Grupo Hacker Anonymous quer destruir o Facebook

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Grupo Hacker Anonymous anunciou que fará um ataque ao Facebook no próximo dia 5 de novembro. Depois de derrubar os sites do Pentágono e da OTAN, roubar gravações da News Corp e ajudar no conflito da Síria, o grupo hacker quer destruir o Facebook.

O evento seria um protesto contra as constantes invasões de privacidade e ao acumulo de poder que a rede social vem conseguindo nos últimos tempos.

Segundo o Anonymous, eles farão um ataque coordenado para tirar a rede social do ar. O dia 5 de novembro tem um valor simbólico, representa o dia em que Guy Fawkes, especialista em explosivos, tentou acabar com a vida do Rei Jaime I e explodir o parlamento inglês em 1605. Fawkes foi desmascarado nas vésperas do atentado e condenado à forca.

Veja o comunicado divulgado por eles:

“O meio de comunicação que todos vocês adoram será destruído. Se você
é um hacktivista ou uma pessoa desejando proteger a liberdade de
informação no mundo, junte-se a nós e ajude a destruir o Facebook e a
salvar nossa privacidade.

O Facebook vende informações dos seus usuários para agências
governamentais e dá acesso clandestino a firmas de segurança para que
elas espiem pessoas ao redor do globo. Algumas dessas firmas trabalham
para governos autoritários, como os do Egito e Síria.

Tudo que você faz no Facebook fica no Facebook independentemente das
suas configurações de privacidade, enquanto deletar sua conta é
impossível. Mesmo se você deletá-la, suas informações pessoais ficam
no Facebook e podem ser lembradas a qualquer momento. Configura-lo
para um modo mais “privado” é uma ilusão. O Facebook sabe mais de você
que sua família.

Você não pode fugir da realidade que vocês, pessoas da internet,
vivem. O Facebook é oposto da causa Antisec. Vocês não estão seguros
de nenhum governo. Um dia vamos olhar para trás e perceber que o que
fizemos foi certo, e aí todos irão agradecer os árbitros da internet.
Não estamos prejudicando, mas tentando salvar vocês.

Os tumultos estão em curso. Não é uma batalha sobre o futuro da
privacidade ou da publicidade, mas sim por escolha e consenso. As
pessoas estão sendo levadas a fazer coisas das quais não entendem as
consequências. O Facebook diz que dá opções aos seus usuários, mas
isso é completamente falso. Ele dá aos seus usuários a ilusão de fazer
isso, mas escondem alguns detalhes para “próprio bem” deles enquanto
fazem milhões de dólares. Quando um serviço é gratuito, o que isso
realmente quer dizer é que ele está fazendo dinheiro de você e das
suas informações.

Pense um pouco e se prepare para um dia histórico, 5 de novembro,
#opfacebook. Esse é o nosso mundo agora. Nós existimos sem
nacionalidade, sem base religiosa. Temos o direito de não sermos
subjulgados, vigiados e usados para o lucro. Temos o direito de não
vivermos como escravos”

Fonte: Estadão

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marcelo Alves

Mais artigos deste autor »

Marcelo Alves, graduado em Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Atua como Webdesigner e Diretor de Criação desenvolvendo projetos de comunicação para web.


3 Comentários

Guido
3

O Anonymous é um coletivo, uma idéia. Não somos um grupo, muito menos um grupo hacker. Incrível um site que se diz de profissionais de TI saia republicando uma asneira dessas. Pesquisem no youtube.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">