Estudo da IDC mostra que a venda de PCs no segundo trimestre de 2010 é 29% maior do que no mesmo período do ano passado

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A IDC, líder em inteligência de mercado, consultoria e eventos nos mercados de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, acaba de divulgar o estudo Brazil Quarterly PC Tracker do segundo trimestre de 2010 e afirma que foram comercializados 3,4 milhões de computadores. Este número é 29% maior do que o apresentado no mesmo período do ano passado. Ainda de acordo com essa pesquisa, 54% dos equipamentos são desktops e 46% notebooks. “Vale lembrar que estamos comparando estes números obtidos com o segundo trimestre de 2009. No ano passado, esse período foi de recuperação devido à crise mundial, porém ainda assim, vemos o resultado com ótimos olhos”, declara Luciano Crippa, coordenador de pesquisas da IDC.

No segmento doméstico, pelo segundo trimestre consecutivo foram vendidos mais  notebooks do que desktops, confirmado a tendência já apontada pela IDC em estudos anteriores. Já no setor corporativo, os desktops continuam predominando, com participação de 70% sobre o total de computadores vendidos no segmento. “Apesar das diferenças entre os segmentos, quando comparamos os números do segundo trimestre do ano passado com o deste ano e dividimos os segmentos corporativo e doméstico, vimos que ambos tiveram taxas de crescimento muito próximas. Isso mostra que, além do bom momento vivido no varejo, as empresas também estão comprando”, completa coordenador de pesquisas da IDC.

O estudo da IDC apresenta também o número de vendas de computadores no primeiro semestre deste ano: 6,4 milhões. Houve um crescimento de 32% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram comercializados 4,8 milhões de equipamentos. “O número do primeiro semestre deste ano já é maior do que o do segundo semestre de 2009, período que concentra as vendas de Natal e que normalmente apresenta números expressivos. Isso mostra que podemos esperar um mercado bastante aquecido nos próximos meses”, disse Crippa.

Por conta dos últimos números, a IDC prevê um crescimento de mais de 20% em 2010 com relação a 2009, com aproximadamente 13,7 milhões de máquinas vendidas. Neste consolidado, 55% será de desktops e 45% de notebooks. “Para 2011 as expetativas também são boas. Além de esperarmos bons desempenhos tanto no varejo quanto no segmento corporativo, o governo poderá se destacar, pois existe a possibilidade de termos até 1,2 milhões de computadores vendidos para o segmento por conta do programa Um Computador por Aluno.”, finaliza o coordenador de pesquisas da IDC.

Acompanhe a IDC no Twitter: http://twitter.com/idcbrasil

Fonte: Rosa Arrais Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">