operações e o controle do Data Center. “Isso acontece por meio da automação de processos, da reserva de equipamentos por catálogo e do repositório de ativos”, detalha Doheny.

A solução destaca-se, ainda, por sua completa integração com o VMware, o que permite que os usuários automatizem as ações do VMware via arquitetura vCenter. “Isso permite o controle do gerenciamento de ativos de TI por solicitação e baseado em políticas, uma visão essencial para atender o crescimento do VMware e evitar possíveis problemas relacionados  à segurança e licenças de softwares em ambiente virtualizado”, observa Doheny. O Asset Lifecycle Manager traz, ainda, um conector para a ferramenta de administração e planejamento de data center da Avocent, o Avocent Mergepoint Infrastructure Explorer (AMIE), o que amplia o alcance do repositório de ativos na infraestrutura do data center, assegurando consistência dos dados nas operações de TI, financeiras e de ativos.

Integração com o LANDesk Management Suite

A automação e o controle de processos oferecidos pelo Asset Lifecycle Manager 4.0 garantem respostas automatizadas às solicitações ou eventos. Durante, por exemplo, um processo automatizado de distribuição de patches, o Asset Lifecycle 4.0 consegue detectar novos patches disponíveis por meio do LANDesk Management Suite, notificar prontamente as equipes de TI e de segurança e iniciar automaticamente uma implementação em computadores de teste, aguardando aprovação do comitê de mudanças para implementação geral. “Essa integração entre produtos LANDesk é totalmente transparente para o gestor de TI e preserva o ambiente de trabalho do funcionário – o Desktop – de qualquer vulnerabilidade ou falha de configuração de software”, diz Doheny. Conectando pessoas, processos e ferramentas com automação, a solução Asset Lifecycle Manager melhora a eficiência dos processos operacionais e corporativos.

Fonte: GAD Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">