Emerson Network Power lança sua estratégia para gerenciamento da infraestrutura de data centers

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A Emerson Network Power, uma empresa da Emerson (NYSE: EMR) e líder global em Business-Critical Continuity™, apresentou a Trellis™, plataforma única de informações para o gerenciamento da infraestrutura de data center (DCIM), que vem  preencher a lacuna crítica existente entre os equipamentos de TI e as instalações físicas do data center.

A plataforma Trellis para otimização dinâmica da infraestrutura é uma família que reúne hardware, software e serviços, e foi criada para administrar a dinâmica e os requisitos da infraestrutura de uma maneira holística, a partir de um “ponto central de informação”, permitindo que os administradores dos data centers tomem decisões mais inteligentes sobre a interação entre a disponibilidade, a eficiência e a utilização da capacidade instalada.

“A virtualização trouxe maior flexibilidade e eficiência para a administração do data center, mas introduziu novas complexidades e pressões para a infraestrutura física estática”, diz Steve Hassell, presidente da Avocent, unidade de negócios da Emerson Network Power. Hassel atuou como CIO da Emerson quando a empresa construiu seu data center de 35.000 m2 e recebeu certificado Gold pelo LEED, onde ganhou muita experiência com os desafios enfrentados neste que representa o estado-da-arte em data centers. “Hoje, a empresa não enxerga o impacto da virtualização e do uso de servidores de alta densidade na infraestrutura física, deixando de aproveitar toda a capacidade de seus equipamentos. Queremos oferecer essa visibilidade e as ferramentas para administrar e otimizar as mudanças na infraestrutura física”.

Atualmente, os gerentes de data centers reservam 20% ou mais da capacidade do sistema de energia para se proteger contra eventuais sobrecargas. Isso se tornou uma prática padrão, por falta de uma visão unificada e em tempo real das condições operacionais dos equipamentos de TI e dos sistemas de climatização e energia, onde os administradores dos data centers se baseiam em especificações do manual de instruções em vez de indicadores de desempenho em tempo real. A virtualização aumentou a incerteza – e até o tamanho do buffer em alguns casos – porque cria um ambiente operacional dinâmico em uma camada física estática. De acordo com os cálculos da Emerson, se cada data center dos Estados Unidos conseguisse usar 10% a mais de sua capacidade disponível, as empresas norte-americanas poderiam economizar mais de US$ 10 bilhões com uma melhor gestão da infraestrutura dos seus data centers.

A plataforma Trellis vem aumentar o aproveitamento dessa capacidade, proporcionando visibilidade e controle sobre os processos de integração e colaboração entre as camadas física e de TI – que a Emerson Network Power chama de otimização dinâmica de infraestrutura – eliminando a especulação sobre o desempenho que exige um “buffer” de capacidade do sistema de energia.

A Trellis oferece as funcionalidades das Soluções DCIM (Data Center Infrastructure Management) Aperture, Avocent e Liebert, da Emerson, aprimorando esses sistemas com uma solução unificada e reunindo informações de forma mais precisa. A Emerson Network Power espera que os módulos centrais da Trellis estejam disponíveis no quarto trimestre de 2011, com o lançamento de módulos subsequentes nos próximos 12 a 18 meses. Para obter os benefícios de uma infraestrutura otimizada nos data centers, os clientes podem implementar qualquer solução de hardware ou software da Emerson Network Power. As soluções atuais serão migradas ou integradas à nova plataforma Trellis para oferecer a otimização dinâmica da infraestrutura em um nível de DCIM que ninguém mais pode oferecer.

Em 2009, com a aquisição da Avocent, a Emerson Network Power obteve o componente que estava faltando para oferecer conhecimento e controle holístico sobre cada aspecto da infraestrutura física do data center. A empresa foi reestruturada para acelerar a integração das tecnologias de gerenciamento de infraestrutura em suas linhas Aperture, Avocent e Liebert e desenvolver a Trellis, que será a plataforma mais completa para gestão. A Emerson investiu muito para criar uma solução interligando os sistemas de TI e instalações e oferecendo dados em interfaces adequadas em todas as instalações e áreas de TI. As aquisições da Aperture e Avocent pela Emerson representam um investimento de mais de US$ 1,25 bilhão, um dos maiores investimentos em uma única categoria de soluções na história da empresa. Além disso, em janeiro, a Emerson indicou seu CIO, Steve Hassell, para coordenar a nova divisão que reúne as marcas Aperture e Avocent, trabalhando para criar a primeira solução holística de DCIM da indústria.

Diversos influenciadores e institutos de estudos, incluindo o Gartner, já reconheceram a demanda por esse tipo de solução.

“Até 2014, as ferramentas e processos de DCIM estarão presentes na maioria dos data centers, aumentando sua penetração de 1% (em 2010) para 60%. Para aproveitar da evolução desses benefícios, os líderes de I&O devem começar o processo de avaliação do DCIM em 2010 e 2011”, diz David Cappuccio, vice-presidente administrativo e diretor de pesquisas das equipes de infraestrutura do Gartner, em seu relatório de março de 2010, “DCIM: Indo Além da TI”.

Leia mais sobre os produtos e serviços da Emerson Network Power em: www.EmersonNetworkPower.com.br

Fonte: IMS Brasil

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">