Tecnologia Humana: Coaching Empresarial & Executivo

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Na estreia dessa coluna quero deixar para vocês uma explicação resumida do coaching empresarial e executivo tão comentado nas organizações, suas aplicações e beneficios.

No ambiente corporativo as mudanças estão cada vez mais rápidas, bem como as mudanças na economia global.  Com isso o nível de estresse aumenta entre os executivos, e saber lidar com ele é fundamental para uma vida saudável e equilibrada.  O nível de insatisfação de 10 anos atrás era de 65% e atualmente chega a 83%, segundo pesquisa da Fundação Dom Cabral.

São muitas as dificuldades da vida moderna, principalmente quando vemos estampados nas manchetes de revistas e jornais a falta de mão de obra especializada, é crescente a demanda por profissionais mais qualificados, o excesso de informações, com decisões ocorrendo de forma acelerada e certeira, para que os resultados aconteçam.  Com essa visão resumida podemos perceber que as empresas têm um grande desafio: Crescer continuamente.

E para isso muitas vezes é preciso mudar a tecnologia e os processos rapidamente, mas desenvolver e mudar pessoas não acontece na mesma velocidade.  E são as pessoas que vendem produtos, desenvolvem ideias, criam relacionamentos e geram lucratividade. O coaching executivo é um processo de desenvolvimento de líderes para alcance de metas de curto e longo prazo.  Conduzido através de interações um a um e ou em grupo. Em parceria a organização, um executivo e o coach trabalham pelo alcance dos objetivos traçados, melhora a vida das pessoas e contribui para o sucesso sustentável nos negócios.

As áreas de atuação do coaching de negócio e executivo são muitas. Entre elas podemos destacar:

  • Incentivar, dirigir e coordenar mudanças qualitativas nas organizações;
  • Aprimorar a gestão da organização no plano estratégico, de negociação e na resolução de conflitos;
  • Maximizar os resultados na empresa, notadamente em relação a produtividade;
  • Aprimorar determinadas habilidades e competências;
  • Direcionar atividades de trabalho para os resultados;
  • Direcionamento para a atual ou futura carreira do executivo;
  • Agenda do executivo equilibrando o foco nas necessidades profissionais e pessoais;

A revista Fortune de 2009 divulgou que os resultados são muitas vezes quantitativos em seis vezes o valor do investimento realizado, além de melhorias qualitativas em todos os níveis de relacionamento dentro das organizações, relacionamento entre pares em torno de 63%, com superiores em 71% e com subordinados em 77%, o nível de comprometimento nota-se um aumento de 44% e a satisfação com o trabalho 61%.  O ICF Global Coaching Client Study de 2009 apontou que a média de retorno sobre o investimento pessoal é de 3,44 vezes e o retorno sobre o investimento da empresa é de sete vezes.

A busca por melhores resultados não depende das organizações e no próximo artigo vamos falar sobre Coaching de Carreira.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Renata Lopes

Mais artigos deste autor »

Renata Valéria Lopes. Profissional com mais de 20 anos na área de Tecnologia da Informação. Graduada em Processamento de Dados, Pós-graduada em Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas com Coaching. Leitora compulsiva, blogueira, apaixonada por redes sociais e estudante em constante desenvolvimento, acredita na cooperação, colaboração e compartilhamento do conhecimento como forma de aprendizado.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">