Coopmil reestrutura TI com FDM Network

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Como uma das maiores cooperativas de crédito do país na especialidade Finanças/Crédito e com cerca de 350 funcionários, que atendem a todo o estado de São Paulo, a Coopmil sentiu a necessidade de reestruturar seu parque tecnológico.

Para isso, a Cooperativa contou com a FDM Network, integradora de soluções em TI, que ficou responsável pela implementação de todo o projeto.

O investimento foi proveniente do crescimento e visão para as necessidades tecnológicas do futuro da Coopmil, que precisava garantir qualidade e desempenho da infraestrutura de redes da empresa, com reestruturação completa e troca de configuração dos ativos.

A FDM Network, em alinhamento com a equipe de TI da companhia, que trouxe a demanda principal, identificou as principais lacunas e expectativas de projeção de crescimento junto à Cooperativa e definiu a necessidade da estruturação de todo o parque tecnológico. A integradora implantou o cabeamento horizontal nos dez andares da Coopmil, instalou redes sem fio nos andares da diretoria e presidência, integrou o BackBone (espinha dorsal) feito em fibra ótica e configurou todos os ativos de rede.

“Todo o projeto foi concluído em 60 dias, sem prejudicar o desempenho da empresa. Anteriormente, trafegávamos nossos dados a uma velocidade de 10Mbps/100Mbps. Entretanto, os ativos de rede eram obsoletos e em muitos departamentos possuíamos hubs. A reestruturação foi fundamental para acompanharmos a evolução da companhia”, explica a equipe de Tecnologia e Infraestrutura da Coopmil.

Em sua totalidade, o projeto, que recebeu o investimento de R$ 220 mil, englobou cerca de 400 Pontos de rede por meio de toda a sede da empresa, desde o térreo, sobre loja, até os pontos do 1° ao 7° andar. A rede foi baseada em protocolo TCP/IP, com topologia de barramento, onde cabos utp cat 6 foram utilizados para o meio físico.

Toda a sede da empresa recebeu a nova estrutura e as áreas de Diretoria e Presidência passaram a fazer acesso aos serviços via redes sem fio. “Com a nova implementação, tivemos garantias quanto à capacidade de velocidade e qualidade da rede, o que nos permitiu garantir maior desempenho para outros serviços no setor de TI”, completa o Presidente da Instituição, Cap Ref PM Hélio Lourenço Camilli.

Fonte: NB Press Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">