Apple e Google no banco dos réus

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Depois do escândalo envolvendo a Apple e a Google, acusadas de capturarem os dados dos seus usuários, o congresso americano convocou as duas empresas a prestarem esclarecimentos.

Segundo o Senador Al Franken, as duas empresas se comprometeram a comparecer no Congresso para depor sobre a questão.

E os processos contra as empresas já começaram a aparecer. Na semana passada, dois consumidores americanos entraram na justiça contra a Apple acusando a empresa de fraude, práticas de negócios enganosos, entre outras violações de leis estaduais e federais.

O processo teve início após pesquisadores da área de segurança da informação divulgarem que os iPhones e iPads capturam dados, incluindo a localização, dos seus usuários.

E não adianta desabilitar o serviço de localização. O Wall Street Journal fez um teste e constatou que mesmo com a função de localização do aparelho desligada, o iPhone continuou capturando os dados.

A Apple se manifestou dizendo que isso se tratava de um bug do aparelho (pode isso?!) e que planejava corrigir o problema em breve.

, mas não identifica os usuários rastreados. A empresa usaria os dados para conhecer os seus clientes e assim oferecer serviços melhores.

Foi diante desses fatos que o Senador Al Franken convocou as duas empresas para depor.

Será que um dia poderemos dormir sem a sensação de estarmos sendo vigiados?

Fonte: MACWorld Brasil

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marcelo Alves

Mais artigos deste autor »

Marcelo Alves, graduado em Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Atua como Webdesigner e Diretor de Criação desenvolvendo projetos de comunicação para web.


1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">