HCor – Hospital do Coração – preserva a saúde de seus desktops com ajuda do LANDesk Management Suite

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

No coração do HCor pulsa uma área de TI que busca, 24 horas por dia, 7 dias por semana, suportar a saúde da instituição e de seus pacientes. Centro de excelência em doenças cardíacas, o HCor foi fundado há mais de 30 anos, em São Paulo e, ao longo de sua história, ampliou instalações, incorporou as mais modernas tecnologias e, principalmente, formou uma equipe multiprofissional altamente qualificada. Hoje é um dos mais conceituados hospitais do país, reconhecido internacionalmente pela qualidade do atendimento que presta ao paciente cardíaco.

Nos últimos anos, notabilizou-se por oferecer, também, atendimento em outras especialidades médicas com o mesmo padrão de qualidade, como Ortopedia, Cirurgia Vascular, Urologia, Gastroenterologia, Cirurgia Torácica, Pneumologia e Neurologia, entre outras. Além disso, é considerado centro de excelência em prevenção e possui um centro de Diagnóstico dotado de aparelhos de alta tecnologia e profissionais qualificados para oferecer o melhor em exames laboratoriais e de imagem.

Também oferece uma série de programas de avaliação e prevenção, como o Clinic Check-up e o Spor Check-up, este subdividido em três categorias, de acordo com o grau de atividade física do esportista: sedentário ou iniciante, amadores ou praticantes regulares e atletas profissionais e de alto desempenho.

O padrão dos serviços do HCor foi reconhecido com o selo de qualidade da Joint Commission International (JCI), entidade norte-americana que certifica serviços de saúde em mais de 60 países. Esta certificação internacional de qualidade na área hospitalar é a mais importante do mundo e reconhece, por meio de uma avaliação rigorosa, o compromisso com a excelência no atendimento a pacientes e familiares, colocando o HCor no rol dos melhores hospitais do mundo. Não é por acaso, portanto, que esta instituição recebe pacientes das diferentes regiões do Brasil e também de outros países.

Outra característica do HCor, presente desde a sua fundação, é a atividade filantrópica. O hospital atende gratuitamente crianças cardiopatas carentes. Por meio desse serviço são realizadas anualmente cerca de 300 cirurgias e mais de 1200 consultas ambulatoriais. A Cardiopediatria oferece atendimento altamente especializado a todas as faixas da infância e da adolescência, além de cuidados no período pré-natal, tratando bebês ainda na fase intrauterina. Esse é o trabalho da equipe da Medicina Fetal, que se dedica à detecção e tratamento de malformações congênitas.

Esse trabalho de caráter social, aliado a uma série de atividades de formação e difusão do conhecimento, motivou a inclusão do HCor na parceria firmada entre os mais destacados hospitais brasileiros e o Sistema Único de Saúde. Por meio dessa parceria o HCor oferece dezenas de projetos que visam contribuir efetivamente na avaliação de tecnologias em saúde aplicadas em programas de melhoria de qualidade assistencial no SUS, na condução de pesquisa clínica que gere conhecimento relevante para a melhoria de saúde da população e capacitação de recursos humanos ligados ao SUS, além de apoiar instituições de ensino comprometidas com igualdade e inclusão social.

Aplicações hospitalares convivem com softwares de mercado

Por trás deste universo de excelência médica atua uma equipe de TI que aplica a mesma cultura na gestão deste ambiente específico. Dos quase 2.000 funcionários do HCor, cerca de 70% são usuários de serviços de TI e trabalham em desktops ou notebooks corporativos. Ambiente de trabalho tanto das equipes administrativas e de retaguarda como de médicos e enfermeiras, os computadores são geridos com rigor pela equipe de Márcio Lima, coordenador de suporte do HCor. “Do prontuário eletrônico a aplicações sob medida para o universo médico como é o caso do sistema ERP, passando por soluções que distribuem em rede tanto laudos como imagens de exames – caso da aplicação PACS, da Siemens – tudo é levado até o usuário por meio de centenas de desktops e de algumas dezenas de notebooks”, detalha Lima. Além desses sistemas hospitalares, o HCor trabalha, também, com o Microsoft Office, solução de antivírus/antispyware, sistemas desenvolvidos por equipe interna de analista de sistemas e BI, entre muitos outros softwares de mercado.

Para garantir a confiabilidade, a segurança e a performance dos desktops, ao HCor utiliza o LANDesk Management Suíte 8.8. “Antes desta solução entrar no hospital, o usuário tinha de aguardar até 1 hora e cinco minutos para ser atendido pelo ServiceDesk no caso de necessitar alguma correção ou manutenção de softwares em sua máquina”, detalha Lima. “Com ajuda da tecnologia de acesso remoto da LANDesk, esse tempo baixou para menos de 15 minutos”. Para esta operação ser possível, é essencial que o LANDesk client  esteja instalado no PC do usuário, que o Windows da máquina esteja operacional e que não existam problemas de hardware neste ponto. Hoje, com a solução da LANdesk, o time de suporte coordenado por Lima pode até conectar computadores desligados, através do suporte a Wake on LAN oferecido pelo LANDesk. “Este recurso tem ajudado nosso time de atendimento. Imagine nosso colaborador interno final terminar sua jornada de trabalho (com o Office 2003 instalado em seu computador) num dia e desligar seu computador.

