Pesquisas e dispositivos móveis: aliados importantes

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Todos os dias os meios de comunicação nos bombardeiam com diversos tipos de pesquisas sobre os mais variados assuntos. Geralmente, as pesquisas são quantitativas ou qualitativas e são encomendadas para conhecer o comportamento de uma parcela da população ou de todos, como no Censo, por exemplo. Com os dispositivos móveis, os institutos que realizam estes estudos ganharam um grande aliado, já que estes aparelhos facilitam muito a coleta das informações.

Antigamente, as pesquisas eram feitas com formulários de papel. Os profissionais iam para as ruas com várias folhas, que depois de preenchidas eram entregues para outros profissionais. Estes digitavam todas as informações para que o sistema pudesse cruzar os dados e mostrar os resultados. Agora imagine as dificuldades de realizar uma pesquisa num dia chuvoso, correndo o risco de molhar os formulários. Ou se a letra do profissional que fez a pesquisa não fosse legível, como passar os dados corretos para o sistema?

Certamente, as empresas que realizam este trabalho são extremamente sérias e se cercavam de todos os lados para evitar problemas e ter o resultado o mais próximo da realidade. Mas com os dispositivos móveis todo este processo ficou muito mais prático. Ao invés de folhas, os pesquisadores carregam um aparelho no qual vão inserindo as informações, que podem ser passadas em tempo real para o sistema, se houver conexão com a internet. Se não, ficam armazenadas na memoria do dispositivo e depois os dados são transmitidos para o computador, sem a necessidade de digitar nada.

Os dispositivos podem ser à prova d’água e não há necessidade de escrever. Tudo isso foi muito importante para diminuir a margem de erro, o retrabalho e, principalmente, agilizar a divulgação dos resultados – e isso em qualquer tipo de pesquisa. Com estes equipamentos, é possível realizar as pesquisas e obter os resultados até no mesmo  dia.

Neste período eleitoral em que estamos, quanto mais rápido os resultados das pesquisas de intenção de votos são divulgados melhor para os candidatos, que podem reavaliar suas estratégias de campanha. Com a facilidade dos equipamentos móveis também é possível ter informações mais detalhadas. O candidato a prefeitura de uma cidade pode saber a sua popularidade por bairros, por exemplo.

As empresas costumam realizar pesquisas de clima organizacional, que são importantes para avaliar a motivação, a produtividade individual de cada funcionário e a interação coletiva entre eles. Os resultados ajudam a descobrir os fatores que dificultam a manutenção de um clima produtivo e que providências podem ser tomadas para manter o equilíbrio no relacionamento dentro do ambiente de trabalho.

Quanto antes a empresa tiver acesso a estas informações, mais rápida será a criação de ações para solucionar as questões apresentadas. Desta forma, a organização ganha tempo e ainda pode avaliar se as ações estão produzindo resultados ou não. A segurança das informações também é importante, pois com os dispositivos móveis os dados são armazenados automaticamente, sem precisar fazer transferências de arquivos.

O uso da mobilidade em processos de pesquisas faz a diferença nos resultados finais e nas estratégias adotadas. Os institutos de pesquisa ganharam muito com os dispositivos móveis. E com tanta agilidade e facilidade, cada vez mais empresas e instituições podem se valer das pesquisas na hora de tomar decisões.

Autor: Por João Moretti – diretor geral da MobilePeople

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Profissionais TI

Mais artigos deste autor »

Eventos, cursos, livros, certificações, empregos, notícias e muito mais do mundo da TI (Tecnologia da Informação).


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">