Concursos Públicos em TI – Mitos e Verdades

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Uma das opções mais atraentes para o profissional da área de TI é o ingresso no serviço público. Isto porque, em inúmeros casos, os salários iniciais e benefícios oferecidos pelas carreiras de estado são muito superiores aos recebidos pelos profissionais de TI na iniciativa privada. Os salários iniciais já superam a casa dos R$ 10.000 em muitos casos, algo inimaginável para profissionais juniores ou sem certificações mais complexas.

Além disso, a não exigência de experiência prévia, certificações e indicações de terceiros, tornam a disputa pelas vagas em empregos públicos em TI mais democráticas e acessíveis para profissionais de perfis e idades diversos. Certamente, no mundo dos concursos públicos de TI, o investimento necessário para concorrer a boas vagas é muito menor do que na iniciativa privada. Enquanto em um você pode comprar livros e apostilas com poucos reais, em outro você precisa se submeter a inúmeros cursos e exames de certificação que podem custar milhares de reais.

Um grande mito relacionado aos serviços públicos na área de TI é que “não existem desafios”. Esta certamente é uma grande falácia. Atualmente, as melhorias em tecnologia da informação representam o carro chefe em inúmeros órgãos públicos e empresas estatais, ao passo que a administração pública reconheceu que não é possível melhorar os níveis de serviços prestados a sociedade sem o amparo de sistemas de informação atualizados.

Com isso, tem se tornado iniciativa comum nós órgãos públicos e empresas estatais, o estabelecimento de programas de capacitação profissional – técnica e gerencial – em TI, além da criação de programas de modernização dos sistemas de informação de tais organizações. Tratam-se de projetos de implantação de sistemas de gestão, migração de plataforma alta para baixa, implementação de melhorias em segurança da informação, aumento da integração entre os órgãos e empresas estatais, programas de modernização das rede, entre outros. Por fim, merecem destaque os inúmeros programas de melhoria em governança de TI, com o aumento da aderência a padrões de mercado como ITIL, Cobit, e normas ISO. Como podemos ver, desafios é o que não faltam!

A grande diversidade dos desafios em TI que são encontrados no serviço público refletem-se nos concursos públicos, nos quais os conhecimentos exigidos são cada vez mais amplos, o que para muitos bons profissionais de TI representa um desafio, à medida que suas formações são essencialmente especialistas. O conhecimento exigido dos candidatos em concursos é, em certa medida, mais generalista do que especialista, pois, de antemão, os profissionais que ingressam no emprego público devem ser capazes de compreender a área de TI sobre um espectro mais amplo, além de possuir capacidade de lidar com tarefas diversas.

Estude com apostilas de questões de TI comentadas – Saiba mais!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Grupo Handbook de TI para Concursos

Mais artigos deste autor »

O Grupo Handbook de TI existe desde 2005, e tem como missão produzir materiais preparatórios para concursos na área de Tecnologia de Informação. O grupo é formado por profissionais de peso, que mesclam vasto conhecimento prático e acadêmico na área de TI.


1 Comentários

Fabiano Gomes da Silva
1

Parabéns ao Pessoal do Handbook pela matéria.

Muito boa. Concordo em muitas coisas que vocês disseram nessa matéria. Uma das coisas importantes que vocês disseram é que o serviço público tem “muitos desafios”, pois também tenho carreira pública no meio acadêmico e sei muito bem como é o setor público na área de TI.

Muitas organizações tem investido fortemente em TI, porém elas pecam quando chegam na área da GOVERNANÇA e GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Falo isso porque aonde trabalho os problemas lá são assim e conheço outras pessoas que trabalham para o GOVERNO e também dizem que acontece o mesmo aonde trabalham.

As organizações públicas não tem pessoas capacitadas a GERENCIAR grandes projetos (não podemos generalizar que são todas as empresas) em TI, são poucas as organizaçoes que tem esses profissionais. Geralmente os concurso públicos são para ANALISTAS, PROGRAMADORES, TÉCNICOS, entre outros.

Imagine essa situação, uma pessoa passa em um CONCURSO para ANALISTA DE SISTEMAS ela entra e consegue ficar como CHEFE, então quer gerenciar grandes projetos e perrcebe que não é a sua área e mesmo assim toca o barco e continua o projeto. Já vi isso acontecer e MUITOOO.

O problema é que depois do PROJETO MAL SUCEDIDO a pessoa acaba Frustando ele, a organização, o setor que trabalha e gastando dinheiro público em vão….

Ou estou errado? Concordam comigo?

Um grande abraço e parabéns novamente.

Att.
Fabiano Gomes da Silva
Diretor do EmpregaTI
Carreiras e Empregos em TI

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">