Sendo produtivo no Ubuntu

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Ser produtivo muitas vezes está ligado a utilizar as ferramentas corretas. Eu, por exemplo, gosto de utilizar o Ubuntu como sistema operacional e acho sinceramente que essa escolha aumenta bastante a minha produtividade, por isso, montei um pequeno post explicando como utilizo alguns recursos e aplicativos que só o sistemas do pinguim podem oferecer.

Remember: Time lost cannot be regained.

Lembre-se: Tempo perdido não pode ser recuperado.

Cliente de E-mail

Nos últimos tempos, o e-mail vem se tornando cada vez mais uma grande ferramenta de trabalho. Por isso, é interessante ter um meio produtivo de organizá-los e tratá-los. Eu gosto de ter tudo-a-mão, por isso utilizo o Evolution como cliente de e-mail aliado ao imap do Gmail. Ele mantém organizados meus e-mails com os filtros que faço direto na interface do Google, não correndo o risco de perde-los em um crash do meu sistema. Pra quem (como eu) utiliza mais de um computador para verificar e-mails,  é complicado trabalhar com o POP3, pois, você acaba ou duplicando e tendo que organizar os e-mails mais de uma vez, ou acaba com tudo desorganizado (alguns e-mails em uma máquina e outros em outra e por ai vai). O imap é interessante porque mantém a sincronia com o servidor a todo instante. Pois bem, fica a dica: Gmail+Evolution é uma boa…

Agenda

Quem me conhece sabe que sou meio maníaco por organização, por isso, uma (ou várias) agendas são necessárias. Gosto muito do Google Calendar, acho tanto a interface como as funcionalidades muito bem boladas. Para ter uma notificação “desktop-like”, cadastro minhas agendas no Evolution, o que faz o calendário do Gnome (aquele no canto superior direito) mostrar meus compromissos. Tecnicamente utilizo-o mais pra isso, pois, normalmente prefiro a interface Web do Google Calendar mesmo. Anote ai na sua “agenda”: Google Calendar+Evolution = Calendário organizado com notificação no desktop.

Leitor RSS

Esse sinceramente não tenho uma dica, Google Reader é o preferido… Já deu pra ver que gosto dos produtos do Google, né?

Backup/Sincronia de Arquivos

Este ponto é meio complexo, normalmente utilizava o Dropbox mas depois que o Ubuntu One apareceu com o recurso de sincronizar diretórios de fora do seu diretório padrão, mudei na hora. Sinceramente ele é um pouco mais lento que o Dropbox, mas ainda assim prefiro pela facilidade de uso. Sem contar que o UOne promete algumas features interessantes para o futuro, como sincronia de favoritos e de “notas” pelo tomboy notes. A dica é a seguinte, entre Dropbox e Ubuntu One tanto faz, escolha o que se encaixar melhor no seu perfil.

Navegador Web

Meu navegador Web padrão/preferido é o Firefox. Apesar de as vezes me aventurar a usar o Chrome ou o Opera, acho que os addons do Firefox ainda fazem dele o melhor navegador. Aqui vai uma pequena lista e descrição dos addons que utilizo nele:

  • Adblock Plus: Para bloquear as propagandas que eu não quero ver (todas praticamente);
  • DownThemAll!: Na minha opinião o melhor gerenciador de downloads da atualidade;
  • FasterFox: Esse complemento é interessante pois adiciona praticidade no ato de navegar, por exemplo, ao selecionar uma palavra ou frase ele busca uma descrição breve na Wikipédia pra você;
  • Firebug: Must have de qualquer desenvolvedor web ou qualquer um que tenha o mínimo de curiosidade de saber como a “web funciona”;
  • Flashblock: Simplesmente para carregar apenas os Flashs que eu quiser;
  • gTranslate: Selecione a frase, escolha a língua e pronto, ele traduz pra você, realmente muito útil;
  • Read It Later: Salva as páginas para ler depois, simples, prático e rápido;
  • Web Developer: Toolbar muito útil para desenvolvedores web.
  • Xmarks: Enquanto o sincronizador de bookmarks do Ubuntu One é só promessa, utilizo esse addon para fazer a função.

Acredito que a grande sacada do Firefox é justamente os plugins, portanto, vai de você procurar na sua página de complementos até encontrar o que precisa e “montar” um Firefox de acordo com as suas necessidades.

Desktop

Gnome-Do após digitar "Gnome" nele.

Gnome-do em Ação.

 

Meu desktop tem quatro áreas de trabalho. Normalmente divido entre elas as “atividades”, por exemplo: o Evolution em uma o editor de texto em outra e por ai vai… Uso também colocar o Firefox em uma e o Eclipse na outra pois facilita o edita-testa normal do desenvolvimento web. Normalmente mantenho o Compiz ativado com as configurações mínimas, pois, acho que ele dá uma “fluidez” melhor para o desktop. Além disso, utilizo o gnome-do que facilita diversas atividades como procurar arquivos e executar programas. Como disse no twitter há algum tempo: depois que instalei o gnome-do nunca mais usei o Nautilus. Fica a dica: várias áreas de trabalho somadas a ferramentas que melhoram a usabilidade (Compiz e Gnome-do) pode fazer uma boa diferença na sua produtividade.

Conclusão

E é isso. É mais ou menos assim que eu utilizo meu Ubuntu. Acredito que com essas dicas já seja possível montar um ambiente Linux com produtividade suficiente para o dia a dia, e é claro, contando sempre com todas as vantagens que só o sistema do pinguim pode oferecer.

Fonte: JC Neto Blog

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Jurmir Canal Neto

Mais artigos deste autor »

Bacharel em Ciência da Computação, Sun Certified Java Programmer (SCJP 6) e entusiasta do mundo livre, já ministrou alguns cursos e palestras sobre GNU/Linux, Python e Web Services, já tendo trabalhado em ambiente Web com PHP, Javascript, CSS, MySQL e PostgreSQL e também em ambiente corporativo utilizando Java (J2EE), Natural/Adabas e Oracle.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">