Estudo da IDC América Latina revela que 70% dos usuários de TI assistem a vídeos online relacionados à sua profissão

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A IDC América Latina, principal empresa de inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências para os mercados de Tecnologias da Informação e Telecomunicações, acaba de apresentar um estudo sobre o comportamento de compra dos usuários de TI na América Latina, analisando as preferências online dessas pessoas. A conclusão é de que o vídeo online se destacou como uma das ferramentas mais utilizadas na hora de informar-se sobre um produto ou serviço de TI.

“De todos os pesquisados, 70% assistem a vídeos online relacionados com sua profissão. Isso mostra que o vídeo se transformou em uma ferramenta muito atraente para os profissionais de Marketing B2B”, disse Luciana Sario, gerente de Marketing de IDC América Latina.

O México encabeçou o ranking. Naquele país, mais de 79% dos usuários finais de TI assistem a vídeos online para obter informação sobre um serviço de TI ou uma tecnologia em particular. A Colômbia apareceu em segundo lugar com quase 78%. O último da lista foi o Brasil, com 58,33%. “Mesmo ocupando a lanterna do ranking, observamos que o Brasil tem um número bastante expressivo de pessoas interessadas em obter informações em formato de vídeo”, completou Luciana.

A gerente de Marketing da IDC América Latina alerta que, para conseguir um bom video online, existe uma série de passos a seguir. “Contar com um plano de produção de qualidade é um dos passos essenciais para obter um programa multimídia de sucesso. Outra questão que deve ser levada em conta é a das métricas, que podem ser básicas, como clicks e views, ou mais complexas, como as que são relacionadas à interatividade gerada a partir de cada vídeo”.

O estudo da IDC destaca ainda que um dos objetivos a serem alcançados quando se produz um vídeo é o conteúdo criativo e de grande interesse para a audiência selecionada. Para Luciana Sário, converter um vídeo num viral não é uma tarefa que se pode exercer sozinho. “A audiência é fundamental. Por isso, para avaliar os resultados tem que ficar bem claro qual é o público em questão e qual é o número de pessoas que devem ser impactadas. Quando se trata de uma audiência de milhões, vamos querer conseguir a maior quantidade de views possível”.

Luciana Sário finaliza explicando que o vídeo é uma mídia social. “Para começar a gerar um vídeo viral devemos ter bem claro o conteúdo e depois vamos somando uma boa estratégia de distribuição nas diferentes plataformas sociais”.

Acompanhe a IDC no Twitter: http://twitter.com/idcbrasil

Fonte: Rosa Arrais Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">