Evolução das Redes Sociais: Tecnologia Web 2.0

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Redes sociais – um conceito já conhecido, mas que vem sendo revitalizado e ganhando novas proporções com a evolução dos recursos web.

Atualmente, a tão falada comunicação boca-a-boca e o marketing one-to-one se fortalecem. Na evolução das redes sociais, podemos traçar uma linha evolutiva do conceito a partir das tecnologias e elementos ligados às Intranets corporativas, passando pelas Extranets e portais de colaboração com os clientes.

A tendência de tecnologia que está intimamente ligada ao princípio e evolução das redes sociais é a tecnologia Web 2.0 – que pode ser traduzida como a mudança no comportamento e perfil dos usuários, que vai ao encontro do princípio das novas formas de comunicação utilizadas nas redes sociais.

No Facebook, que é considerado hoje uma das principais redes sociais do mundo e conta com mais de 500 milhões de usuários, é possível participar de diferentes grupos, criar redes próprias, manter a privacidade de perfil, compartilhar fotos, vídeos e mensagens, postar anúncios e classificados, etc.

Atualmente, as ferramentas interativas são aplicadas tanto em ambientes corporativos como em redes sociais.

Outra tecnologia que vem sendo empregada nos ambientes corporativos são as wikis, ferramentas colaborativas que apostam na construção coletiva de conteúdos. A partir de uma base de dados pública ou restrita a um determinado grupo, os usuários podem acrescentar idéias, editar dados, corrigir possíveis erros e alterar informações, entre outros recursos dinâmicos.

As ferramentas baseadas em colaboração e interação também podem auxiliar as empresas a evitar a perda de capital intelectual, já que boa parte do conhecimento acaba ficando com os funcionários envolvidos nos processos há mais tempo, e pode se perder caso ocorra um remanejamento de posições, ou mesmo demissões.

Tendo como grande aliada à grande expansão da internet e suas aplicações, as redes sociais abrem um novo leque de oportunidades para as empresas analisarem com recursos de maior alcance as preferências, os perfis e hábitos dos consumidores, o que pode auxiliar no desenvolvimento de estratégias de negócios mais certeiras junto ao seu público-alvo.

Uma questão começa a marcar presença nas análises e estratégias de mercado das empresas: como controlar o conteúdo publicado nesses espaços de maneira que ele seja revertido de forma positiva para a empresa em seus negócios?

A formulação dessa pergunta está especialmente relacionada ao novo status que os usuários das redes estão alcançando, com um alcance de comunicação e interação que pode abalar ou alavancar a reputação de muitas marcas.

Já em relação à maior exposição a ataques de vírus e outras brechas de segurança, é uma realidade que preocupa as empresas; a popularidade de serviços ou recursos que trazem o conceito de colaboração na web justifica a previsão de que as principais ameaças nesse campo aconteçam nas redes sociais, nos serviços baseados em cloud computing, aplicações web baseadas em browser e APIs.

A previsão de ampliação da popularidade das mídias sociais está no centro de todas essas motivações. De acordo com um estudo realizado pela IBM, o número de pessoas que participam de alguma rede social superará a barreira dos 800 milhões até 2012 e o tráfego na internet chegará a 20 mil Petabytes por mês, e as empresas também devem aumentar sua presença nas redes sociais.

Paralelamente à ampliação de investimentos neste segmento, a evolução das redes sociais deverá causar profundas transformações nas ações de marketing das empresas, além de influenciar a forma de se pensar e trabalhar a publicidade online e a publicidade em termos gerais.

O mercado de redes sociais móveis é promissor e até 2012 deverá movimentar cerca de 6 bilhões de dólares segundo a Juniper Research.

No mercado projetado com a ampliação das redes sociais, os consumidores assumirão cada vez mais um papel de destaque, seja na disseminação das informações e no desenvolvimento de novas tecnologias.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

5 Comentários

Zed
1

“Tendo como grande aliada à grande expansão da internet e suas aplicações, as redes sociais abrem um novo leque de oportunidades para as empresas analisarem com recursos de maior alcance as preferências, os perfis e hábitos dos consumidores, o que pode auxiliar no desenvolvimento de estratégias de negócios mais certeiras junto ao seu público-alvo.”

Ou seja, mais fácil de mensurar o gado.

“Uma questão começa a marcar presença nas análises e estratégias de mercado das empresas: como controlar o conteúdo publicado nesses espaços de maneira que ele seja revertido de forma positiva para a empresa em seus negócios?”