No dia seguinte, este mesmo colaborador encontra instalado em seu computador o previamente solicitado Microsoft Office 2007, sem a necessidade de algum profissional do suporte ter de se deslocar até a estação de trabalho do colaborador final”. Este recurso ajuda ao atendimento de chamados técnicos em setores fechados, como Unidades de Terapia Intensiva e Centros Cirúrgicos. “Não precisamos nos deslocar a setores como estes e contribuímos com a prevenção de infecções hospitalares”, diz Lima.

Inventário de hardware e softwares

A equipe de TI contabiliza ganhos também em termos de inventário de hardware e software. “Antigamente trabalhávamos com inventários registrados em planilhas do Excel; manter estas planilhas atualizadas exigia homens/hora da nossa equipe, um trabalho artesanal e demorado”, diz Lima. Com a suíte LANDesk, basta agendar a geração de relatórios com os inventários de hardware e software. “Agora, a cada hora temos acesso a um novo relatório, retratos precisos da configuração de cada máquina do nosso ambiente”. Para Lima, este tipo de informação é essencial para justificar algumas operações e investimentos da área de TI – sem relatórios como esses, o gestor do ambiente corre o risco de tomar decisões inadequadas por causa do desconhecimento da real infraestrutura de desktops.

Trata-se de uma conquista importante nos grandes roll-outs de software, quando novas versões de softwares ou patches com correções específicos têm de ser distribuídos para as centenas de desktops espalhados pelo complexo do HCor, formato por cinco prédios. “Relatórios do LANDesk nos informam que computadores já estão com a configuração necessária para rodar os novos softwares e que máquinas teriam de passar por um upgrade de hardware para dar conta desta missão”. No passado a equipe do HCor gastava cerca de 01:20 horas para levantar pré-requisitos de hardware e software em computadores que precisavam que um produto qualquer fosse instalado. “Com o LANDesk conseguimos criar um único relatório que lista todos os computadores que atendem aos pré-requisitos para instalação de uma aplicação desejada; o tempo de serviço baixou de 01:20 horas por computador para poucos minutos para centenas de computadores instalados em todo o hospital”.

Segundo Lima, outro ganho propiciado pelo LANDesk diz respeito ao controle de aquisição de licenças de software para os desktops.  Hoje sua equipe consegue saber quantas vezes e por quanto tempo um software foi utilizado por usuário. “Esta descoberta justifica que, muitas vezes, em vez de seguirmos comprando novas licenças para atender novos pedidos de usuários, simplesmente desabilitemos um usuário antigo do software – alguém que possuía a licença mas, na prática, não interagia com o programa – e passemos esta licença para um novo usuário”.  A constante medição de uso do software irá indicar, uma vez mais, se o novo usuário realmente precisa daquela aplicação – algo que justifica o investimento feito na compra da licença de software.

Uso otimizado da rede corporativa do HCor

Uma das preocupações de Lima é realizar todas essas tarefas sem sobrecarregar a banda da rede corporativa do HCor. “Até mesmo pela necessidade de trafegarmos imagens de diagnóstico na nossa rede, contamos com uma banda folgada”, comenta o coordenador de suporte do hospital. “Ainda assim, o LANDesk está configurado de modo a usar o mínimo de banda possível; a idéia é realizar a manutenção remota das estações de trabalho sem atrasos e de forma segura mas, ao mesmo tempo, preservando a performance da rede HCor como um todo”.

Nesta missão, assim como em todo o projeto de implementação do LANDesk no hospital, Lima contou com o suporte da equipe LatinTech, parceiro LANDesk envolvido no atendimento ao HCor. “A equipe LatinTech nos ajudou a deixar o ambiente redondo; a competência da ferramenta LANDesk foi complementada pela experiência deste integrador de serviços”, resume. Em relação ao uso otimizado da banda, Lima contou com o suporte específico da LatinTech. “Os profissionais desta empresa trabalharam com a nossa equipe para realizar este balanceamento, garantindo a entrega rápida de softwares e patches sem, no entanto, sufocar a nossa rede”.

Para Lima, outro valor agregado propiciado pela equipe da LatinTech ao HCor é a qualidade do relacionamento que os profissionais desta empresa mantém com a equipe de suporte técnico da LANDesk em sua sede, nos EUA. “Diante de questões mais complexas, ficou claro que o profissional LatinTech conhecia o caminho das pedras para, na estrutura da LANDesk, encontrar as informações e as pessoas que ajudariam a resolver nossas demandas de suporte”.

Fonte: GAD Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Profissionais TI

Mais artigos deste autor »

Eventos, cursos, livros, certificações, empregos, notícias e muito mais do mundo da TI (Tecnologia da Informação).


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">