ASSESPRO leva abaixo assinado para a Presidência da República

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Sabendo que a área de TI é um dos setores de prioridade da gestão da presidente Dilma Rousseff, a Assespro (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação), levou à presidência da república um abaixo assinado a fim de fomentar este nicho no Brasil, tanto do ponto de vista do desenvolvimento público, quanto econômico.

Subscreveram o pleito centenas de empresas do setor, de todos os portes e unidades do país, as quais somadas representam 400 mil funcionários e faturam juntas mais de R$ 20 bilhões.

“A indústria de software e serviços de informática é nova em relação às indústrias tradicionais, que já tem gigantes estruturas de representação estabelecidas, então cientes da inteligência e da percepção da Presidente sobre a transversalidade e o potencial da tecnologia da informação. Chamamos todos os empresários brasileiros do Setor para subscreverem conosco o pedido de audiência, pois tem o principal propósito de levar a contribuição da iniciativa privada ao Governo Dilma, que acreditamos ser marcante no desenvolvimento e fortalecimento da industria nacional”, afirma Luís Mário Luchetta, Presidente da Assespro.

A mobilização motiva-se pelo entendimento da importância estratégica do setor de tecnologia da informação para o país. Ainda na campanha eleitoral de 2010, a área de TI gerou um documento destacando o papel do setor para a contínua ascensão do país. E neste ano, a Assespro vem dar continuidade a ação com o objetivo adicional de posicionar melhor o país quanto à criação, desenvolvimento e exportação de tecnologia.

No abaixo assinado, a Assespro sugere criar políticas públicas para cooperar com o desenvolvimento do Brasil, são elas:

  1. Benefícios ao cidadão brasileiro, pelo aumento do uso da tecnologia da informação nos macrossistemas públicos;
  2. Incremento da competitividade da economia brasileira, pela criação de mecanismos que estimulem a adoção da tecnologia de informação pelas empresas, e em particular, pelas micro e pequenas empresas;
  3. Utilização do poder de compra governamental para o incentivo ao desenvolvimento de tecnologias nacionais;
  4. Aprovação de legislação, de forma a ampliar o investimento em capacitação de Recursos Humanos e Pesquisa e Desenvolvimento, e a melhorar o marco regulatório que se aplica ao setor.

Para mais informações, acesse www.assespro.org.br

Fonte: NB Press Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Profissionais TI

Mais artigos deste autor »

Eventos, cursos, livros, certificações, empregos, notícias e muito mais do mundo da TI (Tecnologia da Informação).


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">