Apple e Intel abandonam o uso do coltan, tântalo e ouro

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Ambas empresas começam a fabricar nos próximos meses seus produtos livres de ouro, tungstênio, coltan e tântalo.

A atual revolução dos novos materiais dos eletrônicos tem o grafeno, o siliceno, os polímeros condutores e determinados óxicos metálicos como protagonistas. Fabricar processadores mais velozes, baterias flexíveis e telas moldáveis como tecidos será possível em breve.

O desenvolvimento e pesquisa das Tecnologias de Informação e Comunicação cresce tão exponencialmente quanto a difusão de seus usos e consumo em todo o mundo. A chegada ao mercado de eletrônicos realmente sustentáveis encontra pouco impedimento de ordem técnica, visto os investimentos na área. A indústria eletrônica não parece carecer de criatividade e inovação.

Parece que duas gigantes da indústria começaram a lançar uma certa moda das novas tecnologias de comunicação: menos tóxicas, de custo de fabricação mais barato e mais fáceis de reciclar, enfim, mais sustentáveis.

Fonte: LixoEletronico

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

2 Comentários

Felipe Andueza
1

A licença de uso do conteúdo do site lixoeletronico.org permite a reutilização com os devidos créditos. No caso, este post não foi só escrito “com informações” do lixoeletronico.org, mas sim transcrito exatamente igual. A divulgação é super bem-vinda e incentivada, mas o crédito deste texto, de minha autoria, está impreciso. Espero que a devida correção seja feita. Do mais, parabéns pelo site. Atenciosamente, Felipe Andueza.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">