Westcon e Infoblox: tudo o que você precisa saber sobre o IPv6

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Em parceria com a Infoblox, empresa especializada em soluções para o gerenciamento de domínios e endereços e IP, a Westcon promoveu para seus canais de venda palestra sobre a nova geração de protocolo IP (Internet Protocol), IPv6. No sentido de contribuir para maior conhecimento das revendas sobre o assunto, a Westcon, que recentemente passou a distribuir no Brasil as soluções Infoblox, uniu-se à empresa para trazer ao país o especialista Cricket Liu, autor reconhecido internacionalmente pela “comunidade DNS” (Domain Name Systems) e vice-presidente de tecnologia e arquitetura da Infoblox.

Liu apresentou dados históricos e falou sobre migração de endereços Internet para o IPv6, que traz para a Internet um espaço de endereçamento de 128 bits (enquanto era de 32 bits na versão 4, ainda em utilização), apresentando vantagens de desempenho e segurança inclusive para sistemas móveis e com uma capacidade virtualmente ilimitada de atender às necessidades de crescimento da Internet em todo o mundo.

A IANA (Internet Assigned Numbers Authority) é a entidade que responde internacionalmente pelacoordenação da atribuição de endereços IP, distribuídos por organizações regionais. Na região Ásia-Pacífico já não há mais endereços IPv4 a serem distribuídos, e na Europa a previsão é de que se esgotem em 2011.

Na América Latina a situação é um pouco diferente, a LACNIC, instituição responsável pela atribuição dos endereços IP, alocados a grandes empresas ou a provedores de serviços Internet na região, ainda deverá dispor de endereços IPv4 até março de 2014.

Mas é possível solicitar agora endereços para a nova geração de protocolo IP, o IPv6, ainda que o IPv4 ainda esteja disponível (Liu observou que, na prática, “pulou-se” a versão 5). E pode ser interessante migrar antes que seja absolutamente necessário. De acordo com Cricket Liu, na medida em que europeus e asiáticos adotem o endereçamento IPv6, a comunicação com eles será mais rápida e direta a partir de endereços também IPv6 do que através de mecanismos de “tradução” do IPv4 para o IPv6 – principalmente considerando-se a possibilidade de congestionamentos com o aumento do número de endereços IPv6.

Além disso, para Liu, estamos diante de uma grande oportunidade de inovação e atualização tanto para as empresas como para os profissionais de TI, “com todas as vantagens de quem sai na frente”.  Ele deu até a receita para os profissionais que desejem desde já se preparar para assumir postos de gerência de redes corporativas utilizando o novo protocolo: buscar cursos e aprender na Internet, onde existem inúmeros recursos para começar a praticar. A recomendação de Liu é que o profissional solicite um endereço IPv6 a ser instalado em seu computador pessoal, comunicando-se com a web por meio de túnel.

Fonte: SHEDI – Silvia Helena Editora
AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">