Segurança virtual? A prevenção é sempre o mais fácil e menos doloroso

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A recente onda de ataques a sites de empresas e órgãos do governo levantou um alerta para milhões de internautas em todo o país: a preocupação com segurança é louvável e necessária, o motivo para esse terrorismo feito pela mídia, não.

Será mesmo que só agora apareceram essas brechas de segurança?  Estávamos seguros e agora todos estão expostos? Comparo esse barulho todo que estamos vendo com as grandes tragédias como da escola em Realengo – RJ, logo após a catástrofe, centenas de pessoas foram aos microfones pregar o desarmamento, a poeira abaixou e ninguém mais fala no assunto.

A preocupação com a segurança online (ou não) deve ser constante, como o cuidado com a saúde, a prevenção é sempre mais vantajosa e menos dolorosa. Essas invasões a empresas e governos não passa de um “trote”, provocado por um ou outro motivo, o verdadeiro bandido online não se expõe ou chama atenção e sim rouba dados, cartões de crédito, senhas, entre outras informações para utilizar ou revender no mercado negro, essa sim deve ser a grande preocupação de usuários e profissionais de internet.

A recomendação para usuários é buscar sempre digitar o endereço do site que procura, evitando assim clicar em links encurtados com vírus ou em imitações de sites verdadeiros. Embora a maioria das recomendações se refira a sites de compra, o usuário tem que tomar tanto ou mais cuidado ao navegar em sites, na teoria, inofensivos.

Os hackers, na maioria das vezes se aproveitam de vulnerabilidades em sites inofensivos como blogs ou ainda site institucional de grande circulação, deixando assim milhares de computadores que passam por lá vulneráveis a perder dados ou participar de ataques coordenados para derrubar empresas ou governos. Então preste muito bem atenção onde navega. Mesmo sem estar comprando algo, seu computador pode ser marcado e contaminado para quando for de fato comprar ou entrar em seu banco, todas as suas informações estarem disponíveis de bandeja para os hackers.

Pode parecer mais complicado do que realmente é, basta que você tome os mesmos cuidados que se toma ao sair na rua como procurar sempre circular por locais bem iluminados, policiados ou com uma boa segurança particular. Na internet a situação é parecida: frequente lugares bem sinalizados, organizados e com credibilidade, além de ter um antivírus sempre atualizado. Isso irá diminuir sensivelmente o risco de fraudes ou golpes.

Caso seja um e-commerce, verifique se há telefone para contato, os indicadores de segurança como cadeado no navegador, auditorias externas comprovando data e tipo de verificação e, caso ainda tenha dúvidas, use os mecanismos de busca para ter referências da loja em que quer comprar.

A Internet é hoje um mundo a parte e passamos boa parte de nosso dia nela. Não faz sentido a preocupação com a segurança ser apenas no momento da compra ou após sofrer alguma fraude ou ataque, a prevenção é sempre o mais fácil e menos doloroso. Na internet o melhor ditado é “Diga-me por onde andas que saberei quem tu és”.

Renann Fortes é Gerente de Produto da Site Blindado S/A, empresa especializada em segurança na internet.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">