Implemente redes de computadores simples e seguras

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Continuando nosso papo sobre a chegada da HP no mercado de redes e sua estratégia de Infraestrutura Convergente, hoje vamos falar um pouco sobre a primeira regra criada pela empresa para explorar este nicho: Implemente redes simples e seguras!

A constante necessidade de adequação dos ambientes de TI às mudanças de negócio das organizações, exige cada vez mais das equipes de TI tomadas de decisão adequadas para que se possa expandir a infraestrutura com o menor custo e riscos possíveis.

A simplificação dos complexos ambientes de TI é a grande aposta da HP com sua estratégia de Infraestrutura Convergente que permite a integração de soluções de armazenamento de dados, servidores, redes (com e sem fio) e serviços em ambiente virtualizado que pode ser gerenciado remotamente – Saiba mais sobre virtualização.

Através do gerenciamento unificado, os ativos tornam-se um repositório virtual de recursos que pode ser administrado para se obter o melhor aproveitamento possível com um número menor de equipamentos, fazendo com que o ambiente de TI se adéqüe dinamicamente a qualquer mudança de negócio.

Um exemplo prático para gestão simplificada de redes seria o balanceamento de carga de setores de uma grande empresa, onde o administrador poderia oferecer mais banda para um determinado setor por um determinado período, afim de não deixá-lo em um gargalo, aproveitando melhor os recursos que poderiam estar sendo subutilizados em outros setores.

Na parte de segurança, nada de regras complexas e gerenciadas através de vários sistemas. A HP oferece aplicativos que permitem aos administradores, por exemplo, bloquear o acesso a sites inteiros ou parte deles e criar regras de controle de acesso, ajudando a reduzir os riscos de segurança e garantindo o bom desempenho de suas redes.

Com toda a facilidade do gerenciamento unificado e a redução de parque tecnologico, os profissionais de TI podem passar a aplicar seus esforços em inovações tecnologicas ao invés de se concentrar em manutenções, que hoje consomem em média 70% dos orçamentos dos setores de TI.

Além de uma gestão mais fácil e eficiente de suas estruturas de TI, as organizações buscam flexibilidade para poderem adequar e expandir seus ambientes conforme as necessidades de mudanças nos negócios, e este será o próximo assunto do nosso bate papo.

Até a próxima!

Este texto é um publieditorial (post patrocinado). 
Este aviso representa nosso comprometimento e transparência diante de sua opinião.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">