É rede social ou rede de negócios?

“No mercado projetado com a ampliação das redes sociais, os consumidores assumirão cada vez mais um papel de destaque, seja na disseminação das informações e no desenvolvimento de novas tecnologias.”

Papel de de que? De gado consumidor?

Sério, fico sempre pensando sobre a tal “evolução de redes sociais”.
Deveríamos estar falando em como mudaremos as coisas através de colaboração, ai sim talvez estaríamos
falando realmente em evolução de redes sociais.
No mais, são apenas novas ferramentas de comunicação, como carta, fax e telefone.

Otávio Silva
2

Zed,

Vc está no seu pleno direito de ter sua opinião dessa forma sobre o assunto. Mas
acho que vc realmente tem um certo receio do novo e tbém dificuldades de ver as coisas sob novos ângulos e perspectivas.
Um conselho: será que não está na hora de vc mudar sua mentalidade, sua maneira de analisar as coisas? Reveja os seus conceitos, talvez assim vc possa entender que para as redes sociais não serem usadas “como fax, email ou telefone ” como mencionou, vc consiga enxergar que as redes sociais são vistas pelas empresas como maneira de expandir seus negócios, atingindo o público alvo que lhes interessa, selecionar seus profissionais de acordo com os perfis que necessitam. A Web 2.0 permite isso tbém. E cada um colabora como puder.

Zed
3

Otávio,

Você não entendeu a minha colocação.

“… vc consiga enxergar que as redes sociais são vistas pelas empresas como maneira de expandir seus negócios, atingindo o público alvo que lhes interessa,…”

Estou questionando justamente esta interferência das empresas nas redes sociais.
O mal uso delas apenas torna algo um pouco mais evoluído que uma TV com propaganda.

Sua mentalidade que esta atracada no comportamento retrogado e seqüestrado da sociedade atual.
Redes sociais evoluídas, deveriam incentivar comunidades, troca de valores/informações.
E não apenas uma porta de entrada para mais poluição corporativa.

Outra, são os assuntos, assim digamos , “sociais”, eu quero saber do BBBosta,
eu não quero saber que estão coletando os meus dados para criarem um produto
que apenas irá beneficiar poucos empresários.

Todos estão preocupados apenas com a tecnologia, no máximo em como tirar vantagem sobre os outros,
e não como usá-la para trazer benefícios a todos.

Entendeu agora?

Otávio Silva
4

Zed,

Acho que vc está equivocado, camarada! tsc, tsc, tsc
“Todos estão preocupados apenas com a tecnologia, no máximo em como tirar vantagem sobre os outros, e não como usá-la para trazer benefícios a todos”

Que tal começar a escrever como seria esses benefícios segundo a sua visão tão “reacionária”?
“Redes sociais evoluídas, deveriam incentivar comunidades, troca de valores/informações”
As redes sociais que costumo frequentar e (creio que os colaboradores desse Blog informativo tbém!) contém justamente o citado acima, meu querido.
Sugiro tbém que dê uma pesquisada no dicionário o que significa retrógrado.
Um abraço, e parabéns!!! Entendeu?

Zed
5

Otávio,

Bom, escrever seria sobre minha visão “reacionária” como dito por você, seria como repetir os textos sobre
anarquia e o movimento Zeitgeist.
Sugiro que você leia Livro História das idéias e movimentos anarquistas Vol 1
http://cob-ait.net/pdf/Historia%20das%20ideias%20e%20movimentos%20anarquistas%20-%20Vol.%201.pdf

Caso prefira algo mais moderno ou ainda tenha o conceito popular de anarquia em mente,
pode assistir os filmes do Zeitgeist e as entrevistas do Jacque Fresco

http://www.zeitgeistmovie.com/

Tais pensamentos que citei,são baseados em evidências descritos nestes materiais.

————————————————————
Sobre o Significado de Retrógrado

adj. e s.m. Que, ou aquele que retrograda ou faz retrogradar.
Fig. Contrário ao progresso; conservador, tradicionalista, ultrapassado, obscurantista: educação retrógrada.

“Sua mentalidade que esta atracada no comportamento retrógrado e seqüestrado da sociedade atual.”

Realmente havia um erro de português , o brigado por corrigir.
Agora, se for em relação ao significado da frase eu posso explicar se quiser.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">