Segundo especialistas, os tablets brasileiros podem não existir

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O governo federal publicou, recentemente, uma medida provisória que dará subsídios fiscais para os tablets produzidos no Brasil, porém, especialistas afirmam que isto está muito longe de acontecer.

O Brasil não tem competitividade para instalar uma indústria de tablets e a curto prazo só conseguirá montar os aparelhos com peças importadas. Está é a avaliaçõa do pesquisador de economia da informação João Maria de Oliveira do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, IPEA.

A falta de mão-de-obra qualificada é outro grande desafio para as indústrias de tablets no país. “Nós não temos mão de obra qualificada disponível para dar suporte a essa indústria”, afirma João Maria.

Rogério Cesar de Souza, economista chefe do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial, concorda e diz ainda: “A nacionalização da indústria de tablets vai demandar grandes esforços para a formação de mão-de-obra qualificada”.

O desenvolvimento de um tablet exige a contratação de engenheiros elétricos, engenheiros de radiofrequência, engenheiros de telecomunicações, profissionais de ciência da computação e de sistema de informação.

Segundo o Conselho Federal de Engenharia,  Arquitetura e Agronomia, atualmente o Brasil tem um déficit de 20 mil engenheiros no país e isso pode forçar as empresas a terem que importar forças de trabalho.

Com informações de Terra

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marcelo Alves

Mais artigos deste autor »

Marcelo Alves, graduado em Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Atua como Webdesigner e Diretor de Criação desenvolvendo projetos de comunicação para web.


1 Comentários

Carlos Eduardo
1

Vejo que o incentivo do governo e a forte demanda que existe no Brasil, com certeza vai ter uma indústria de tablets competitiva. Veja o exemplo da indústria naval, que ressurgiu das cinzas e está se tornando o que é hoje no Brasil.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">