Qual a diferença entre um Servidor e um Desktop?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Trago hoje um texto que aborda um assunto bastante interessante para quem atua ou deseja atuar na área de infraestrutura de TI: existe diferença entre um servidor e um PC comum atuando no papel de servidor?

A pergunta torna-se bastante pertinente se levarmos em consideração que a grande maioria das pequenas e médias empresas adota desktops para atuarem no papel de principais computadores da empresa, servindo outras máquinas de rede para acesso à base de dados de ERPs, para emissão de NFs, como servidor de arquivos e etc.

Se tratando de uma máquina que responde por quesitos críticos (tais como os citados acima), seria mesmo correto utilizar um desktop no lugar de um servidor?

Minha resposta é não! Vejamos o porque…

A primeira vista, um desktop e um servidor equiparam-se, visto que atualmente desktops já saem de fábrica com grande poder de processamento e armazenamento. No entanto, existem diferenças que realmente fazem A DIFERENÇA.

A principal questão aqui é que computadores desktop não são projetados para o uso contínuo, ou seja, não estão preparados para suportar grandes cargas de trabalho com rapidez e eficiência muito menos suportar expansão ou substituição de hardware sem a necessidade de paradas ao contrário de um servidor que é projetado levando em consideração estas necessidades fundamentais.

Em servidores são utilizados componentes e placas mais robustas, sistemas de redundância (discos, alimentação de energia, coolers e outros), sistemas de refrigeração mais elaborados, recursos avançados de gerenciamento, possibilidade de substituição e expansão de hardware sem a necessidade de paradas (Hot swap), além de suporte diferenciado que é oferecido pela maioria das grandes empresas do ramo. Tudo isso para garantir a disponibilidade e confiabilidade na entrega de serviços e continuidade dos negócios.

O grande motivo que leva PMEs para a adoção de desktops como servidores é simples: O CUSTO! Na hora da aprovação de uma proposta, na grande maioria das vezes, a avaliação é feita exclusivamente pensando em valores, deixando de lado requisitos técnicos importantes para um ambiente de TI saudável.

Vamos imaginar o seguinte cenário:

Temos uma empresa de médio porte que, além das suas rotinas diárias, está em dias de fechamento de folha e emissão de relatórios. Vamos supor que esta empresa adotou como servidor um PC que acabou sobressalente e que por acaso este veio a queimar a fonte em um dia de grande carga de trabalho. Uma fonte de alimentação queimada, em um computador comum, é sinônimo de equipamento parado, ou seja, prejuízo na certa levando em consideração que a empresa deixaria de rodar tudo que estava fazendo por X horas até a substituição da mesma.

E agora, será que vale a pena economizar na aquisição e deixar uma empresa parada por um problema tão banal?

Bom, agora que você já sabe o que argumentar com seu chefe na hora de optar por um servidor ou desktop, apresente pra ele o servidor HP Proliant Microserver que faz parte da linha de servidores Proliant da HP espeífico para pequenas e médias empresas. Além de robusto para suprir as necessidades de PMEs, o HP Proliant Microserver tem um custo acessível, o que aumenta as chances de seu chefe se agradar e de você não ter tantos problemas no futuro. :)

Ah, antes que alguém deixe algum comentário revoltado: eu não condeno totalmente a utilização de desktop como servidor, desde que os processos envolvidos não sejam de nível crítico, ou seja, que não tragam problemas/prejuízos em caso de parada total do equipamento!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

12 Comentários

Israel
1

Cada caso é um caso. Vi outro artigo parecido com esse esses dias, e realmente para serviços críticos não dá pra arriscar.

Dica: O título do post não está representando bem o conteúdo.

Alexandre
2

Concordo com você ref. a troca de peças e paradas eventuais, mas levando em conta que quando uma empresa de pequeno ou médio porte adquire um servidor acha que é pelo resto da vida, ai fica minha dica, trabalho com informatica a 20 anos, as empresas que investem em informática como deveria varia de1 a 2% o restante só troca o micro quando da perca total. então acho que um desktop hoje montado com um processador de 4 core com uma alta frequência e 8 gigas de memória, e uma rede giga. atende perfeitamente 95% das empresas. conheço bem os servidores hp e dell. acredito que se deve investir num desses se você quiser desembolsar a partir de 10 mil. menos que isso comprando os servidores mais em conta, você estará jogando dinheiro no lixo.

Ilicio Junior
3

Tem muita gente falando asneira aqui.
Servidores para pequenas empresas não chegam a 6 mil reais e tem garantia de até 5 anos onsite, com memorias registradas e correção de erros, discos rapidos e controladoras dedicadas para RAID.
Para quem não quer ter dor de cabeça e perda de rentabilidade, aumento de desempenho e até economia de energia, COMPRE UM SERVIDOR.
Tente montar um desktop com uma fonte de 500W reais e ele aumenta R$ 450,00…discos SATA são lentos pra rodar um ERP com banco de dados muito acessado…RAID de desktops é por software e com cache baixo e limitado, etc etc etc etc etc.

