Governo estabelece ações para o Programa ES Digital

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O governador Renato Casagrande assinou um decreto que prevê a inclusão de dutos para instalação de fibra óptica em todas as obras do Governo do Estado. Essa ação vai criar condições para a implementação de uma rede voltada para o Programa ES Digital, que visa utilizar a inclusão digital para a redução da violência e a interiorização do desenvolvimento pelo acesso à Internet de banda larga.

O modelo adotado por este programa, realizado conjuntamente com a Telebras, segue o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), que estabelece parceria entre o Governo e provedores, fortalecendo a economia no interior.

O processo de inclusão dos dutos para instalação de fibra óptica e a parte operacional do Programa ES Digital são coordenados pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest).

Benefícios

Os primeiros municípios contemplados devem ser os atendidos pelo Estado Presente, programa do Governo que leva às comunidades menos favorecidas ações de cidadania e combate à violência. A intenção é que também sejam beneficiados os municípios Itapemirim, Piúma, Vila Velha, Serra, Cariacica e Conceição da Barra por meio de uma parceria com as prefeituras locais.

A gestão do ES Digital é do diretor presidente da Fundação de Amparo á Pesquisa do Espirito Santo (Fapes), Anilton Salles Garcia. Ele destaca que o programa vai melhorar a comunicação no interior com a Internet de alta velocidade e propiciar a interligação dos órgãos públicos estaduais, além de permitir serviços como telemedicina, videoconferência nas escolas, entre outros.

O ES Digital pretende, com a rede implementada, atender às necessidades da população, que poderá estudar e fazer pesquisas on-line. Um produtor rural, com acesso à Internet em sua propriedade, poderá consultar sites para ter informações necessárias para utilizar melhor a terra e aumentar a produção.

Meta

Até o final deste ano, 10 municípios deverão ser contemplados com o ES Digital. A estimativa é que o Programa tenha atendido, até 2014, a todos os municípios, que deverão ter pelos menos um ponto de acesso.

“Essa ação é fruto de esforços em conjunto do Governo do Estado com a Rede Nacional de Pesquisa e Difusão, integrando o Espírito Santo ao PNBL, que visa criar oportunidades, acelerar o desenvolvimento econômico e social, além de promover a inclusão digital. O resultado disso será um Estado mais conectado e com mais condições tecnológicas de atender aos cidadãos”, enfatiza o presidente da Fapes, Anilton Salles Garcia.

O presidente do Prodest, Paulo Henrique Rabelo Coutinho, afirma que o decreto reforça o papel da autarquia como elemento ativo na consolidação do PNBL no Estado. “Essa iniciativa será fundamental para melhorar a comunicação entre os órgãos do Governo no futuro”, acrescenta. O ES Digital envolve a Secretaria de Estado de Ações Estratégicas, por meio do Programa Estado Presente, a Fapes e o Prodest.

Fonte: Assessoria de Comunicação/Fapes

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">