Indiana Mystery adota Parati, ERP da 3CON

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Quem nunca ouviu falar do Castelo dos Horrores, do Playcenter, ou do Mistério da Monga, atrações obrigatórias em parques de diversões espalhados pelo Brasil? Esses e outros projetos semelhantes foram concebidos pela empresa paulista Indiana Mystery, com sede em Jundiaí. Além de aterrorizantes, essas atrações se mostraram um bom negócio. Com apenas 52 colaboradores, a Indiana fatura, anualmente, cerca de R$ 2,3 milhões e também já exportou para países da América Latina e para os Estados Unidos. “Esse é o nosso negócio: produzir e operar atrações temáticas e eventos para a indústria do entretenimento”, explica o diretor executivo e fundador da empresa, Juan Espeche.

Há 15 anos no mercado, a empresa está presente com suas atrações temáticas nos principais parques do país, incluindo Playcenter (SP), Hopi Hari (SP), Beto Carrero World (SC) e Alpen Park (RS). Além disso, já produziu diversas atrações no exterior – Estados Unidos, Colômbia e Argentina. Conta com equipes especializadas que atuam na criação e produção das atrações, destacando-se escultores, pintores artísticos, cenógrafos, etc.

Glênio Janjar, diretor financeiro da Indiana, conta que, com uma curva de crescimento ascendente, a direção da empresa concluiu que para sustentar seus planos de expansão era urgente a adoção de um sistema de gestão integrado. Segundo ele, o gerenciamento era feito através de controles manuais e por meio de planilhas. Ele conta que vinham buscando um sistema ERP, mas um dos entraves para a mudança de paradigma era a falta de opção de um sistema aderente à realidade da Indiana. “Nosso negócio é totalmente diferenciado. Somos uma empresa de serviços e com demandas e controles tão específicos que necessitávamos buscar um sistema sob medida”, explica Janjar.

Luciano Bonassi, gerente administrativo e financeiro da Indiana descreve a situação: “Precisávamos, com urgência, de um eficiente e seguro controle gerencial, informatizado, integrado e em tempo real, e que cobrisse todas as operações da empresa. Somente com uma ferramenta desse nível seria possível realizar as análises para tomadas de decisões com rapidez e correção”.

Sob medida e ROI de sete meses

Ao mesmo tempo em que a necessidade de um sistema era premente, os custos proibitivos de ERPs de mercado aliados à falta de aderência às peculiaridades da Indiana acabaram levando a diretoria administrativa financeira a uma quase descrença em relação ao sonho da integração e automação de seus processos. A situação, entretanto, mudou após a entrada em cena do Parati Serviços, um ERP desenvolvido pela 3CON especialmente para empresas do porte e de nicho, como a Indiana. “Encontrar essa solução para a Indiana Mystery foi de vital importância, não só pelo produto, mas pela atenção e dedicação que nos foram dadas pela 3CON”, afirma Janjar.

Segundo o diretor, a implantação se deu em  quatro meses e a compreensão pela 3CON da realidade da empresa fez toda a diferença. “A sistemática de implantação de um novo software sempre gera necessidades de mudança na cultura organizacional. No início, em função de que as pessoas devem se adaptar as novas diretrizes, o processo teve que ser paulatino, mas com o suporte da 3CON, a implantação foi agilizada e hoje o Parati já está assimilado e incorporado às rotinas da empresa”, descreve. Para o diretor, o atendimento personalíssimo que receberam, foi o que permitiu a evolução de todo o processo.

Após a implantação, a Indiana identificou uma melhoria significativa nos controles. “A empresa se tornou mais ágil e enxuta graças a uma visão sistêmica do Parati. Isso permitiu identificar pontos fracos e adotar medidas corretivas, reduzindo custos e aumentando a lucratividade da empresa. “Hoje, graças ao Parati temos o controle em tempo real de toda a empresa. Além disso, o ambiente web nos possibilita acessar o sistema de pontos remotos, o que é muito importante na velocidade em que os negócios acontecem nesta economia altamente globalizada”, pondera.

Em termos de retorno de investimento, a Indiana acredita que o Parati se pagará nos próximos 07 meses. “A solução que optamos foi adequada à realidade da nossa empresa e estimamos que no final do primeiro ano de operação já teremos o retorno do investimento”, avalia Glênio Janjar.

O diretor financeiro faz questão de destacar que implantar um sistema que altere as rotinas de toda empresa é sempre um desafio. Para ele, escolher um parceiro de TI que compreenda essa realidade é fundamental para o sucesso do projeto. “A equipe da 3CON não mediu esforços para implantar o sistema na Indiana Mystery, inclusive nos assistindo e nos incentivando todo o tempo. A perseverança e o pronto atendimento deles foram cruciais para a conclusão desse processo tão importante para o nosso negócio”, finaliza o diretor.

Fonte: Gad Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">