O “novo” Profissional de Internet

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

generation2.0_ecommercegirlJá há algum tempo tenho notado que a nova geração de profissionais da Internet tem cara nova.

Acho que podemos até chamar de profissionais 2.0, pois, essas pessoas se especializaram em trabalhar “para” e “com” a internet.

Somos diferentes e temos um código de conduta variante ao que eu conheci na época em que trabalhei com T.I.

Estive em um parceiro na última semana e quando conversavamos sobre comissões e indicação de negócios eu disse a ele:
(…)” Por hora somos uma área pequena e unida ( e-commerce ) somos leais e amigos, e todos se conhecem e se respeitam”

Saí da reunião pensando no que eu disse, e o quanto isso é importante.
“Lealdade, Amizade e respeito”

Eu falei com orgulho! Orgulho por fazer parte desse grupo.
Completei dizendo ao meu futuro parceiro : “(…) nós temos um código de elegância”.
Ele me disse rindo: – “Bom, então divida isso com o mundo , porque o que esta faltando é elegância corporativa por ai…”

Quer ser como a nova Geração de Profissionais da Internet? Então anote o novo código de elegância:

1) Responda emails.

Não existe nada mais chato do que enviar um email com proposta ou mesmo contato e ficar esperando o retorno. Sabemos que a outra pessoa leu mas ela simplesmente não responde – isso é o cúmulo da síndrome do “estou ocupado”. Além do mais, responder rapidamente deixa a caixa de entrada leve.  Você não gosta de ficar esperando respostas que nunca vem? Pois é, nem seus parceiros, funcionários, colaboradores, entrevistados, candidatos a vagas etc… Retorno de emails é a primeira lição de elegância da geração 2.0.

2) Não atrase em reuniões

Eu sei que em SP é quase impossível chegar na hora em reuniões, sempre tem um acidente na marginal, uma rua alagada… mas tudo tem limite! Já esperei por uma pessoas 2 horas, e ela dizendo que estava chegando… chegando…. e eu… indo…. indo.. indo… embora. Nunca mais voltei. Isso fica tão marcado que inconscientemente não aceitamos mais essa pessoa – seja qual for o motivo do atraso. Então, a solução é: saia mais cedo e! Imprevistos acontecem e para isso existe o celular. Avise que vai se atrasar, e se o atraso passar de 1 hora é melhor remarcar!

3) Seja articulado

Foi-se o tempo onde ‘quem mexia” com computadores ou internet era gago, quase não falava e vivia pelos cantos com aparência pálida. Os profissionais de internet apresentam muitos seminários, cursos, palestras… é parte do nosso trabalho, então, ser articulado é quase mandatório! É assim que se vende uma idéia : FALANDO!

4) Seja Elegante. Não usamos óculos fundo de garrafa e nem somos os “desarticulados” da turma

Nos filmes dos anos 90 os profissionais da geração internet usavam calças caqui, camisas xadrezes e óculos fundo de garrafa. Isso sempre foi lenda, mas agora foi por água a baixo de vez!

Ninguém entende mais de moda e tendências do que nós! Somos elegantes e inteligentes nas compras, nos vestimos bem e com um característico bom humor nos acessórios. Isso nos identifica fácil – somos aqueles que parecem descolados e inteligentes!

5) Pesquise e escreva

Não há nada que enriqueça mais do que a pesquisa. Profissionais da nova internet sabem disso como ninguém e quem lê muito, escreve bem também! Escrever corretamente é uma característica da nossa geração.

6) Não alimente os Trolls

Trolls são seres contratados ou independentes que entram em redes sociais para tumultuar ou criar controvérsias sobre assuntos específicos. Podem ser dedicados a uma marca ou pelo simples prazer de ‘ser contra”. Isso me parece coisa de gente com tempo ocioso. Nós não alimentamos essa turma (termo usado no twitter), é só ignorar! Logo passa :)

7) Ajude quem pede com humildade e sinceridade

Pedir ajuda quando não se sabe alguma coisa, é uma prova original de humildade. Ajude! Profissionais 2.0 tem como costume ajudar quem pede com sinceridade. Não é incomum alguém pedir orientação para algum assunto específico e receber uma enxurrada de emails ou posts de ajuda.

