Uma boa idéia sempre é bem-vinda

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Falamos todos os dias sobre assuntos administrativos, comerciais e pessoais, quase nunca sobre o que pensamos, desejamos ou sonhamos. Que tal, neste momento, pararmos para imaginar algo além do que é tangível neste momento? Minha proposta aqui é levar você a se libertar do medo de inovar, de ter boas idéias mesmo que essas pareçam malucas, precisamos delas. Esqueça tudo isso, esqueça os limites, esqueça as regras que te prendem ao comodismo, supere suas fraquezas e mãos na massa.

Para iniciar, devemos nos lembrar de que idéias não são reais, ou seja, não é algo palpável, por isso são facilmente estraçalhadas ou arrancadas das pessoas que as tem por outras que não são tão boas para lidar com novas idéias, novos mercados, novas oportunidades e superação, são destruídas facilmente porque temos (seres humanos) por compreensão de que o que é real/palpável é o que tem valor e idéias são apenas idéias, mas lembre-se – é a sua idéia. Por isso devemos sempre nos lembrar de eliminarmos da lista de contatos pessoas com esse tipo de comportamento, não digo que deve ser uma atitude de ignorar por completo, apenas não abra suas idéias para esses por causa de um simples motivo: Eles vão querer arrancar e destruir teus sonhos, se não for possível ou se para evitar conflitos seja necessário expor idéias, exponha, mas exponha aquilo que não é a essência da idéia, ou então, tenha uma outra idéia que não dê indicações, não permita que te roubem descaradamente.

Como fazem isso é outra história, todos temos nosso lado podre, então todos lidamos de modos diferentes em diversas situações, alguns com classe e outros nem tanto. Isso que é interessante no ser humano, a diversidade e complexibilidade. Pois bem, não somos tão complexos assim, temos a tendência de escolhermos o caminho mais obvio ou mais rápido, portanto, o destruidor de idéias, sonhos e/ou inovação tem como caminho normalmente a palavra NÃO, sua melhor arma. Ele a usa sempre, ou seja, – Não é possível, Não é fácil, Não seria interessante, Não é inteligente e tantos outros Nãos. Fuja disso, se for impossível se esquivar dos nãos, então pelo menos tente não ser afetado e isso é fácil, basta acreditar em você.

Ter boas idéias não é questão de sorte é uma questão de treino, quantas vezes vemos boas idéias e ao mesmo tempo inovadoras? Raramente. Porque? Simplesmente porque temos por costume recauchutar idéias antigas e dizemos que são inovadoras. Não há erro algum nisso, porém, não é só de recauchutagem que o mundo precisa, precisamos ver mais ‘Googles’, ‘Twitters’, YouTube e outras empresas que abriram mercados nunca imaginados antes, que fizeram coisas que para maioria absoluta era impossível. Quando o Google começou, quem apostaria que seria a potencia que é hoje? E porque não dizer da idéia mirabolante do YouTube? E o Twitter, como é possível com 140 caracteres fazer tanto sucesso quando as pessoas precisam de muito mais para expressar o que sentem? Tenha certeza que todos esses tiveram contratempos e logicamente estão onde estão porque decidiram ignorar os Nãos que receberam como feedback.

Não tenha medo de uma idéia! Por mais absurda que ela possa ser, ela é a sua idéia e oráculos tecnológicos não existem, ninguém pode dizer ao certo que isso é impossível. Claro que existem mercados mais fechados e outros não explorados, claro que devemos ter planejamento e pesquisa no decorrer do projeto ou da idéia, porém, isso só começa quando alguém tem uma “luz”. Não deixe que apaguem essa luz!

Amigos e Amigas, treinem seus pensamentos, sua capacidade de gerar idéias porque o mundo precisa disso, as pessoas precisam disso, seja útil.

Até a próxima…

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Luiz Castro Junior

Mais artigos deste autor »

Diretor da Alpis Consultoria.
Consultor Certificado 8 Ps - Marketing Digital, Planejamento Estratégico digital, Gestor de Projetos.


2 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">