Vender pela internet – O primeiro passo é o planejamento

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Comprar pela internet já se tornou hábito para boa parte do povo brasileiro. A comodidade de não ter que sair pesquisando de loja em loja na rua ou shopping, a agilidade de com poucos cliques adquirir o produto tão desejado, o preço que é bem competitivo o que beneficia o consumir, são inúmeras vantagens que só fazem com que o e-commerce brasileiro ganhe cada vez mais adeptos, como já era esperado.

O brasileiro gosta de conforto, gosta de um bom preço e gosta de ser bem atendido, portanto facilmente estão aderindo as compras virtuais.

Em 2009 o Brasil movimento cerca de 2 bilhões em transações on-line, para 2011 o crescimento já passa do que era estimado para o primeiro semestre. Estamos em um país em crescimento, onde o acesso ao crédito facilita a compra de computadores pessoais como também o acesso a banda larga permitindo assim a grande expansão desse tipo de comércio.

Mas existem segredos nesse mercado, não é porque simplesmente ele cresce que qualquer um que se sentir na obrigação de migrar para esse tipo de terreno será bem sucedido. Na verdade muitos dizem que o custo para empreender on-line é menor que de uma loja física, em termos está correto só que vale ressaltar que essa afirmativa é válida por comparar a grande oferta de mercado, ou seja, você estará trabalhando para atender um território mais abrangente seja de forma nacional ou internacional dependendo do tipo de produto a ser comercializado. Portanto, os custo de uma operação profissional de e-commerce estão perto dos investimentos necessários para se ter uma loja física, obviamente com muito mais vantagem, só que nem tudo é um mar de rosas. É necessário investimento em marketing digital, habilidade para desenvolver credibilidade junto ao consumidor e principalmente flexibilidade para atendimento.

Dificilmente uma loja sem planejamento adequado será bem sucedida no ambiente on-line.

Para estar preparado o mínimo necessário é preciso ter:

  • Um plano de negócios
  • Um plano de marketing
  • Orçamento de investimento em marketing
  • Parceiro logístico definido e contratado
  • Sistema de cartão de crédito (80% das compras são feitas via cartão de crédito)
  • Plataforma operacional de confiança
  • Equipe para atendimento
  • Equipe de edição de imagens e controle de qualidade, ou terceirizar esse tipo de serviço
  • Estoque devidamente organizado

Se prestarmos atenção não difere muito de uma loja física, ou seja, da mesma forma você precisa de equipe de atendimento, equipe de organização, um bom plano de negócios entre outras coisas comuns para o mercado off-line.

Outro ponto que não é levado em consideração na hora de colocar na ponta do lápis o orçamento necessário é o estoque e a logística. É obrigatório um controle rígido sobre essas duas pontas importantes do e-commerce.

Fora o que é comum do comércio off-line e que se encontra no on-line como estoque, equipe, atendimento e outros o custo operacional mensal de uma loja virtual bem produzida gira em torno de R$1.000,00, isso se trata apenas da questão técnica e de um pequeno investimento em marketing e hospedagem da loja virtual, fora isso tem-se que levar em consideração valores de ambiente, pessoal e outros comuns no off-line. Não se engane com pequenas operações de lojas prontas vendidas pela internet, essas não tem garantias de credibilidade, operabilidade e tão pouco legibilidade por parte dos mecanismos de busca (leia-se google), esse ultimo tão importante quanto por se tratar da única forma de você realmente ser visível na internet.

Diferente da loja física onde o seu cliente em potencial passa na frente da sua vitrine, no ambiente on-line o cliente nem se quer sabe que você existe até ver um anuncio ou como normalmente acontece até que faça uma busca no google por determinado produto que você comercializa.

Pequenas lojas montadas e prontas para operar dificilmente permitem migração para outras plataformas quando a loja se desenvolve, o que raramente acontece nesse ramo de lojas prontas ou quando está migrando para tentar algo mais sério, esse é um grande risco operacional, pois o custo que você já teve inicialmente o terá outra vez, será como montar outra loja da estaca zero sem a possibilidade de levar seu cliente previamente cadastrado com você.

Lembre-se, nem tudo que reluz é ouro, portanto é necessário cuidar bem do seu investimento, seja ele pequeno, médio ou grande.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Luiz Castro Junior

Mais artigos deste autor »

Diretor da Alpis Consultoria.
Consultor Certificado 8 Ps - Marketing Digital, Planejamento Estratégico digital, Gestor de Projetos.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">