Google lança nova plataforma inteligente para buscas, o Knowledge Graph

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O Google lançou o Knowledge Graph (Gráfico do Conhecimento, em tradução livre), um novo recurso para seu motor de busca que visa fornecer as respostas mais relevantes aos usuários. Em outras palavras, agora teremos acesso às informações do termo pesquisado na própria página de resultados. A empresa começou a testar esta nova interface na semana passada e está sendo disponibilizada gradualmente.

Junto com os resultados da busca padrão que estamos acostumados a ver, o Google também exibirá resultados imediatos relacionados às perguntas. Exemplo: Ao fazer uma rápida busca por Taj Mahal, o buscador traz imediatamente uma lista de fatos, fotos e um mapa do famoso marco histórico, assim como links rápidos para outros resultados populares da busca (como um músico ou o cassino em Nova Jersey com o mesmo nome). Há uma inifinidade de fontes por trás desses dados, como a Freebase, Wikipédia e a CIA World Factbook. O objetivo deste mecanismo é levar o usuário à informação que está procurando com o mínimo de cliques possível e em milésimos de segundos. Além, claro, de também aumentar a relevância das respostas para as buscas.

O Knowledge Graph ainda diminui a ambiguidade dos buscadores tradicionais, removendo os resultados iguais, apresentando diferentes resultados com apenas um clique. Se você está procurando o músico Taj Mahal e não o marco histórico, pode clicar e o Google trará instantaneamente resultados da pesquisa que você está procurando. Há ainda a integração com os resultados da Wikipédia na interface do buscador. Se você procura por um cientista, o Google mostrará uma foto dele, a data de nascimento e de óbito, uma lista de suas maiores descobertas e sua educação.

Por último, ele também apresenta respostas diretas à perguntas feitas e quais as outras informações a maioria dos usuários buscaram após esta pesquisa. O recurso está sendo implantado gradualmente para os usuários americanos e não há perspectivas de quando chegará a outros países.

Sendo o Brasil um país foco de grandes empresas de TI, acreditamos que a funcionalidade logo chegue por aqui.

Com informações de Verge

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">