Assespro incentiva uso do Proger do Codefat e Banco do Brasil

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Para alavancar cada vez mais o desenvolvimento das áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação, a Assespro Nacional (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) incentiva as empresas do setor a usufruírem da linha de financiamento do Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) Urbando Investimentos – Implementação de Sistemas e Métodos (TI), desenvolvida pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), intermediado pelo Banco do Brasil.

O programa é voltado para micro e pequenas empresas que desejam desenvolver projetos pilotos, gerando a manutenção e/ou geração de emprego e renda. O Proger – Sistemas e Métodos (TI) conta com uma linha de crédito de até R$ 100 milhões. Esses recursos são oriundos dos Depósitos Especiais do FAT.

Para Luís Mário Luchetta, presidente da Assespro Nacional, contar com uma linha de crédito desse porte é importantíssimo. “Para um setor extremamente promissor como o das TICs, é interessantíssimo receber um apoio desses. Precisamos mobilizar o setor, e estimular que se utilize esta linha de financiamento. Esse fundo torna mais viável o desenvolvimento da economia, inclusive, proporcionando que nossas empresas passem a atuar em nível mais alto, oferecendo soluções melhores aos clientes”, afirma.

O executivo já tem expectativas de grande expansão para o Proger – Sistemas e Métodos (TI). “Com nosso setor criando demanda o suficiente para esse valor previamente destinado, o Codefat pode investir oito vezes mais nos recursos do programa, chegando a R$ 800 milhões. Imaginem todo esse aporte para financiar micro e pequenas empresas a se informatizarem. Isso se traduzirá no desenvolvimento do setor à todo o vapor”, explica Luchetta.

Intermediado pelo Banco do Brasil em todo o país, os processos operacionais do programa de crédito são de inteira responsabilidade da instituição financeira junto à empresa solicitante do financiamento. Dessa forma, cabe ao Banco do Brasil a análise, viabilidade do projeto, deferimento e administração do crédito concedido.

Para mais informações, acesse www.assespro.org.br.

Fonte: NB Press Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">