Lucas
4

RAID DE DESKTOPS É POR SOFTWARE? Só no seu mundo!
Existe muita placa-mãe com Controladora Sata ROBUSTA via HARDWARE (logicamente) embutida.
As mais baratas eu não confio não…
Mas a procedência e confiabilidade de um servidor é sem dúvidas SUPERIOR a qualquer desktop montado…

Atendo + de 20 empresas e já montei servidores com Notebook (trabalhando pesado) via Linux e nunca tive problemas.

Mais importante do que comprar equipamentos, é configurar e dimensionar o uso deles.

Perco muito tempo fazendo esse dimensionamento, mas o cliente economiza em energia e hardware.

A maioria dessas empresas que presto serviços são média empresa (algumas com +50 funcionários). O Servidor delas é um NOTEBOOK DA ASUS e tem maior capacidade de processamento que MUITO Desktop das mesmas.

Claro, faço sempre a opção por HDS de no mínimo 7.200 RPM.

Até hoje, nunca precisamos de RAID0 nem RAID1, pois com Linux, faço sempre o espelhamento via Software (acho mil vezes mais confiável). E a velocidade de acesso a dados nunca foi fator de decisão em nenhuma empresa que trabalho.

Agora, se você tem um ERP (conforme o citado acima) e ele REALMENTE necessita de um alto tráfego de I/O ou qualquer outro sistema que exija um alto tráfego de I/O, ai sim, comprar um servidor exclusivo é realmente muito melhor.

O Grande ponto é dimensionamento e acompanhamento de utilização de recursos.

Abração,

Alex
5

Queridos, todos que dizem maravilhas de colocar desktops e notebooks como servidores gostaria de fazer uma pergunta simples: Quantas horas Mês estes equipamentos rodam?
Porque eu dou minha cara a TAPA se um de vcs colocarem um NOTEBOOK com linux ou o escambau por 24x7x365 se no segundo ano o BICHO ja não ta capengando. Isso sem falar que se o equipamento não estiver espetado em um nobreak, e tiver muitas oscilações na energia, cara um abraço pro gaiteiro. Na boa, desktop como servidor é perda de tempo. o Desempenho cai, mês a mês. Por exemplo, na minha empresa tenho 2 quad core com 8 Gb de ram cada, com fonte de 500W real cada um, com placas mãe INTEL (proprias para server, na teoria), HD´s de 1TB e nobreak. Eles estão ligados 24x7x365 Com Oracle, SQL ERP, IIS e os carai…ja fazem quatro anos, esses dois equipamentos ja tive que trocar de HT 2 vezes cada, placa mãe 1 vez e 1 processador, alem das duas fontes que foram pro saco. Eu montei um PowerEdge da Dell Basiquinho, numa igreja no mesmo periodo. Eu praticamente perdi o cliente. O servidor funciona nas mesmas condições de Acesso a BD e IIS e eles nunca mais me chamaram la. Liguei em setemmbro para saber como estava tudo, eles disseram que o servidor só desliga quando a bateria do Nobreak acaba, e em 4 anos aconteceu uma 15 vezes. Ele ta lá todo pimpão leve como uma pluma e um cliente feliz. Agora na minha empresa é o CAOS com PC como server. Só Jesus!!!!

Carlos Junior
6

Concordo com vc Alex … jogo é jogo, treino é treino. Cliente mão de vaca que economiza na hora de habilitar um servidor já tem data certa pra ter problema … é só esperar, se não aconteceu ainda vai acontecer. Claro que muitas vezes o investimento em um servidor fica tipo: vamos colocar um micro aqui até as coisas melhorarem, daí passa um ou dois anos e … vcs já sabem o resto da história. FELIZ ANO NOVO A TODOS !!

Rodrigo
7

Dei azar na compra de 2 servidores HP!
Comprei 2 servidores Hp DL360G7 para a empresa(+-R$7000,00cada) que eu trabalho que tem +-800 funcionários. em um servidor coloquei o ERP da empresa que estava em um servidor dell power edge 840 há 8 anos sem problemas e em outro pagamos R$5.400+passagens+hotel para instalar um programa de controle especifico da empresa ambos em raid5.
Nos primeiros 5 meses funcionou muito bem até que acendeu uma luz laranja no primeiro servidor pedindo pra trocar o hd, solicitei o hd na garantia e em menos de 7 dias me entregaram o hd, troquei e voltou a funcionar. Dois meses depois acendeu a luz laranja do outro hd e corrompeu o banco de dados, solicitei o hd na garantia, troquei mas não voltou o banco. Emfim tive que pagar mais R$5.400+passagens+hotel para instalar o programa novamente porque o raid5 não funciona direito quando um hd falha. Agora sempre que chego na empresa vou sempre ver aqueles leds do hd rezando para que não estejam laranja. Já tive desktops como servidores que duraram bem mais sem contar que se estragar a fonte ou hd como falaram acima não leva nem 15 minutos para trocar, já uma fonte de um servidor hp vai pagar + de dois mil se conseguir encontrar e o hd de 300gb é por volta de R$1000.