8) Cumprir os prazos é mandatório

Prazos fazem com que o trabalho apareça. Profissionais 2.0 não “enrolam”o projeto, mesmo porque quanto mais tempo demorar menos coisas novas chegam às suas mãos.

9) Existem oportunidades e negócios para todos – o que não serve para você, pode interessar a outro – divulgue!

A lei de Gerson não faz parte do vocabulário dos profissionais 2.0. Algum negócio não serve para mim? Servirá para outro! Indicamos para empregos, negócios, oportunidades e por hora esse ítem nos faz diferentes de toda uma geração que na corrida pelo sucesso profissional usava a lei de Gerson – “Sempre queremos tirar vantagem de tudo” para esconder uma insegurança sem tamanho.

10) Seja generoso, ensine

Ouvi uma vez de alguém, que a única forma de se tornar eterno é ensinando. Passando conhecimento para frente… ensine, oriente, nós nunca esquecemos quem sinceramente nos ensina algo.

11) Cultive o Network

O número de pessoas no seu grupo de LinkedIn não diz que profissional você é, mas sim as pessoas que realmente te dizem alguma coisa, que compartilham assuntos, interesses, grupos, idéias – isso é network originalmente perfeita!

Achou que estou vivendo no mundo de ÓZ? Pergunte a qualquer um dos meus companheiros…

Nós somos a nova geração de profissionais da internet!  Sigam-nos os bons!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Solange Oliveira - eCommerce Girl

Mais artigos deste autor »

Solange Oliveira é Especialista em e-Commerce
Vice Presidente da ABComm
Socia da e-Vision e-Commerce Consulting, e-VisionVagas.com
Branding Ambassador Omni-Channel Brazil XMC
Professora MBA Estratégia em comércio eletrônico na BSP
Professora MBA Comércio Eletrônico - Impacta
Professora eCommerce School


7 Comentários

Jailson Rodrigues
1

Muito bom o artigo! ou melhor o post..
Realmente a ideia de profissionais de internet 2.0 é o que precisamos
difundir pondo em pratica os pontos que foram levantados.
Temos que deixar de apenas ler essas praticas e sim executá-las!

Djeison
2

Realidade pura, tá na hora de largar de vez o ego amigos nerds, e compartilhar conhecimentos.
A Era do individualismo acabou.

Diego Cardoso
3

Olá ecommercegirl,

Já faz algum tempo que venho acompanhando os seus posts, mas confesso que este foi o que me chamou mais atenção.

Sem dúvida concordo com você, aquela imagem do profissional de informática como você mesmo relatou não existe mais, hoje devemos ser articulados para conseguir cativar os clientes que estão cada vez mais exigentes no dia-a-dia.

Acredito que em questão de tempo, as pessoas de TI que são do estilo “antigo” como citado, ou terão que se adequar e adaptar a esta nova realidade ou logo logo estarão perdendo espaço no mercado.

Um abraço, novamente parabéns pelo artigo e sucesso!

Nessa
4

Tem toda a razão, garota!
Eu acho que acabei de ler tudo o que eu queria dizer para muitas pessoas, clientes e colegas, mas não tinha me dado conta.
Você sintetizou tudo, parabéns.

Jacson Leite
6

Otimo post, o que sei hoje na area foi com ajuda de sites que compatilham conhecimentos:
http://www.guanabara.info
http://www.mxmasters.com.br
http://www.upinside.com.br
http://www.andrebuzzo.com.br
e agora atraves de twitter cheguei ate voces.

Quanto a estilo “nerd” “geek” de se vestir, eu nunca concordei com os filmes. Nunca fui o que a midia colocava e coloca ate os dias de hoje, pelo contrario. E outra aqui no Brasil quem trabalha nessa area e bastante respeitado.

\o/ viva a geraçao 2.0! \o/

Alexandre Manoel
7

Muito bom, concordo com tudo que foi escrito, menos com o quinto tópico, Na seguinte frase “Escrever corretamente é uma característica da nossa geração.”, não vejo não só nos profissionais de TI ou qualquer outra areá que escrevam corretamente. Vejo diariamente que essa é uma grande deficiência da nossa sociedade como um todo.

Mas gostei muito do restante do artigo.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">