Virtualização: sua empresa e a natureza agradecem

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Não é de hoje que o termo virtualização aparece nas pautas de reuniões de equipes de TI espalhadas pelo mundo afora. O conceito, que foi desenvolvido pela primeira vez na década de 60 em mainframes, teve sua importância reforçada durante a crise econômica mundial de 2008, onde a chamada “TI Verde” ganhou grande destaque nas mídias especializadas.

Para quem não está familiarizado, TI verde é o termo adotado para se dizer que a tecnologia deve estar em harmonia com a natureza, ou seja, são práticas sustentáveis tomadas na fabricação, administração/utilização e no descarte de equipamentos eletrônicos, que permitem o crescimento tecnológico sem afetar o meio em que vivemos. Capiche?

A virtualização, em uma explicação rápida e fácil de entender, é o método utilizado (através de softwares específicos) para emular um hardware dentro do outro, ou seja, você pode ter vários ambientes virtuais – totalmente independentes cada um com SO, aplicativos e processos diferentes sendo executados – dentro de um único hardware.

Este método, quando aplicado em servidores, permite um melhor aproveitamento de recursos em um número menor de equipamentos, ou seja, ao invés de se ter, por exemplo, três máquinas hospedando três serviços diferentes, poderia se utilizar apenas uma (com maior poder de processamento, claro) com dois dos serviços rodando de forma virtual (e ainda poderia sobrar “espaço” para outros ambientes virtualizados). Quando aplicado em Storage, permite melhor aproveitamento da capacidade de armazenamento, gerenciamento centralizado independente da localização física dos sistemas de armazenamento, alocação mais rápida de recursos e capacidades mais amplas de recuperação de desastres.

Conseguiu captar as vantagens? Não? Então dá uma olhadinha nos pontos positivos comentados abaixo:

  • Redução de custos: claro, o foco da tecnologia é a redução de custos aos departamentos de TI que, na grande maioria das vezes, possuem um orçamento apertado. A redução é logo percebida, pois, com um ambiente de storage e servidores consolidado e virtualizado diminuem-se também os recursos de administração, manutenção, alocação, energia, refrigeração (que inclui também energia, claro) e outros;
  • Gerenciamento centralizado: a partir de um único local, pode-se gerenciar o pool virtual de recursos de servidores e storage;
  • Maior agilidade: a alocação da capacidade de armazenamento e a implantação de novos servidores torna-se uma tarefa menos árdua, logo, sobra tempo para a equipe de TI se focar em inovações e projetos estratégicos;
  • Confiabilidade: a tecnologia existe há mais de dez anos e durante esse tempo, recebeu ajustes e novas funcionalidades, podendo hoje ser aproveitada até mesmo em ambientes críticos, como os de ERP.

Pois bem, dentre as empresas que se destacam na área citamos três que, em parceria, estão oferecendo soluções que tornam a adoção da virtualização um processo nada doloroso.

HP, Intel e VMware juntaram suas forças  e lançam uma das melhores soluções para virtualização de infraestrutura do mercado, que consiste na solução de Grid Storage HP P4000 - servidor HP ProLiant DL380 G7 com até dois processadores Intel Xeon série 5600 e tecnologia de virtualização VMware.

Se você quer saber mais sobre como a virtualização pode melhorar seu negócio, baixe o informativo oficial da Forrester: “Ramp Up Your Virtualization Benefits” (Aumente seus benefícios com a virtualização). Neste documento você vai conhecer os segredos por trás do sucesso de quem já adotou a virtualização e também quais ações evitar para sugar o máximo de eficiência da tecnologia.

Ah! Percebeu também como a virtualização se encaixa perfeitamente na onda da TI verde? Se há redução de máquinas, há redução de emissão de CO2, de energia elétrica e também de lixo tecnológico, ou seja, além de economizar, a empresa que adota a virtualização também contribui para a manutenção do planeta.

Descubra todas as possibilidades da virtualização. Sua empresa e a natureza agradecem!

Este texto é um publieditorial (post patrocinado).
Este aviso representa nosso comprometimento e transparência diante de sua opinião.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>