Thiago
8

Falta atenção por parte dos empresários, tenho um escritório contábil e já vi cliente perder tudo que tinha no sistema, não tem backup, política de segurança nem nada… Perdeu TODOS .XML de nota fiscal eletrônica, controle de estoque, etc, pois o “Servidor” (desktop) foi pro “space”… Se foi tudo…. Dias com o estabelecimento fechado…
02 meses antes esse mesmo cliente trocou as prateleiras da loja para combinar com a “cor da loja”, quase R$ 300.000,00 em prateleiras que vão produtos para venda não foi caro… Mas gastar R$ 10.000,00 em um Servidor de VERDADE + licença do SO + ferramenta de backup ai “dói” no bolso? …. E não estamos falando de licença do softwares que é outro assunto (pirataria rola solto…).

Não arrependo de meio centavo que gastamos em Servidores e ferramentas de backup (e olha que esse cliente do exemplo fatura muuuuuuito mais que a minha empresa). Esse final de ano aposentaremos 1 dos nossos servidores IBM que NUNCA deu problema, ligado direito, só teve “férias” para upgrade e troca preventiva de HD. Claro que qualquer peça custa muito mais que a mesma para um desktop, mas é outro nível de confiança.

Estamos partindo para DELL já que IBM não vende + para pequena empresa (só através de revendedores) e consultei um especialista em TI da capital e recomendou DELL em primeiro lugar por razão de suporte. Usamos Linux, mas em razão do novo sistema do escritório vamos para WS 2012R2 nos servidores novos da DELL. Caro as licenças? Para o meu porte de emrpesa posso dizer que SIM, mas utilizaremos Hyper-V réplica ou quem sabe um cluster de failover com 02 Servers e um NAS, sem deixar de lado tantas ferramentas de backup que já temos. Investimento em Servidores com ajuda do BNDES, os Servidores serão pagos em 24x, pois investimentos muito na nova sede e o $$$ ficou apertado para essa troca.

Compensa investir em tecnologia. Tranquilidade NÃO tem preço…

Mario Paes
9

Alguém ai pode me informar se é possível usar quatro monitores (quatro usuários) num mesmo desktop? caso seja, me indique uma configuração de um maquina que comporte os quatro usuários. Grato.

Laphaete Pinto Junior
10

Boa noite! Ganhei uma placa da Intel S5500hcvr , que suporta 2 processadores Xeon LGA1366 modelo 5600, a placa é nova e funcionando! tenho 2 processadores para ela (X5675 Six Core 3.06) e 4 memórias ECC DDR3 1333 de 8GB. fonte compativel. Gostaria de saber se eu colocar uma placa de video do meu PC(GTX970) que queimou a motherboard, eu vou poder usar o conjunto como uma maquina de trabalho como render, games , e o uso normal de um PC? Desde ja agradeço a todos pela ajuda!

luiz eduardo
11

Bom dia a todos, gostei do assunto Desktop x Server, concordo com o quesito de que um server é primordial pra uma empresa, mais que nem todos os diretores de empresa levam em conta, acham que um PC comum pode suprir esta necessidade, esquecem vários fatores de risco no uso do mesmo, como aqui foi colocado em questão, nestes fatores de risco entra o BACKUP e muitos não possuem ou tem um péssimo suporte também que só visa o lucro e o cliente que se exploda literalmente, atendo a contabilidades e já me deparei com varias situações criticas, rede mal estruturada, micros antigos como servidores, etc,etc,.
Atualmente não abro mão de indicar e fazer com que os clientes adquiram servidores, nobreaks, NAS e outras ferramentas inclusive a utilização de cloud para arquivos XML, e outros importantes para as contabilidades; também tive clientes que perderam quase tudo devido a nao querer investir em tecnologia mais como sabemos quando isto acontece, a coisa muda de figura pois viram que é necessário ter uma boa estrutura seja uma pequena media ou grande empresa, é a vida do seu escritório que esta em jogo.

gabriela
12

interessante o assunto.
Quando se trata de uma pequena empresa com sistema hoteleiro com acesso somente a no maximo 10 maquinas por vez 16h/7/365 a compra do servidor fica excessiva?

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">